Flor do Caribe

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Êta Mundo BomBoogie OogieJoia RaraFlor do CaribeLado a LadoA Vida da GenteCordel EncantadoCama de GatoParaísoNegócio da ChinaO ProfetaAlma GêmeaCaboclaChocolate com PimentaCoração de EstudanteA PadroeiraEstrela-guiaO Cravo e a RosaMulheres de AreiaFelicidadeFera RadicalBambolêA Gata ComeuAmor com Amor se PagaParaísoMarinaCaboclaDona XepaEscrava IsauraVejo a Lua no CéuA MoreninhaHelena

Cquote1.png Você quis dizer: Flor do Projac Cquote2.png
Google sobre Flor do Caribe
Cquote1.png Você quis dizer: Flor de Bosta Cquote2.png
Google sobre Flor do Caribe
Cquote1.png Você quis dizer: Bosta do Caribe Cquote2.png
Google sobre Flor do Caribe
Cquote1.png Experimente também: Novela de sotaques malfeitos e que não corresponde à realidade Cquote2.png
Sugestão do Google para Flor do Caribe
Cquote1.png Alberto, você me paga! Cquote2.png
Cassiano, sobre ter ficado preso com Dom Rafael e ter feito sadomasoquismo com Duque
Cquote1.png Eu amo painho, principalmente se ele contar que não fui eu que atropelei aquele casal e mofe na cadeia por mim Cquote2.png
Hélio, mostrando ter bom caráter
Cquote1.png ¡Yo quiero dar la chavasca para Cassiano, su pica hay de ser una maravilla! Cquote2.png
Cristal, a filha do Dom Rafael, tarada pelo homem da outra
Cquote1.png Veeeenha, veeeeenha bichinha, tenho que lavar esseX teuX coroX tuDim Cquote2.png
Candinho, pseudonativo de Vila dos Ventos, sobre cuidar da sua cabra e ter relações sexuais com ela por não conseguir arranjar mulher devido o fato de ser tapado
Cquote1.png Preferia Lado a Lado 10000000000000000000000 de vezes. Pelo menos aquela tinha uma história que preste Cquote2.png
Qualquer pessoa normal sobre Flor do Projac Caribe

NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Flor do Caribe.
Pedobear aprova essa novela.

Flor do Caribe, também conhecida pelos odiadores mais íntimos como Flor do Projac, Merda do Caribe, Portunhol da Globo, entre outros, é uma novelinha sem graça (e concorre ao Emmy de pior novela novela das 6 de toda a história da Rede Globo). Entre suas principais características, estão diálogos malfeitos, personagens clichês, história gororoba e demonstração de personagens principais e secundários mau-caráter e playssons como Hélio e Juliano. Tem o agravante de ser a sucessora da novela Lado a Lado, uma boa novela com o negão do Lázaro Ramos, que pegava a Camila Pitanga e falava sobre escravidão no Brasil. De uma história de verdade pra essa bosta... haja santa paciência!

Enredo de bosta e erros de gravação (que são vários, sem cortes nem censura)[editar]

