Foo Fighters

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Foo Fighter)
Ir para: navegação, pesquisa
Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Crystal Clear app kguitar.png

Mark Knopfler deu sua benção a este artigo!

Obrigado! Este artigo se sente mais forte agora :)

Clique aqui para mais abençoados.

Foo Fighters tocando Smells Like Teen Spirit, maior sucesso da banda
Cifras.gif
No acervo de Descifras, há tradução(ões) da(s) música(s) de Foo Fighters,
veja: Descifras:Times Like Thes, Foo Fighters


Cquote1.png Você quis dizer: FUUUUU Fighters Cquote2.png
Google sobre Foo Fighters
Cquote1.png Você quis dizer: Fool Fighters Cquote2.png
Google sobre Foo Fighters
Cquote1.png Você quis dizer: Nirvana Cquote2.png
Google sobre Foo Fighters
Cquote1.png Finalmente eu tenho uma banda só para mim! Cquote2.png
Dave Grohl sobre Foo Fighters
Cquote1.png Não é o que sobrou do nirvana? Cquote2.png
Qualquer um sobre Foo Fighters
Cquote1.png A gente não parece em nada com o Nirvana, viu? Cquote2.png
Dave Grohl sobre Foo Fighters
Cquote1.png É verdade! Tanto que quem toca bateria sou eu! Cquote2.png
Taylor Hawkins sobre Foo Fighters
Cquote1.png Ah, tá... Só porque você quer, seu viado. Cquote2.png
Courtney Love sobre Dave Grohl
Cquote1.png São só balões meteorológicos! Cquote2.png
Governo sobre Foo Fighters
Cquote1.png A melhor musica deles é Smells like teen Spirit! Cquote2.png
Carla Perez sobre Foo Fighters
Cquote1.png Que bom que eles não são emos, porque eu odeio emos! Cquote2.png
Nx Zero sobre Foo Fighters
Cquote1.png NIRVANA!!!!NIRVANA!!!NIRVANA!!!! Cquote2.png
Fãs de Foo Fighters a espera do show começar sobre Foo Fighters
Cquote1.png Dave "gostava" tanto do Kurt que colocou um cara igual ele na bateria Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Foo Fighters

Foo Fighters
Foo fighters medo.jpg
Foos em ação
Origem Fooland
País {{{país}}}
Período {{{período}}}
Gênero(s) Foo rock
Foo pós-grunge
Gravadora(s) Foo Records
Integrante(s) Foo lider
Foo baterista
Foo baixista
Foo guitarrista
Foo ao vivo
Foo tecladista
Ex-integrante(s) {{{exintegrantes}}}
Site oficial {{{site}}}


Exemplo de Foo Fighters

Foo fighters é uma banda de Rock Alternativo/Rock Retardado/pseudo-grungePós-grunge formada na terra do tio Sam pelo ex-baterista do Nirvana que queria se aprofundar mais nas técnicas de luta dos Foos nas suas próprias músicas. A banda já lançou vários discos; alguns eles lançaram do décimo andar do prédio e acertaram algumas pessoas.

O nome vem do período da Segunda Guerra Mundial, onde pilotos de aviões norte-americanos viam rastros de luz no céu durantes os voos de combate e acreditavam que eram OVINs. Dizem eles que conseguiram fazer contato com essas naves e aprenderam com os alienígenas técnicas de combate contra Fools (idiotas em inglês) e por isso se davam tão bem no combate (ou não). Hoje em dia já se sabe que não existia nenhum alienígena lutador, e sim que os pilotos eram chegados a uns bons LSDs, mas a banda mesmo assim adotou o nome por se identificarem: eles, os Fools, lutavam contra a música ruim ou seja, contra eles próprios.

É conhecido por ter várias afiliações incluindo Nirvana, Sunny Day Real Estate, Scream, Them Crooked Vultures e serem amigos de mais de 8 mil drogados artistas e bandas renomadas incluindo Jack Black, Josh Homme, Tenacious D, Motorhead, Jimmy Page, John Paul Jones, Queen, Red Hot Chilli Peppers, Slash, David Bowie, Bruce Springsteen, Eddie Vedder, Paul McCartney, Rush, Michael Jackson, Susan Boyle, Tim Maia, Caetano Veloso, Heitor Villa-Lobos, Tom Jobim, Cássia Eller, Cansei de ser sexy, João Gordo, Skank, Chimbinha (eterno ídolo), Tchuchucão, Avassaladores, NX Zero, RBD, Isa TKM, A Noviça Rebelde, High School Musical, Trilha sonora dos filmes da Disney, Glee, Hairspray, Frank Sinatra, John Travolta, Beethoven, Mozart, Bach, Elvis Presley, Janis Joplin, John Lennon, Jimi Hendrix, Kelly Kay, Lacraiae eu.

Formação e álbum de estréia[editar]

Engenhoca que Dave Grohl utilizou na formação desse álbum

O Nirvana não estava mais satisfazendo (Uii) Dave Grohl, pois não aceitavam tocar suas merdas músicas por ser somente um tocador de triângulo o que deixava ele de revoltz. Com o suicídio de Kurt Cobain Dave deu pulos de alegria ficou seriamente triste (ta, nem tanto) e resolveu criar uma banda. Porém por achar que era fodão falta de integrantes para chamar fez o primeiro ábum sozinho. Com isso tocou todos os instrumentos do álbum incluindo guitarra, baixo, bateria, violão, segunda guitarra, piano, pandorim, flauta doce, vocal, berro, grunhido, chiado do microfone e seu amado triângulo. As músicas do álbum devem ser inspiradas no Kurt, por causa da grande criatividade que é possível ver nas letras. O plano de Grohl de se tornar milionário famoso sozinho acabou entrando pelo cano quando lembrou que não é dava para tocar todos os instrumentos juntos ao vivo. Resolve então chamar uns idiotas quaisquer incluindo Pat Smear e Krist Novoselic.

