Floriano Vieira Peixoto

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Floriano Peixoto)
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura pela cidade gaúcha consulte Floriano Peixoto (Rio Grande do Sul)
Wikisplode.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Floriano Vieira Peixoto.

Cquote1.pngVocê quis dizer: O segundo maior filho da puta da história do BrasilCquote2.png
Google sobre Floriano Vieira Peixoto
Cquote1.pngVocê quis dizer: Fullmetal MarshalCquote2.png
Google sobre Floriano Vieira Peixoto
Cquote1.pngVocê quis dizer: SaritaCquote2.png
Google sobre Floriano Vieira Peixoto
Cquote1.png Minha espada é maior que a sua! Cquote2.png
Floriano Peixoto sobre Deodoro da Fonseca
Cquote1.png Daqui não saio, daqui ninguém me tira! Cquote2.png
Floriano Peixoto sobre Revolta da Armada
Cquote1.png Um antecessor nada prudente Cquote2.png
Prudente de Moraes
Cquote1.png C-4,D-7, afundei um encouraçado! Há! Cquote2.png
Floriano Peixoto sobre Revolta da Armada
Cquote1.png Marechal de Ferro?! Espada?! Eu sabia que ele cortava dos dois lados! Cquote2.png
Sulista derrotado sobre Floriano Peixoto
Cquote1.png Filho da puta! Assassino! Cquote2.png
Catarinense derrotado sobre Floriano Peixoto

Floriano Peixoto
Floriano durante sua coroação como Presidente
Ordem 2º Presidente (Brasil)
Período 23 de Novembro de 1891
15 de Novembro de 1894
Vice-Presidente Ele mesmo, seu imbecil
Predecessor Deodoro da Fonseca
Sucessor Prudente de Moraes
Nascimento 1 de abril de 1839
Cabrobró, Paraíba
Falecimento 29 de Junho de 1895
Corno Manso, Rio de Janeiro
Primeira-dama Josina Vieira Peixoto
Profissão Militar
Partido político Nenhum


Floriano Antônio Vieira Istarqui Peixoto (Maceió, 1 de Abril de 1839 — Corno Manso, 29 de Junho de 1895), foi um militar, político, inventor, ditador e jogador de batalha naval brasileiro. Foi o primeiro nº2 da República Brasileira e o 2º Presidente. Ficou conhecido pela alcunha de "Homem de Ferro" ou também como "Iron Marshall", o "Homem de Ferro da armadura cinza".

Tabela de conteúdo

[editar] Biografia

Nascido em Cabrobró, em 1839, como a grande maioria das pessoas da época, ele teve uma infância chata e sem graça em algum lugar emo do país, onde não havia nada para fazer visto que não havia sido inventada a televisão, cinema ou danceterias. Como todo a pessoa nascida nesse período, seus feitos iniciais foram completamente ignorados já que todo o foco ficava destinado as escapadas de D. Pedro I, aos estudos de Javanês de D. Pedro II, ou a reputada feiura das Imperatrizes, sendo que a única cidade que importava era Coruscant Rio de Janeiro, centro do [[Impée tambem foi um filho da mãe kinem sei

[editar] Guerra do Paraguai

Quando mais velho ele serviu na Guerra do Paraguai (e quem não serviu?) onde seu principal passatempo era fazer piadinhas com nome do Conde D'Eu, a barba do Almirante Tamandaré e o cavanhaque do Duque de Caxias.

