Forquilhinha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Forquilhinha é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Como conseguiu internet nesse buraco?

Sciences de la terre.svg.png
NovoWikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Forquilhinha.
Forquilhinha A Bolívia Paulista e Princesa da Cocaína
Bandeira.jpg
Bandeira
Coca Libertas
Hino "Arroz, Oh Arroz!"
Local link={{{3}}} Santa Catarina
Interior de Santa Catarina
Idioma No diminutivo
Geografia
Clima Friozinho
Locais de referência Casas de Tiro (Cocaínodromo), Spas
Economia Tráfico de Drogas e Lavagem de dinheido
Produtos exportados caqui e coca
Política
Governo
Nuvola apps core.png
PT
Atual prefeito
Nuvola apps core.png
Zé Roberto Mazzaropi PMDB
Vice-prefeito
Nuvola apps core.png
Zé Lelé PV
Mídia
Cidadãos ilustres
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Adriane Galisteu
Esporte símbolo Bocha
Santo local Santo Expedito


Cquote1.png Qual teu sobrenome? Cquote2.png
Forquilhiense querendo saber os atributos financeiros de um pretendente
Cquote1.png Experimente também: Forca Pequena Cquote2.png
Sugestão do Google para Forquilhinha
Cquote1.png Você quis dizer: Acre? Cquote2.png
Google sobre Forquilhinha
Cquote1.png Você quis dizer: Deserto? Cquote2.png
Google sobre Forquilhinha
Cquote1.png Você quis dizer: Florianópolis? Cquote2.png
Google sobre Forquilhinha
Cquote1.png Nunca vi mesmo!. Cquote2.png
Stive Onde? sobre Forquilhinha
Cquote1.png Já passei por lá.... Cquote2.png
Furacão Catarina sobre Forquilhinha
Cquote1.png Gurizada do capeta!. Cquote2.png
Wandeka sobre as crianças de Forquilhinha
Cquote1.png Forqui o que? Cquote2.png
Pessoa normal sobre Forquilhinha
Cquote1.png Excelente lugar para fazer a gravação de nosso filme! Cquote2.png
Diretor de Resident Evil sobre a cidade aos fins de semana.


Forquilhinha é uma cidadezinha do interior de Santa Catarina, daquelas que de tão pequenas que foi extirpada do meio da Mata Atlântica por alemães oriundos de algum lugar no interior da província alemã de Santa Catarina. Continua a lenda dizendo que esses alemães de Santa Catarina eram todos de origem genuinamente germânica de algum país germânico da Zooropa.

Ao que tudo indica eles estavam passando fome em algum canto de Santa Catarina conhecido por Zão Mhartiño, próximo ao que hoje se chama cidade de Tubarão, onde nem existe peixe.

É uma "cidade", se é que podemos chamar isso de cidade, no sul da bela e Santa Catarina, perto de onde Judas perdeu a outra bota, entre aquele lugar que você não se lembra e aquele que você não sabe onde fica.

Objeto louvado pelos cidadãos da cidade.

Origem

Quando os imigrantes chegaram no meio da Mata Atlântica resolveram criar uma nova cidade, que ainda hoje está a crescer numa média de 8% por mês. É a nova China na América!

Como toda cidade colonizada por alemães, as belezas femininas sempre são as de origem mestiças, ou melhor dizendo, brasilianas.

Bruce Campbell apareceu uma vez por aqui, estava gripado e ao espirrar fez tremer todo o chão da região.

Mas a cidadezinha pequeninha não é tão desconhecida. A mãe da pastoral da criança nasceu aqui e aqui aprendeu com os índios que ainda restavam como salvar as crianças alemãs e italianas e polonesas e russas da desnutrição causada pela Segunda Guerra Mundial Brasileira.

Turismo

Acontece um festinha na cidade a cada dois anos, chamada "Festa das Origens", ou HEIMATFEST, onde há desfiles etílicos, ou étnicos, ou técnicos. Muitos moradores de outras origens na cidade questionam porquê o nome da festa é em alemão, e não uma mistura de italiano com guarani, português, miguxês e outros dialetinhos de origem duvidosa.


Outras Curiosidades

Centro da cidade em seu horário de pico, ou seja, aos fins de semana.

Também é conhecida como a cidade apenas para trabalhar, pois apenas em horário comercial podemos ver algumas almas vivas, mas se quiseres ver alguma alma morta, é só ir até a residência da dona Juruna Cumca Peta, e por favor, ligue para marca sua hora.

Caracteriza-se pelo povo hostil e misterioso(?) colonizada por alemão do vermelho. O povo trabalha que nem cavalo a semana intera e final de semana desaparece misteriosamente, e até hoje absolutamente ninguém sabe onde toda essa gente esquisita vai aos fins de semana, o que gera boatos de que os trabalhadores são enviados do satã que tem a cidade como seu centro comercial, depois do Rio de Janeiro.

Figuras excêntricas e inesquecíveis como Brandina e Sete Curvas povoam o imaginário do povo forquilhiense. Diz-se que ainda é possivel escutar o Sete Curvas correndo atrás de guri pelo grande centro de Forquilhinha. A Brandina continua com seu saco de crianças mijando pelas ruas da cidade.

Existem vários lugares para ir, como uma academia para velhos, uma quadra de basquete do tamanho de um banheiro de pobre, algo que não dá para saber se é uma piscina ou um campo de futebol, e o grande point da cidade, o local onde todo mundo da cidade se encontra, ou pelo menos os que sobram nela aos fins de semana, o point de encontro dos jovens, adultos e crianças, uma pequena lanchonete que eu não me lembro o nome, onde podemos comer [[WTF?|X-(hoooooh)], e nao menos importante, um dos melhores pontos para quem gosta de fumar um beck é a escadaria da igreja, aonde você pode encontrar uma variedade quase infinita de drogas.

No meio ambiente local, percebemos, ou não, plantações e plantações de arroz e milho, além de alguns pés de catchup, umas árvores de pamonha e algumas fábricas de fazer xarope contra a Dengue.

As indústrias locais (zonas de tortura e escravidão) são todas matadouros de galinhas, deixando um agradável cheiro de merda e tripa podre de galinha pela ar.

Centro Administrativo da cidade, se você não entendeu, Prefeitura.

Socialmente e "dinheirinamente", 25% da comunidade é composta de pessoas podres de ricas, 25% de pessoas que se acham ricas, 25% playboizinhos babaquinhas e o restante pessoas muito estranhas e feias além do normal, os chamados Zumbis.

Ver Também