Ai Dave, seu bobo, para com isso! Eles vão desconfiar...

1-"This Is A Call" - ...Sete dias.

2-"I'll Stick Around" - ft. Courtney Love

3-"Big Me" - David Grohl, o Grande

4-"Alone + Easy Target" - Estou sozinho e sou um alvo fácil para a mídia (tomara que eu não me mate!)

5-"Good Grief" - Boa Grifinória!

6-"Floaty" - Tô Boiando...

7-"Weenie Beenie" - não quer dizer porra nenhuma, é só pra rimar mesmo

8-"Oh, George" - ft. George Foreman Grill, só na PoliFooshop!

9-"For All The Cows" - Por todas as vacas que comi (nos dois sentidos)

10-"X-Static" - Geração X

11-"Wattershed" - SOCOORRO!! EU TO ME AFOG... *glub*

12-"Exhausted" - Ninguém me disse que fazer um álbum sozinho era tão cansativo...

A Cor e a Forma da merda[editar]

A banda no auge da sua produtividade musical

Mesmo depois de contratar os outros idiotas integrantes, Dave Grohl não considerava o baterista bom o bastante para estar na sua banda (na verdade, ninguém era foda o bastante para substituir ele próprio em qualquer instrumento, mas ele conseguia aguentar os outros manetas). Quando as gravações do álbum acabaram ele percebeu que as faixas da bateria estavam todas uma merda (em vez de "tum, tum, tum" tava "tun, tun, tun", assim não dá né?) e resolveu "dar um retoque nas gravações" enquanto o baterista estava viajando, para fazer uma "surpresa" para quando ele voltasse. Isso fez que ninguém precisa saber quem era se emputecesse e saísse da banda (como se ele não fosse ser despedido de qualquer maneira)

Assim Dave Grohl ressuscitou Kurt Cobain com as esferas do drãgao contando que ele fosse seu novo baterista e que ele não pudesse colaborar em nada com a banda, se vingando assim de nunca terem colocado uma musica dele no Nirvana (a não ser Marigold, mas quem se importa?).

Para melhorar a situação, no meio da turnê quando Pat Smear descobriu que agora o Will ficava o dia inteiro em casa jogando pinball no computador, ficou com pena ciúmes dele, pois ele tinha que ficar tocando nas cansativas turnês, indo a festas particulares chatas e tendo que aturar groupies feias. Assim, entre a fama e a cama, escolheu a cama. Foi substituído por um ex-amigo de uma ex-banda do Dave que não era o Nirvana, só para mostrar pro Pat que ele não era o único ex-amigo de uma ex-banda dele.

Só pra não contrariar, Nate Mendel quis sair da banda também quando descobriu que sua banda de faculdade Sunny Day Real Estate tinha voltado. Mas logo depois desistiu quando viu que se saísse do Foo Fighters ele, Realmente, só iria tocar de Dia debaixo de um Sol infernal num lugar de Estado deplorável.

1-"Doll" - Minha querida Barbie

2-"Monkey Wrench" - Até um macaco faz essa música!

3-"Hey, Johnny Park!" - Hey, Johnny Walker, volta aqui... *glup*

4-"My Poor Brain" - Coitado do meu cérebro quando ouço Restart...

5-"Wind Up" - Sopro de vento, ft. Lobo mau

6-"Up In Arms" - Armas pra cima, ft. Rio de Janeiro

7-"My Hero" - Herói, ft. Lindomar

8-"See You" - Te vejo por aí

9-"Enough Space" - Sem espaço, ft. casa do João de Barro

10-"February Stars" - Estrelas do carnaval

11-"Everlong" - Uma eternidade, ft. Aula de história

12-"Walking After You" - Logo atrás de você, ft. Rubinho Barrichello

13-"New Way Home" - Novo caminho pro inferno pra casa

Não Tem Nada a Perder mesmo então bora fazer essa porra[editar]

A banda passava por um sério problema de identificar seus fãs, pois eram facilmente confundidos com fãs Nirvana já que os dois sabiam quem era Dave Grohl. O que diferenciava era que um adorava o Dave e o outro queria a sua morte, o que não era muito legal essa confusão dos dois porque eles nunca sabiam se iam ganhar flores de presente ou um tiro. Assim, resolveram marcar seus fãs, a princípio com ferro quente que nem em suas mães vacas, mas depois desistiram da idéia por descobrirem que podiam ir pra cadeia por causa disso. Então chegaram a conclusão que uma tatuagem era uma solução perfeita e começaram a colocar uma junto com o álbum. Deu muito certo, as pessoas colocavam a tatuagem atrás do pescoço e era facilmente identificável que ela era um fã da banda, até que pessoas com cabelo grande começaram a fazer o mesmo, o que resultou na morte de vários fãs da banda porque os Foos, sem conseguir ver a tatuagem, achavam que eles eram fãs de Nirvana que queriam matá-los e matavam-os antes. Ou seja, no final a banda foi pra cadeia de qualquer maneira.