== Pr-se imperador, pois durante a Guerra do Paraguai, ele tinha sido pego juntamente com os outre foi escolhido como o primeiro vice presuma piadinha sobre franceses e falta de banhos. Após a proclamação elixoto|D. pedro II}}participou do movimento para banir o Bom Velhinho do Brasil, e sua filha, mas o principal motivo era ficar livre do Francês, já que e!|Floriano Pe {{c|Proclpelo Francês enquanto fazia } [Deodoro da Fonseca]],e. m 1889,Floriano tinha pavor dele torna Cquote1.png Lugar de mulher é na cozinha! Cquote2.png
Floriano Peixoto sobre Princesa Isabel
{{c|Sai pra lá gambá!|Floriano Peixoto|Conde D´Eu}ident Eos conspiradores, [erdeu preiboi! Cai fora velhotamação da República == Benjamim Franklin, ele

[editar] Vice Presidência

Floriano não fez muita coisa como vice-presidente, seguindo portanto devidamente as funções do cargo, apenas fica dando declarações sobre taxas de juros, especulações, e cavalos. Durante a maior parte de tempo ficava em seu cabinete jogando batalha naval, o que seria muito util nos dias que estavam por vir.

[editar] Presidência

Presidente Floriano preparando canhão durante a Revolta da Armada

Depois que o desgrenhado do Deodoro saiu da presidência, brigado com Floriano, que havia feito piada da barbona do Deodoro, ele assumiu a chefia. Tratou logo de botar as manguinhas de fora e mostrar para que veio, começava de fato a República da Espada.

[editar] Revolta da Armada

O primeiro grande desafio de Floriano como presidente. Saldanha do Vasco da Gama, estava insatisfeito com o andar do bonde, e como a vida no Brasil era um tédio, resolveu praticar o passatempo preferido da América Latina, rebelião. Floriano entrou na dança e logo os dois começaram uma grande partida de batalha naval, a maior da história do Brasil. Floriano venceu, mas perdeu 2 destroiers, 4 corvetas, 1 encouraçado e 3 fragatas, só não perdeu o porta-aviões pois estes não haviam sido inventados.

[editar] Revolução Federalista

Presidente Floriano Peixoto, segundo charge sulista da época

Vencida a partida de batalha naval, Floriano novamente ficou entediado, quando estourou uma rebelião no sul. Sem ter o que fazer de melhor, o presidente resolveu intervir na briguinha de comadres sulista. Venceu, mas ficou com a reputação marcada pelos constantes ataques dos rebeldes a sua sexualidade. Devido a sua dureza e frieza (ui!) ele ficou conhecido como o "Marechal de Ferro" (ui! ui!)

Cquote1.png Presidente Floriano é macho, tchê! Cquote2.png
Pica-Pau sobre Floriano Peixoto
Cquote1.png Tão macho, que até embaixo de outro macho, tchê! Cquote2.png
Maragato sobre Floriano Peixoto

[editar] Fim da vida

Vencida a última rebelião no sul, Floriano deixou a presidência com a populariedade em baixa, virara motivo de chacota em todo Rio de Janeiro, recolheu-se para sua fazenda onde morreu de desgosto com as piadinhas que faziam com ele, tais como aquelas que ele costumava fazer durante os tempos do império.

[editar] Culto à Floriano

Floriano Peixoto, o "Cara". Essa era uma figura comum nas igrejas florianistas do fim do século XIX

Após sua morte, ele foi apoteotizado e virou um deus para seus seguidores, mas como tudo no Brasil é moda, eventualmente seus seguidores abandonaram seu culto para adorar outros Homens de Ferro, outros paizinhos, pais dos pobres e companheiros.

Precedido por
Deodoro da Fonseca
Ditador do Brasil
1891 - 1894
Sucedido por
Prudente de Moraes


Revolta da Vaci.jpg
História do Brasil: República Velha (1889-1930)

Eventos que você não se lembra porque não era nascido, e quem era está tão esclerosado que também não se lembra
Proclamação da RepúblicaConvenção de ItuCrise de 1929Café com leiteColuna PrestesCrise do EncilhamentoRevolta da VacinaGuerra de CanudosGuerra do Contestado


Presidentes, ditadores, políticos e outros nomes de rua
Deodoro da FonsecaFloriano PeixotoImprudente de MoraesCampos SalesRodrigues AlvesAfonso PenaNilo PeçonhaHermes da FonsecaWashington LuisRui BarbosaOswaldo CruzMarechal Candido Rondon


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas