Formigueiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Aaaauuuuuuaaaaaahhhrrrrrrgggghhhaaaaaaaa!!! Cquote2.png
Você bem controlado e discreto, ao descobrir que pisou em um formigueiro.

Cquote1.png Um invasor! Cquote2.png

Cquote1.png Que p#*..! Cquote2.png
Formiga sobre Urbanização dos humanos.

Formigueiro se trata da única sociedade conhecida que é totalmente organizada, quem chega perto disso é apenas a sociedade chamada de colmeia, de modo que, uma sessão no artigo formiga não é o suficiente para mostrar todo magnificência(se escrevi errado edite para corrigir), da morada e ao mesmo tempo local de trampo das formigas... se bem que elas trampam em qualquer lugar, já você costuma também dormir em qualquer lugar, inclusive na casa daquele seu amigo que quer comer seu buraquinho...

Buraquinhos[editar]

Falando em buraquinhos, as formigas tem uma grande habilidade que é cavar buraquinhos, cada uma delas sozinha consegue fazer um túnel melhor do que a estação de metrô e sem destoar do restante do formigueiro, não fica nada nem lugar inadequado dentro do formigueiro, mas diferente dos cupins, elas não estragam madeira, na verdade elas recolhem tudo que é porcaria e comem tudo que é orgânico e já morreu... adivinha pra onde vai a maior parte dos cadáveres e outras coisas que somem rapidamente quando as formigas passam? Dentro do formigueiro, claro e quando não serve de alimento, alguma seventia elas acham, pode servir até de viga, mas nem pense em algo macabro, fica tudo bonitinho, nem perece que o material era coisa do tipo um defunto.

E o defunto de tudo que é animal vai parar no formigueiro e ele continua limpinho e organizado. Outra coisa impressionante é a forma como elas reconstroem rapidamente os formigueiros em caso de algum malvado o destruir, coisa em que os humanos demoram demais para se recuperar e, ainda que as formigas não o fazem em qualquer lugar, mas como não existe lugar com por cento seguro, como nós humanos estamos descobrindo desde que o primeiro humano existe, os acidentes são inevitáveis.


Material[editar]

Praticamente tudo é aproveitado nos formigueiros e na costrução não é diferente, elas conseguem uma solidez fora do comum se levarmos em consideração o tamanho das bichinhas, e andam com segurança nem se trombam umas nas outras, isso mesmo: Ninguém passa a tromba em ninguém, isso porque o senso é bem aguçado nas formigas, e no formigueiro não tem nada disso.

A forma do formigueiro é aquela montanha exuberante que lembra o Everest ou outro desse nipe, é uma moradia de deuses e se desconfia mesmo por causa da precisão dos formigueiros, que deus é uma espécie de formiga feita a imagem e semelhança do homem... desconsidere a bobagem, é exagero: deus jamai seria feito a imagem e semelhança do homem, muito menos o contrário. Mas se desconfia também que as formigas não são louva-a-deus, mas tem sua forma de devoção em locais especiais no interior dos formigueiros, porém sem serem necessariamente igrejas, para não correr o risco de ter formiga no estilo pedir mais cedo, pois se uma formiga resolver ser algo assim, teria o triplo de perigo pelo jeito como elas costumam agir de forma precisa.

O formigueiro não serve para isso, embora também seja um excelente depósito: Nada se estraga, mesmo o que já for estragado, ou seja, até você seria bem aproveitado. Falando em você é uma grande ofensa quando chamam o aglomerado de pessoas indo pra lá e pra cá de formigeiro, pois ao contrário disso, não tem nada daquela balbúrdia feita de qualquer jeito, as formiguinhas só não se ofendem porque não ligam pra essas coisas. Falando em ligar elas nem precisam de satélite e todos esses aparatos pois suas anteninhas já descobrem tudo que há de mais interessante ao redor e se comunicam melhor do com a fala, suas antenas dão inveja em muitos fofoqueiros humanos.

Diálogo no formigueiro[editar]

As conversas no formigueiro são tããããããããooo... chiques, tão sofisticadas, de uma forma que os seres humanos sonham apenas, e nem adianta ter muita grana, nem adianta ser de família tradicional, pois não deixa de ser um primata, macaco imprestável e mal educado, e morra de inveja, pois no caso das formigas, elas sequer precisam educar as formiguinhas, elas praticamente nascem sabendo e sabem tudo que precisam fazer para manter o formigueiro decente em todos os sentidos: O acasalamento de formigas é uma poesia...

Por causa disso tudo, o diálogo no formigueiro é algo sutilíssimo, nada de lave a bunda direito, faça a lição, limpe essa chiqueiro de quarto, está me traindo sua vadia, parem de brigar... Nada disso, palavrões muito menos, fofoca não existe também, elas intuem muito e as informações realmente úteis são passadas pelas anteninhas possantes. As formigas-rainha, mães de todo mundo no formigueiro, JAMAIS escutam alguma má-criação, mesmo sendo férteis e voando por aí atrás de macho para se fecundar.