Na mesma época chegaram à conclusão que estava na hora de dar uma passadinha na terra do pau-brasil (ou seja, a carreira devia estar indo mal). Confirmaram shows, porém quando descobriram que só clientes de uma companhia telefônica poderiam ir cancelaram eles, pois já que não eram dessa companhia não podiam ir, e sem eles não tem como ter shows. Mas por outro lado, confirmaram presença no Rock in Rio III. O trauma foi tanto que nunca mais voltaram no país.

ME DA! ME DA! ME DA! ME DAAA!!

1-"Stacked Actors" - ATORES EMPILHADOS MORRAM FILHOS DA PUTAAAA

2-"Breakout" - cover Miley Cyrus

3-"Learn to Fly" - ft. Boeing 747

4-"Gimme Stitches" - Me dê Stitches

5-"Generator" - EU SOU UM GERADORR, EU SOU UM GERADORRR...

6-"Aurora" - ft. dewgong

7-"Live-In Skin" – Vivendo na pele de um vascaino

8-"Next Year" – Ano que vem passo pra faculdade...

9-"Headwires" - Enforcamento com fios da internet

10-"Ain't It The Life" – Sem vida social

11-"M.I.A" – Merdas Insignificantes Anônimas

Um por Um braço eu corto[editar]

A verdadeira capa do álbum

O álbum é mais um típico álbum foofighteriano, melodias melosas que grudam na cabeça mais que super bonder. Só que houve uma confusão na hora de confeccionar o álbum, pois na mesma hora que a distribuidora estava recebendo CD dos Foos, ela também estava recebendo uma capa do My Chemical Romance e apesar do funcionário estar com total concentração no seu trabalho (lendo a desciclopédia enquanto fofocava com a amiga e trabalhava) acabou trocando as capas dos álbuns e o CD saiu com um coração emo na frente. Isso deixou a banda muito puta pois eles não queriam mostrar que eram emos porque eles não eram emos. Só que acabou que no final eles gostaram, pois conseguiram popularidade pegando carona no movimento emo que estava na moda. Assim milhões de emos, pseudo-emos, wannabe modinha e pessoas que desenham mal se identificaram com a capa, compraram o álbum e ficaram enchendo o saco dos vizinhos com seus chororôs cantando Times Like These.

1-"All My Life" – Toda minha vida fui fudido

2-"Low" – Pra baixo

3-"Have It All" – Pode ficar com tudo

4-"Times Like These" – Em tempos como esse eu me corto

5-"Disenchanted Lullaby" – Conto de ninar emuxox

6-"Tired of You" – Cansado de mim

7-"Halo" – Alô? É do hospício?

8-"Lonely as You" – Sozinho como Adolfinho

9-"Overdrive" – Dirigi bebado demais

10-"Burn Away" – Queimando a rosca

11-"Come Back" – VOLTA PRA MIM!! BUuUuAAaAaAaAaAaAaaA...

Em Seu Horror[editar]

Venham irmãos louvar o Deus Metal!!

Em comemoração de 10 anos de banda eles fazem esse álbum comparando o relacionamento dos integrantes do grupo com um casamento. Aliais, igualmente em um casamento, em uma banda há momentos felizes, tristes, brigas, amantes (projetos paralelos), divisão do dinheiro igualmente (ou não), aturar uns aos outros e íntima relação de amizade (ou não).

parte 1:Casamento

1-"In Your Honor Horror" – Meu Deus como você é feia!

2-"No Way Back" – Fudeu, já estou casando com você

3-"Best of You" – O melhor de você é a sua conta bancária

4-"DOA" – Doe seu dinheiro para mim

5-"Hell" – É pra lá que você vai!

6-"The Last Song" – Cansei de você

7-"Free Me" – ME DEIXE IR EMBORAA

8-"Resolve Revólver" – Melhor me matar

9-"The Deepest Blues Are Black" – Vou criar uma banda de Blues emo

10-"End Over End" – Cansei de você mesmo.


parte 2: Divórcio

1-"Still" – Caralho, ainda vivo contigo

2-"What If I Do?" – E se eu te matar?

3-"Miracle" – Milagre você morreu!

4-"Another Round" – Vou partir para outra

5-"Friend of a Friend" – Peguei sua amiga

6-"Over and Out" – Várias e várias vezes...

7-"On the MendMesa" – Até na mesa!

8-"Virginia Moon" – Você não é virgem nem aqui nem na lua

9-"ColdDayplay in the Sun" – ft. Chris Martin

10-"Razor"– Se depile pelo amor de Deus!

Eco som, som, alô, Silêncio filho da puta!, Paciência pra fazer essa merda & Graças a Deus terminou![editar]

Capa alternativa do single The Pretender

Cquote1.png Esse som é pesaaado. E leve. WTF? Cquote2.png
Pedro Bial sobre Echoes, Silence, Patience & Grace

Devido o sucesso do álbum anterior, onde as turnês do CD1 mostrava um som típico e barulhento da banda a do CD2 mostrava um som mais gay calmo e acústico, agora tinham que se preocupar em fazer um álbum que satisfizesse dois tipos de fãs diferentes: os "ROQUI ANDI ROU PESADUU BRODI, HAIL HAIL HAIL!!" e os "OUNNTIII, QUE MUSICA LIIINDA!! A ORQUESTRA ESTÁ DIVINA *-------------------------*". Assim tentaram fazer um álbum meio pesado, meio gay para deixar todo mundo feliz (obviamente não deu certo, se não não tinha usado o verbo "tentaram")

Nesse álbum Pat Smear percebe que sua grana estava acabando e daqui a pouco teria que começar a trabalhar de verdade que tinha feito merda ao sair da banda e se arrepende. Dave Grohl aceita ele de volta facilmente por causa que o Chris Shiflett é ruim demais da antiga "amizade" deles, o que faz que o Chris fique com ciúmes e ache que vai ser chutado para fora. No final ele não é por causa da grande compaixão de Dave (e em troca de algum "favorzinhos").

