Floyd Council

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Blues broth 1978.jpg .:: Floyd Council é bluseiro! ::.

Isso explica porque ele faz solos de guitarra de dez minutos.

Com certeza alguma música dele é de autoria de Willie Dixon.

Cquote1.svg Hein?? Que mané Floyd Council, eu vou é ouvir Robert Johnson Cquote2.svg
Qualquer fã de blues sobre Floyd Council
Cquote1.svg Quem são esses babacas? Sejam quem forem, eu quero meus direitos! Cquote2.svg
Floyd Council sobre Pink Floyd
Cquote1.svg Cala a boca velho babão, nem disco gravado você tem! Cquote2.svg
Syd Barrett sobre frase acima

Toda a beleza de Tião Macalé Floyd Council. Imagem proibida em 235 países devido a sua feiúra extrema; supõe-se que esteja enterrada em algum cemitério do interior do Alabama ou do Wyoming que jamais passou pela cabeça do Stephen King

Floyd "Dipper Boy" Council é um suposto músico americano, guitarrista de blues. Sim, suposto, porque a identidade de tal bluseiro é desconhecida até na base de dados da Área 51. Talvez ele seja o primeiro bluseiro invisível da história. Talvez ele seja mais um devaneio da imaginação de Cidão Barreto, que pegou seu nome sem pedir e o colocou no Pink Floyd (talvez o maior feito de Council em toda a sua vida, mais até do que aquela vez em que ele roubou galinhas no quintal do Nhô Lau em 1920).

Carreira[editar]

Carreira?? Esse tal de Floyd Council tem uma carreira???
Floyd Council nasceu em 1811, em um boteco na Carolina Dieckmann do Norte, mais precisamente no banheiro, enquanto sua mãe limpava uma privada. Devido à enorme pressão e as más condições do local, Floyd chorou 5 tons acima do natural, o que determinou o início de sua carreira no blues.

Quando jovem (aposto que você se lembra, não?) gravou umas 27 músicas enquanto a manguaça deixou. No dia de seu primeiro show ao vivo, Floyd sofreu um AVC que fudeu os músculos de sua garganta. Como desgraça pouca é bobagem, ele acabou ficando dependente da Previdência Social. Ao correr para o hospital mais próximo, que ficava a 400 km dali, Floyd sofreu um ataque cardíaco assim que chegou lá, 16 anos depois de partir.

Justamente por isso não existe nenhum trabalho de autoria de Floyd Council, porém existe um CD mais raro que passagem de ônibus pra Puta que Pariu chamado "Carolina Azul" que contém seis músicas que seriam dele. Supõe-se que o erro deva-se ao mixador vagabundo do estúdio que gravou essas músicas achando que se tratavam de composições do B. B. King ou do Muddy Waters.

Floyd no Pink Floyd[editar]

Council continuou no anonimato até o começo dos anos 60, quando o LSD era moda. Um senhor chamado Cidão Barreto criou uma banda de Rock Progressivo com o objetivo de cheirar gatinhos à vontade e ainda chamarem isso de arte, e não é que deu certo? Ele pensou em vários nomes, mas ideias como Sigma 666 e The Abdabdoos eram muito bregas, decidiram pegar um disco de um tal de Blind Boy Fuller (mais um pra você procurar no google, porque eu não faço ideia de quem seja), viram os nomes de Pink Anderson e Floyd Council, formando o nome Pink Floyd de livre tradução para o português: Fluído Rosa.