Uma novela, que "teoricamente" se passa numa cidade fictícia do Rio Grande do Norte, chamada Vila dos Ventos, que é perto de Natal e Parnamirim, onde os personagens têm várias histórias de vida entrelaçadas e vivem coisas bem semelhantes na pacata vila. Onde tá o 1.º erro? Gente, teoricamente essa novela é feita nesse estado, só que não! Por acaso alguém REALMENTE nativo de lá fala como a porra dos atores globais? NÃO, sonoramente falando! É certo que lá todos falam usando Di e Ti bem fortes como paraibanos até os baianos do norte, e no Cariri e Centro-Sul dos humoristas cabeças-chatas. Mas essa novela quis ser diferente de todas as outras que tratam nordestinos, mostrando que "os atores não têm que falar exatamente daquele jeito, pra não darem a impressão que 'tão forçando sotaque". Só que, ao fazer isso, é claro que ficou bem pior! Como vocês vão explicar isso? Quer dizer, agora bem que Vila dos Ventos é uma colônia fundada por paulistas e principalmente cariocas que foram pro território potiguar em busca de melhores condições de vida e pra fugir do estresse, das mazelas e da poluição de suas terras naturais, à semelhança do que ocorreu em Canoa Quebrada, no Aracati, que foi fundada por um colônia hippie dos anos 70?! ME ERRA REDE GLOBO, E VAI VER SE EU TÔ LÁ NA ESQUINA!... Já me achou...? OK! Então vamos aos "habitantes nativos da novela"! A única que se destaca mais e parece ser mais natural é a ilustríssima Laura Cardoso, porque aqueles 3 patetas nem parecem potiguares, e sim recifenses (aliás, como quase todo ator global que interpreta uma personagem nordestina, que não consegue nem disfarçar seu karióakeix e acabam ficando ridículos em cena). Sabe de uma coisa? Por que todas as novelas sobre Nordeste não são feitas logo só no Recife e em Olinda (vocês fazem isso muito bem)? Sim, porque caririense não fala assim, fortalezense também não, iguatuense menos ainda, nem natalense, nem pessoense, mossoroense, cajazeirense, petrolinense, exuense, teresinense tampouco... a lista de quem nem não fala assim é infinita! Sem contar que Candinho é ridículo porque é burro, tapado, e não pega mulher, e por isso vive de zoofilia com sua "cabriTinha", coitada; querendo passar uma impressão que nordestino é assim, sendo que eles são muito inteligentes e tomam o lugar dos sulistas no ITA. Ainda falando no linguajar terrível da novela, onde está o 2º erro? Nota-se a presença de um portunhol fajuto, falado pelos personagens da Guatemala, que nem português sabem falar direito, e suas bocas quando abrem, falam merdas piores que as "canções" do Restart (isso é mesmo humanamente possível?!) e que as dublagens paraguaias de porcarias como Miss XV, Rebelde e outros enlatados mexicanos. Vamos perguntar agora: onde está o 3º erro? Na história babaca de amor entre Cassiano e Ester. Como não é nada clichê, eles se conhecem desde criança, e se amam um pelo outro, e o vilão Alberto também os conhece desde criança, e sempre quis furunfar com a gostosona, e armou pra separar esse casal meloso, que só dá gosto a diabéticos por ser muito doce e enjoento, e então Cassiano foi parar numa mina da Guatemala com o tal de Dom Rafael, que tem uma filha mais gostosa ainda chamada Cristal, uma cantora de cabaré que desperta a atenção de muito marmanjo por aí (e que parece ser a única que sabe realmente falar algo de espanhol de verdade), que se apaixona pelo Cassiano. Cadê o erro, hein? PORRA, HISTORINHA DE MERDA, ENREDINHO DO CARALHO! Isso já foi feito em várias novelas, e pra variar parece que o povo que assiste é tão tapado que aceita qualquer coisa, e como o Cassiano engravida a Ester e tem filhos se eles furunfaram pouco tempo antes de Alberto mandar ele pra puta que pariu (se bem que pra fazer um filho, é preciso furunfar apenas uma vez, mas cá pra nós, o Cassiano nem dava tanto no coro assim!)? Cadê o 4º erro? A trupe que é amiga de Cassiano, já que o mesmo é tenente de aviação, tem uma comandante gostosona, que faz a linha dura, é louca pra dar em cima duma dura, mas geralmente só dá pra um! E pra finalizar com chave de ouro, o 5º erro, tás onde? Alberto tem um avô com um passado suspeito, meio 88, e odeia a tal de Guiomar, suposta mãe de Alberto, que o detesta e surgiu da casa do caralho pra ficar na casa do velho empresário muquirana. Sem contar que o velho é inimigo do pai de Ester, um alemão que é a reencarnação do pai da Carminha de Avenida Brasil, que é irmão do Doutor Albieri do Clone, e que fugiu da guerra e morre de medo até de fogos de artifício. Pergunta que num quer calar: donde Guiomar surgiu? Quais são suas verdadeiras intenções? Tomar a herança do velho sogro que ela tanto odeia? Quais são as vilanias cometidas pelo velho, além de ser mão de vaca igual ao Seu Sirigueijo e ranzinza como Tio Patinhas? E o seu antepassado, Doutor Victor, do Castelo Rá-Tim-Bum, tem é vergonha da sua futura geração! Se pudesse jogar novela no lixo... por mim essa aí seria facilmente reciclável!

Quem é quem na bagaça[editar]

Bem, eu não perco meu tempo vendo Flor do Caribe prefiro Amor à Vida, mas independente de você ver essa, as 3 ou não ver nenhuma, veja quem é quem na novela "das 6" (das 18:20, né, porque às 6 mesmo está passando o Bom Dia São Paulo...)

Cassiano (Henri Castelli) - Está na capa do CD internacional da novela. Ex-piloto que largou tudo para comer a Ester, mas luta contra seu amante arqui-inimigo Alberto, e pela guarda de Laurinha e Samuca;

Ester (Grazi Massafera) - Quem está na capa do CD nacional da novela, a "mestiçazinha judia", segundo o ex-combatente do nazismo Dionísio, é a vadia de Cassiano e quer fazer de tudo para foder a vida do veio, com quem estão seus filhos;

Alberto (Igor Rickli) - O inimigo de Cassiano e Ester, ameaça os dois de morte caso ela volte a dar pro Cassiano, mas o que ele quer de verdade é que ela dê para ele e para seu rival. É filho de Dionísio e tem o mesmo caráter do pai;

Eric Cartman Dr. Victor Dionísio Sérgio Mamberti - Para quem é retardado e não se lembra, foi ele quem fez o Dr. Victor no infantojuvenil Castelo Rá-Tim-Bunda. Ex-nazista, a ponto de ter sido condecorado pelo Reich alemão. Matou os pais do judeu Samuel e denunciou o esconderijo deles para o Führer, e mal sabe que Ester, a neta de seu rival quer botar para foder com ele;