1-"The Pretender" – ft. Jim Carrey

2-"Let It Die" – ft. Dercy Gonçalves

3-"Erase/Replace" – ctrl + c, ctrl + v

4-"Long Road to Ruin" – Vai demorar pra gente parar de vender

5-"Come Alive" – Ressucita Kurt!

6-"Stranger Things Have Happened" – Coisas estranhas aconteceram naquele quarto de motel

7-"Cheer Up, BoysGirls (Your Make Up Is Running)" – Minha maquiagem está ruim, vocês estão mais bonitas!

8-"Summer's End" – Fudeu, vou ter que trabalhar!

9-"Ballad of the Beaconsfield Miners"– Balada dos mineiros do chile

10-"Statues" – Estátua!

11-"But, Honestly" – Pra falar a verdade... Eu já dei

12-"Home" – Meu querido barraco do morro

Desperdiçando luz elétrica, somos ricos mesmo![editar]

Foo Fighters durante a gravação do álbum

Foo Fighters estava precisando lançar um álbum muito bom para chamar atenção da mídia depois de tantos anos de vagabundagem de pausa. Para isso se inspiraram no seu melhor disco de estúdio, The Colour and The Shape Nevermind. Chamaram a cambada ex-nirvana toda, Pat Smear voltou a ser membro oficial, sequestraram chamaram Krist Novoselic também, Kurt Cobain saiu do túmulo saiu da bateria pra ir pra guitarra enquanto o Dave voltava para a bateria, reintegrando com a formação original do Foo Fighters do Nirvana (tem diferença?) enquanto Nate e Chris, bem... Ganharam a sua foto na capa do álbum. Tudo tinha que ser perfeitamente igual, gravaram na garagem de Dave (imitando a época que eram pobres e desconhecidos), utilizaram menos aparelhagem de remix, fizeram um trabalho mais pesado e bem trabalhado (e desde quando Nevermind é pesado e bem trabalhado?!!?), ficaram três meses sem tomar banho (para entrar no "clima", é lógico!), utilizaram o mesmo produtor de Nevermind, o mesmo engraxante de sapato de Nevermind, o mesmo maquiador de Nevermind, a mesma mulherzinha do café do Nevermind, até o mesmo bebê de Nevermind (que não é mais um bebê) apareceu, ficou nadando na piscina da casa do Dave (dessa vez com calças, pedido especial da mulher do Dave do Dave).

Ao término das gravações, decidiram lembrar dos velhos tempos e tocaram o maior sucesso do Nirvana, Smells Like Teen Spirit Best Of You. Tocar todos juntos denovo foi estranho, pois foi oficialmente primeiro reencontro do Nirvana (ou deveria ser do Foo Fighters? Agora até eu mesma me confundi...). Fizeram também um documentário para comemorar o aniversário de debutante da banda atrasado, ou pra falar do álbum, ou pra falar do reencontro, ou só pra tirar o dinheiro dos fãs mesmo.

1-"Bridge Burning" - Queimando Brigites. FUJAM BRIGITES!!

2-"Rope" - (Sem) Roupa

3-"Dear Rosemary" - Peguei a Rosemary

4-"White Limo" - Numa Limosine

5-"Arlandria" - Junto com Arlandria

6-"These Days" - Num dia desses eu largo o computador e começo a estudar/trabalhar

7-"Back & Forth" - dar um passo para trás para ir adiante... Ou bater em algo e cair no chão.

8-"A Matter of Time" - Me matei de tanto ouvir "Time"

9-"Miss the Misery" - Perca a miséria e me da dinheiro aí mano!

10-"I Shoud Have Known" - Eu devia saber... você é homem!

11-"Walk" - Saindo do sedentarismo

Sonic correndo pelas Autoestradas[editar]

Algo mais ou menos assim

Depois de todo o trabalho e o sucesso do último disco, os Foo's deram mais um tempinho, segundo eles dizem, pra amadurecer as ideias, mas a essa altura do campeonato, eles não enganavam mais ninguém (quanto à vagabundagem, é bom que se diga). Então Dave resolveu provar que o que dizia era verdade de um jeito diferente: arrumou as malas, botou a cambada toda numa van (incluindo o velhote do Pat Smear, já que o disco anterior fez tanto sucesso que ele resolveu ficar pra ganhar uns trocados a mais) e saiu viajando pelos Esteites, escrevendo e gravando uma música diferente para cada cidade que eles passavam. Talvez até mesmo isso tenha inspirado o título do disco, afinal de contas, entre uma cidade e outra, o motorista corria que nem doido, ou melhor, que nem um certo ouriço azul.

Assim como o anterior, esse disco também veio acompanhado de um documentário, detalhando com um episódio para cada música o passo a passo do processo de gravação, que foi basicamente colocar alguém gravando as músicas na plateia dos bares onde a banda se apresentava, e depois ao chegar em casa juntar tudo numa fita cassete. Justamente por isso - e também, por que não dizer, por preguiça - o disco só tem oito faixas.

