Fortaleza de Suomenlinna

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Finland-Flag.jpg

SUOMEN SIVU! Estte ärttigö é suomolainen!

Ele joga hökkei, frekkuentta saunas, chuppa salmiakki, usa o mesmo jino dos esttönjanos, louva Heävy Mettal e dettestta huusos! Näo vandaliize, ou te faremos se suycidäär!
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Fortaleza de Suomenlinna é uma fortaleza abandonada localizada emuma posição privilegiada, de frente para a praia. Como esse forte foi feito antigamente e hoje ele é uma porcaria para os exércitos modernos, ele foi transformado em patrimônio mundial. Suomenlinna é muito famosa entre os turistas, que tentam roubar as pedras que compoem o muro para as venderem e pagarem a passagem de volta.

A fortaleza, uma obra muito complexa, feita por um simples muro em frente à praia.

Os moradores locais també visitam Suomenlinna, e usam sua área para brincar com os canhões que ainda funcionam. Essas brincadeiras se baseam em atirar bolas de ferro em quem estiver por perto. Uma brincadeira muito segura, que levou apenas 300 pessoas para o hospital, sendo que pouco mais de 200 pessoas morreram. A Fortaleza de Suomenlinna é um muro feito na beira da praia, e só. Pode ser tosco, mas é melhor do que nada.

História[editar]

A fortaleza foi construída pelos suecos para que eles se protejam da Rússia. Os suecos na época anexaram a Finlândia para que seu país ficasse mais na frente no ranking de países com maior área. A Rússia já liderava esse ranking, mas queria confirmar essa posição anexando a Finlândia, que tinha o exército tão fraco que seus soldados eram armados com bolas de neve e pedras de gelo para arremessar nos inimigos.

A Suécia na época não tinha dinheiro para construir uma fortaleza decente, então eles fizeram um muro de frente para uma praia finlandesa, colocaram uns fogos de artifíco (para servir como canhões) e chamaram aquilo de fortaleza. Aquilo parecia que não ajudava em nada a proteger a região, mas a fortaleza era muito eficiente. A única forma de invadir a Finlândia é por mar, já que por terra o exército se perde no meio de tanta neve e gelo.

Quando os inimigos chegavam por lá, eles não conseguiam pular o muro, porque naquele tempo os humanos não sabiam a técnica usada para escalar muros. Os adversários também podiam invadir a parte do litoral longe da fortaleza, mas o mar fica congelado por todo o ano, impedindo o desembarque. Também não dava para incadir o país de avião, porque o clima sempre é alguma tempestade de neve. No final, os russos pensaram melhor e não atacaram a Finlândia, pois naquele tempo o lugar só se resumia a gelo e florestas