Kyle Broflovski Samuel Schneider (Juca de Oliveira) - Após interpretar o pai malvado da Carminha em Avenida Brasil, ele volta bonzinho e choroso nessa novela. Odeia Dionísio, que o considera um "judeuzinho de merda" e matou seus pais;

Samuca (Vítor Figueiredo) - A gracinha do filho de Ester e Cassiano, loirinho e de olhos azuis i-gual-zi-nho o Alberto, a quem tem como "referência masculina". Um gatinho lindo;

Candinho (José Loreto) - Após sair do Bairro do Divino, vem para essa novela com o nome de Candinho, um demente que só sabe chorar, portando uma cabra (que ainda não fez "AAAAAAAAAAAAAA"!) e com o cabelo cacheado: de nada adiantou, ele tem muito mais cara de Darkson do que de Candinho;

Guiomar (Cláudia Netto) - Não, meu caro, ela não é neta de ninguém: ela está forçando Dionísio a dar para ela a antiga casa da ONG que Alberto tomou (e você aí pensando besteira...), mas ela a acha "muito pequena", mas a quer mesmo assim;

Lindaura (Ângela Vieira) - Só serve para ser a mãe da Ester;

e tem também outros personagens, mas não têm funções principais, servindo apenas de adereço (se você não sabe o que é, vá procurar no dicionário) e para o elenco não ficar muito pequeno mais do que ele já é.

Trilha Sonora[editar]

Nacional[editar]

Capa: Grazi Massafera, com o nascer do sol ao fundo (ou seria o pôr do sol, na verdade? Ora, que se foda.)

  1. Luz Acesa - Ana Carolina
  2. Em Paz - Maria Gadu - part. esp.: 5aSeco (abertura; veja a letra mais abaixo)
  3. Feito Para Acabar - Marcelo Jeneci
  4. Dono de Sete Colinas - Alceu Valença
  5. Miragem - Dani Black (filho da Tetê Espíndola)
  6. Canção da Terra - O Teatro Mágico
  7. Ponte - Paula Fernandes part. esp.: Marcus Viana
  8. Cuida de Mim (Dreaming of You) - Tânia Mara
  9. Era Só Pra Ser Amor (Love) - Maurício Manieri (puta que o pariu, depois de 19 anos essa cara volta, vá se foder...)
  10. Cacos de Amor - Zizi Possi e Luiza Possi
  11. Valsa do Adeus - Rafael Almeida nem é do elenco esse maluco...
  12. Face do Narciso - Jorge Vercillo (nãããããããõoooooooooooo!!!)
  13. Sorriso de Luz - Gilson Peranzetta
  14. A Canção que Faltava - Isabella Taviani
  15. Primeiro Raio de Sol - Banda Nego Joe
  16. Minha Vida é Te Amar - Elba Ramalho
  17. O Xote das Meninas - Alinne Rosa (ex-Cheiro de Sacanagem Amor, mas eu com isso?)
  18. Rainha - Maciel Melo, Naná Vasconcelos e Xangai

Internacional[editar]

Capa: Henri Castelli, no meio do mato

  1. Blues de Mar - Gaby Moreno
  2. Es Por Ti - Juanes (acústico MTV, do tempo em que a MTV era aberta ao povão e agora só "a zelite" tem)
  3. Love is a Verb - John Mayer
  4. Bottom of the Sea - Matt Nathanson
  5. Mi Novia Se Me Está Poniendo Vieja - Ricardo Arjona
  6. Sabia Manera - Juan Luis Guerra
  7. Like a Rose - Maria Gadu (sim, ela também sabe cantar em inglês!)
  8. It's a Fluke - Tiago Iorc
  9. If - Sam Harris
  10. Quedate (Moonshine mix) - Blank & Jones feat. Mystic Diversions
  11. Invisible - Pet Shop Boys (sim, os mesmos dos ânus 80)
  12. The Reason of my Smile - Kevin White
  13. Holocene - Jesuton
  14. Inmensidad - Mystic Diversions feat. Farias
  15. Dreaming About Anoushka - Buddhattitude
  16. La Chica de Ipanema - Jarabe de Palo & Tere Bautista - part. Josemi Carmona (guitarra) (versão de A Velha de Ipanema Garota de Ipanema, mas foda-se, essa dá de dez a zero na original!)
  17. Nostalgia Pasajera - Antônio Villeroy

Tema de abertura[editar]

Em Paz - Maria Gadu - part. esp.: 5aSeco
Caiu do céu, se revelou
Anjo da noite e das manhãs
Pra amanhecer em par, em paz
E quanto mais, melhor

Você, sol de verão que faz chover
Som da maré, é luz e cor
Pro bom da vida acontecer
Onda que invade é o amor

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva

Caiu do céu, se revelou
Anjo da noite e das manhãs
Pra amanhecer em par, em paz
E quanto mais, melhor

Você, beleza rara de se ver
Mágica música no tom
Uma escultura de Debret
O meu poema de Drummond

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva

Queria ser navegador
Desse teu mundo estelar
Lua que amansa o meu desejo
Estrela azul, me leva…