1-"Something from Nothing" - Alguma Coisa de Coisa Nenhuma

2-"The Feast and the Famine" - A Festa que dá Fome

3-"Congregation" - Congregação EM NOME DE JESUS!!!

4-"What Did I Do / God As My Witness" - O Que foi que eu fiz? / Deus tá com a Whitney

5-"Outside" - Te Pego Lá Fora (homenagem ao clássico da Sessão da Tarde)

6-"In the Clear" - Celular da Claro

7-"Subterranean" - Metrô subterrâneo (NÃO ME DIGA!!!)

8-"I Am a River" - Eu sou River do Piauí

Ouro dos Tolos[editar]

Alguém conferindo se o ouro é concreto mesmo

Em 2017 a banda se trancafiou no estúdio para lançar seu nono álbum, "Concrete Gold", ou "Ouro dos tolos" como foi traduzido lá na terrinha. Esse disco marcava uma separação bem definitiva do som do Nirvana do qual os Fuus foram órfãos durante ânus e ânus anos e anos e copiava tinha influência de bandas pré-históricas como Fróide Rosa, Zé de Leppelin, Besouros e um som até mais pop e comercial, como diziam os tr00s cabeças de metal do Sleia. Para isso a banda contratou um tecladista (no joke) e participações especiais de ídolos como Justin da Timbalada e Quico. Esse álbum foi gravado com mais esmero, por isso tem mais faixas de trânsito.

1-"T-Shirt" - Camisa. Mais simples que isso impossível

2-"Run" - Mensagem subliminar, ou pode ser uma referência a Valter Branco. O mais legal dessa música é o videoclipe onde os membros aparecem como velhos senis metendo porrada em todo mundo, parece até briga de asilo na fila da sopa. Mais informações abaixo

3-"Make It Right" - Não é isso que você está pensando, é na verdade uma bronca do Dave com o Pat já que por causa da velhice ele errava sempre suas partes, daí o ex-miguxo de Kurt Cobain virou pra ele e falou "Make It Right, modafoca!"

4-"The Sky is a Neighborhood" - WTF?

5-"La Dee Da" - Não falei que copiava tinha influência dos Besouros?

6-"Dirty Water" - Canção que aborda o passado da vida de Dave nos seus tempos grunge, onde ele quase não tomava banho e quando tomava era de bacia com água mal-tratada do esgoto que deixava ele com um fresco odor de gambá e transformava seus cabelos em condomínio de piolhos

7-"Arrows" - Merchan da série de mesmo nome

8-"Happy After Ever (Zero Hour)" - Felizes depois de tudo, êêêêêê!!! (propaganda barata do Jornal de Porto Alegre graças a um contrato firmado pela banda na sua última visita a capital gaúcha)

9-"Sunday Rain" - São Del Rei, música católica em homenagem a esse santo

10-"The Line" - Delay, porque o processo de gravação demorou muito por causa de problemas com os equipamentos de mixagem, tanto que até fizeram uma música só pra ocupar espaço homenageando.

11-"Concrete and Gold" - A faixa-título, não podia faltar não é mesmo? (podia)

Integrantes[editar]

Dave Grohl[editar]

Vote Dave! Ele rouba seu dinheiro mas faz rock!

Dave Grow assim como todo bom vagabundo roqueiro, abandonou a escola e começou a seguir carreira artística (ou seja, começou a tocar nos bares da sua cidade em troca de cerveja e puta de graça). Enquanto estava em turnê com sua banda "O Grito" conheceu a banda dos monges budistas e ficou encantado com seu show muito pacífico e propagador da paz onde o Kurt gemia, quebrava os instrumentos, vomitava em cima deles, quebrava eles denovo, desmaiava em cima deles, acordava, tocava-os, quebrava-os mais uma vez e por fim tinha uma overdose. Assim, quando sua banda acabou queria participar do Nirvana (por quê? Eis a questão). Assim, ligou para um amigo seu que conhecia o Krist e o Kurt (provavelmente outro drogado, para conhecer os dois...) fez um teste para saber se ele usava drogas o bastante para ser do grupo se seu espírito estava ao alcance da banda e passou. Dai começou aquela história que ele queria colocar as músicas dele na banda só que os outros não queriam e bla, bla, bla. Foi aí começou o Foo Fighters, porque o Dave Grohl lançou um fita cassete demo (nossa, isso é velho demais... Você ta velho ein Dave!) com suas música, algumas que depois entrariam para o primeiro álbum do Foo Fighters. Esse cassete se chamava "Relógio da Época da Minha Avó" e usava o username pseudônimo Late!, já que tinha vergonha da sua voz horrorosa (já que acostumado com a voz do Cobain toda voz soa ruim). Daí o Kurt se matou, as pessoas ficaram tristinhas e aquele bla, bla, bla todo denovo, mas a vida continua né. Dave formou a sua própria banda, começou a ganhar mais atenção do que no Nirvana, fez mais álbuns que sua banda antiga, então ficou tudo bem no final... (pelo menos para os Fãs dele, porque os fãs do Nirvana acabaram se matando todos ficando na merda)

Taylor Hawkins[editar]

Ai querida, eu te amo!

Taylor Hawking é o baterista da banda (ou é isso que eles querem que a gente pense), também tem uma bandinha própria, o Taylor Hawkins and the Coattail Riders que porra é essa? O baterista do Nirvana tem uma banda onde o seu baterista tem uma banda!?!? Daqui a pouco os bateristas vão dominar o mundo!. Ele também é conhecido por portar "Tocarbateriasorrindofilia" no seu estágio mais avançado. Você não sabe o que é isso? Então, segue-se aqui um planfleto de prevenção contra a doença um resumo sobre o distúrbio:

A crise se divide em 3 estágios:

  • Estágio inicial: O paciente de vez em quando tem ataques de riso enquanto toca bateria, mas nada que uma boa dose de porradas calmantes e fisioterapia não consigam conter o avançamento da doença.
  • Estágio intermediário: As crises de risos começam a ficar mais constantes, o paciente começa a passar mais tempo com a bateria do que com sua namorada e começa a rir mais quando está tocando sua bateria do que quando está vendo Mr. Beans. Ao chegar nesse estágio a pessoa não mais chances de se recuperar totalmente, mas com muito esforço pode controlá-la e viver como uma pessoa quase normal, porém ficam sempre com restíngios da doença como soltar uma risadinha ao ver uma bateria.
  • Estágio fatal: A crise está em um estado tão avançado que o afetado cria uma relação tão íntima com a sua bateria seu só sente prazer ao toca-la e parar de toca ela por alguns segundos faz seu sorriso de cavalo desaparecer do seu rosto.

MINISTÉRIO DA SAÚDE ADVERTE: O primeiro passo para superar dessa crise é admitir que é um retardado mental que a tem. O segundo é procurar um psiquiatra e para te passar receitas de drogas para se tratar.

Chris Shiflett[editar]

"Como diabos eu fui parar aqui dentro!?!?!?"

Chris Shit era um desconhecido fã dos Foos, quando um dia seu maior sonho foi realizado, Franz Stahl caiu fora e Dave Grohl's Band anunciou uma audiência para tentar achar um novo guitarrista base para ser substituto na turnê dere is nofing lefiti to luse. Chris teve que enfrentar fortes adversários para poder ser escolhido (vide uma vovó gorda e babona, uma pedra e um tocador de viola que entrou no lugar errado sem querer), mas depois de uma boa analisada nos concorrentes, chegaram na conclusão que Chris era a melhor escolha. Mais tarde se arrependeram, deviam ter escolhido a pedra que nessa altitude já tinha entrado para outra banda e estava fazia muito sucesso com seus solos "pesados"... Assim, tiveram que chamar o Chris mesmo para ser o membro oficial. A sua presença no Foo Fighters contribuiu muito para o aumento do seu nível de popularidade, tornando-se agora um desconhecido guitarrista do Foo Fighters.

Ele também possui vários projetos paralelos que não vou citar por não ter nenhuma importância, já que só ele mesmo sabe quais são e porque essa secção já está muito grande para alguém tão coadjuvante.

Nate Mendel[editar]

Saindo agora um Nate Mendel com fritas sem pickles!

Nate Mongol, o baixista. Ele é uma lenda do rock, literalmente. As pessoas dizem que ele está no Foo Fighters desde sua formação, mas ninguém sabe se ele realmente existe. Sua lenda conta que Dave Grohl foi amaldiçoado por um fã de Nirvana fanático que acreditava que Dave estava traindo o movimento grunge, véio e toda noite sua alma era dividida entre os instrumentos que sabia tocar. Ou seja, aparecia infinitos Daves, já que ele sabe tocar tudo aparecia um Dave guitarrista, um Dave baterista e um Dave baixista. Para reverter essa maldição ele tinha que fazer do Foo Fighters um novo Nirvana, assim contratou Tawlor Hawkins para ser o novo Kurt Cobain e tentou chamar Krist Novoselic também, mas ele não aceitou porque agora ia virar político para melhorar a vida da sua família população. Assim, a maldição foi parcialmente revertida, onde o Dave guitarrista e baterista voltaram a ser um só, porém o Dave baixista continuava separado. Como os shows são a noite, é possível ver uma parte do Dave tocando baixo, e para as pessoas não ficarem com medo, decidiram falar que era outra pessoa.

Mas ninguém nunca conseguiu comprovar essa informação. Também ninguém se deu o trabalho de procurar saber se ele existia de manhã, lógico. Só que há mais chances que ele seja um holograma que eles colocam nos shows só pra dizer que eles tem um baixista, já que não faz nenhuma diferença para a banda ter um baixista ou não porque nenhum ignorante sabe identificar se o som do baixo realmente aparece.

Pat Smear[editar]

Pat tocando ao lado de seu irmão e ídolo

Pato Smear teve uma infância pertubada, pois por mais que tentasse era sempre superado pelo seu irmão mais velho, o poderoso Chimbinha, que era sempre o mais popular, o mais querido entre os fãs, entre os professores e entre os pais (o que fazia ele ganhar sempre os melhores presentes de natal). Quando cresceu, entrou para o mundo da música tentando seguir seus próprios passos, porém comparações com o seu irmão eram inevitáveis, principalmente sobre nunca conseguir superar os seus solos de guitarra destruidores de ouvidos do grande mestre Chimbinha. Traumatizado assim, passou a vida participando como membro secundário de bandas, a fim de não chamar muita atenção e esconder a sua inferioridade em relação ao seu próprio irmão.

Sempre foi da formação original da banda, apesar de há quem duvide. Isso porque ele já fez papel de tudo quanto é coisa, já foi guitarrista ao vivo dos maconheiros (não, isso ele ainda é) nirvaneiros, segundo guitarrista dos Foos e depois rebaixado quando o Chris Shiflett entrou pra banda. Assim, por um bom tempo pareceu que tinha desaparecido da banda porque ficou somente com tarefas do tipo trabalhar com a manutenção do sistema de som do palco, controlar o sistema de luzes e efeitos especiais ou até servir cafezinho para a banda. Até que um dia perceberam que ele era terrível como organizador de shows e seu café era aguado que podiam aproveitar bem mais o talento de Pat e assim o chamaram para ser o guitarrista ao vivo da banda. A pouco tempo voltou a ser chamado de membro oficial, boatos falam que por pressão do mestre Chimbinha, que não queria ver seu irmão mais se escondendo por sua causa.

Clipes[editar]

Apesar de um video nunca ser igual a outro, existem certas características podem ser encontradas em todos eles: a seriedade, a normalidade, a copiação e a chatisse.

I'll Stick Around[editar]

Um vídeo único. Muito estranho onde mostra a banda tocando (até agora nenhuma novidade) e o Dave que nem um retardado (cadê a novidade?) pulando (ata, agora faz sentido!). No vídeo a banda aparece vestidos de médicos tentando combater um vírus (provavelmente do computador deles, é isso que da baixar tantos vídeos pornográficos tantas músicas piratas). Como não queriam chamar um técnico de informática, por ter raiva de nerds que roubam seu dinheiro, decidiram eles próprios limparem o computador. Mas como eles iriam concertar o computador se não eram nerds? Tentam assim virar nerds jogando xadrez, o que não deu muito certo, pois Dave ficou com muita fome e acabou comendo as peças. Sem conseguir virar nerds tentam limpar o PC com pasta de dente (eles podem não tomar banho por serem ex-grunges, mas isso não quer dizer que não tenham uma boa saúde dentária...). Mas como não tinham uma escova de dente usaram uma faca, o que não deu certo denovo porque depois de limpar o computador, para não jogar a pasta de dente que sobrou fora, resolveram escovar os dentes com a faca trazendo assim as tendências emos para a banda. No final o vírus explode, então podemos chegar a conclusão que eles acabaram com o vírus e com o computador junto.

Big Me[editar]

*Foo Fighters não inclusos

A banda chegou a conclusão que não alcançariam o sucesso sem ajudas extras, e nada como uma boa bala de menta para drogar seus fãs para eles acharem que sua música é boa para deixar seus fãs felizes! Na propaganda No clipe da música a Mentos Footos resolve todos os seus problemas, desde tirar o carro do filho da puta que imprensou o seu carro, entrar dentro de uma limousine e participar de um show do Foo Fighters entrando no palco de penetra. E no final todo mundo fica feliz! (por mais que eles façam sorrisos medonhos, a intenção era mostrar que eles ficam felizes com a bala... ou que eles ficam sorrindo por outros motivos)

Everlong[editar]

Taylor revelando seu eu interior

No clipe Dave é casado com Taylor (peraí, eles não são na vida real!?!?) e sonha que é um panque roquer cafona numa festinha cafona, onde bandidos cafonas tentam roubar sua mulher cafona (a.k.a Taylor). Assim, ele fica com tanta raiva que suas mãos ficam inchadas (alergia a raiva? Ou deveria ser alergia a cafonisse?) e consegue espancar os bandidos que evaporam (?!?!). Enquanto isso, sua mulher sonha que enquanto o Dave foi para o bosque enquanto seu lobo não vem catar gravetos, os mesmos bandidos do sonho do Dave ressuscitam e tentam invadir a sua casa. Nesse meio tempo Dave recebe uma ligação no sonho, que na verdade o telefone de verdade estava tocando. Quando ele volta a dormir, ele entra dentro do sonho de sua mulher e com dois pedaços de pau (que isso Dave...) cria um nunchuck, que nem sei pra quê serviu, pois sua mão superpoderosa mata os bandidos denovo. Após eles acordarem você acha que o clipe vai finalmente acabar, mas nãão, aparece os bandidos denovo no quarto deles que tiram sua "pele" e de lá sai o Pat e o Nate. O Taylor vira homem (finalmente ein) e daí a banda começa a tocar, só pra não quebrar o costume de todos os clipe, e aparece uns efeitos meio dorgas.

Learn to Fly[editar]

Como você sou lindo!

Jack Brother, com disfarce de mecânico, estava traficando maconha dentro do avião. Porém quando o Dave Gay estava checando o avião para o vôo Jack escondeu a maconha dentro da cafeteira. Assim, Dave Gay e Travesti Hawkins começaram a deixar os passageiros entrarem, incluindo o Dave Gorda, o Nerd Mendel, o Dave Grohl e o Nate Mendel. Entra também Dave Girl que fica exitada quando vê o Dave Grohl e pede um autógrafo para ele (só ele para gostar dele mesmo, pqp...). Porém, Nate fez café com a maconha dentro, o que deixa todo mundo doidão incluindo o Dave, Taylor e Nate Pilotos que começam a ver Daves Voadores. O futuro dos passageiros ficou nas mãos da banda, os únicos que não beberam o café maconhado por estarem bebendo pinga. Ou seja, todo mundo morreu eles aprenderam a pilotar e conseguiram fazer o avião pousar. No final, Jack Brother e seu comparsa são presos pelo Dave Guarda. Como você deve ter percebido há uma grande quantidade de atores que foram contratados para participar do clipe com a intensão das pessoas não ficarem enjoadas de ver a banda em todo vídeo. E deu muito certo, ou não.

Breakout[editar]

Dave Grohl por algum motivo vira um nerd desajeitado, deve ter parado com as dorgas e começado a estudar (acho que não ein). Ele leva a sua piriguete para ver um filme ao ar livre dentro de seu carro, quase mata o cachorro dela, destrói seu jardim, tenta fazer gracinha e falha completamente, é trollado pelos outros integrantes da banda que pegam carona no seu carro e ainda sujam ele todo de molho (revanche de serem submissos na banda, bem feito Dave) e ainda é cornado por um anão com uma pipoca (são uma delícia mesmo esses anões, quer dizer, essas pipocas...). Sabendo disso, ele vira o Hulk fica furioso e começa a armar barraco gritando que nem uma mulher na TMP, e de nerd vira o Dave roqueiro e burrinho que conhecemos. Daí vem a típica cena da banda tocando, e o pessoal todo que tava vendo filme fica curtindo o som (a.k.a pulando que nem retardados) e a piriguete resolve dar bola pro Dave. Lição do dia: nerds são forever alones.

Next Year[editar]

Vei, que parada maneira, eu to voando sem usar alucinógenos!!

Se você acha que o primeiro homem a pousar na lua foi Neil Armstrong, o Estados Unidos deu um caô em você. Esse vídeo é uma prova que Dave Grohl e sua banda na nave Foo Fighters foram realmente os primeiros a pousar na lua. Além de realizar esse fato eles superaram o Muse e destruiram seu sonho de ser a primeira banda a tocar no espaço.. Superou até o MacGyver ao fazerem a primeira gambiarra no espaço ao concertar a máquina que estava soltando fumaça com fita isolante. A razão dos EUA terem encoberto esse fato foi porque ao chegarem na lua ao invés deles pregarem a bandeira dos Estados Unidos, eles colocaram a bandeira dos Foos que poderia ser confundida com a da URSS por ser vermelha. Então com photoshop modificaram todas as imagens colocando a cara do Neil e sumiram com as gravações originais trollando a banda.

Long Road To Ruin[editar]

Cuidado dondoca, seu queixo está caindo!

Mais um clipe-curta metragem zoado e escroto, sabe, só pra quebrar a rotina de fazer clipes-curta metragens zoados e escrotos. Dave Grohl Davy Grolton, Taylor Hawkins Ty Hawkstone, Chris Shiflett Christopher Mishomotohama e Nate Mendel Ned Bender são vagabundos (ah não, isso eles já são) atores e fazem juntos uma série de médicos onde Dave Davy é Dr. Hansom Davidoff, um médico histérico que caiu na porrada com o enfermeiro e saiu chorando para tentar pegar a gata da mãe do seu paciente, mas ela recusou porque ele parecia um emo. Tentou denovo, o que deu certo até ele bater no marido/assaltante/ninguém de útil e acertar a mulher, que começou a achar ele um emo idiota (note o pleonasmo nessa frase). Percebendo que sua vida de ator era um fracasso, porque ele não atuava direito e nem pegava a mulher, resolveu virar astro do pop e com sua banda Davy Grolton Band conquistou legiões de gurias retardadas. Porém a mulher percebeu que ele estava mais babaca do que antes, virando agora um emo idiota babaca (continuam os pleonasmos...) e caiu fora. Forever alone, ele sai correndo atrás dela com seu carro que em alta velocidade cai do penhasco e explode, o que é uma pena, pois o carro não merecia esse destino cruel...

White Limo[editar]

Ta beleza molecada?

Nate Mendel da uma de brasileiro pobre que nunca viu uma limousine e se joga na frente dela porque se ele morresse, pelo menos sua família iria ganhar indenização. Mas ele não morreuCquote1.png AHHHNN, que merda! Agora vamos morrer de fome a ainda teremos que aguentar esse mala! Cquote2.png Família do Nate sobre sua morte. Porém, para o motorista não ser processado, ele deixou o Nate entrar na Limo. Assim como todo brasileiro pobre, chamou seus amigos pobres para fuderem se divertirem no carro com ele. Entra então os caipiras Chris, Taylor e Dave, que no dia estava quebrando um galho como segurança. Depois o motorista para na esquina para comprar drogas com o chefe do tráfico Manolo Pat, e como ele era amigo dos outros (como bons pobres eles são amigos de traficante também) deixa ele entrar para suruba festinha na Limo. No meio do nada aparece também uma mulher com a banda no fundo (eu sei que você nem tinha percebido que a banda estava tocando atrás...). Dave grita por aproximadamente toda a música 1 minuto e depois vira um Super-Saiajyn. No final, todo mundo cai de bêbado, o motorista pega a gata e o carro cai do penhasco... Peraí, Déjà vu!

Run[editar]

A banda daqui a uns 50 anos. Profético.

O mais novo clipe da banda, e um dos mais simples: gravado no futuro, mostra que a banda, ainda liderada por Dave Gandalf, vai continuar na ativa, tocando em asilos. A música deles acaba tendo o poder de revitalizar os velhinhos do local, fazendo com que eles se revoltem contra os enfermeiros cuja única função é mantê-los anestesiados à base de remédios. Chegando no final, depois de ter começado todo o furdunço, a velharada toda foge do asilo, roubando o carro de uns maconheiros e aproveitando pra dar uns tapas na pantera. E no finalzinho tem até um número de dança com alguns dos velhotes. Sim, sabemos que não tem muita coisa pra se falar a respeito desse clipe, mas como dissemos, é uma das ideias mais simples que eles já tiveram.

Ver Também[editar]