Fotbal Club Viitorul Constanța

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Fotbal Club Viitorul Constanța
Escudo do Viitorul Constanța.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Fotbal Club Vitrola Constanțe
Origem Bandeira da Romênia Romênia - Ovidiu
Apelidos Time do Gheorghe Hagi
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Gheorghe Hagi
Torcedor Ilustre Gheorghe Hagi
Estádio Estádio Oral Censurado
Capacidade
Sede
Presidente Gheorghe Hagi
Coisas do Time
Treinador Gheorghe Hagi
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Gheorghe Hagi
Patrocinador Gheorghe Hagi
Time
Material Esportivo Gheorghe Hagi
Liga Campeonato Romeno
Divisão Liga I
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Fotbal Club Viitorul Constanța é um projeto de time de futebol da Romênia, primeiro time do județ de Constanţa (espécie de Acre da Romênia) que jogou uma primeira divisão do seu país, inclusive ganhando em 2017.

História[editar]

Fundação[editar]

Equipe fundada em 2009 pelo lendário Gheorghe Hagi, o único jogador de futebol da história da Romênia que pode ser considerado como "bom", e portanto bem respeitado. Hagi que sempre foi conhecido por sua excentricidades, resolveu ir para um local bem isolado para criar seu time de futebol, para criá-lo num local extremamente improvável, escolhendo assim o vilarejo de Ovidiu para fundar sua equipe, um pequeno núcleo urbano de 12.000 habitantes onde Hagi planejava reunir garotinhos para salvá-los da pedofilia. O local isolado era também propício para que os jogadores jogassem o pior possível de modo a não serem julgados por nenhuma numerosa torcida, mas sim incentivados por uma pequena torcida que não ligaria se o time fosse ruim assim.

Estreou na Liga III, então pior divisão possível da Romênia. Como Hagi tinha consigo a fórmula secreta da Água de Fiji, ele tonificou seus jogadores que logo na estreia em competições chegou na final da terceira divisão de 2009-10, derrotando coincidentemente o CSO Ovidiu, um time minúsculo da mesma cidade. Mas esse tão horrível que nem deu para se criar uma rivalidade.

Ascensão[editar]

Após uma estadia na Liga II pela temporada de 2010-11 onde ficou a fazer porra nenhuma, cumprir tabela e fazer o que posteriormente viria a tornar-se sua marca: fugir do rebaixamento, na temporada de 2011–12 esforçou-se um pouco mais e arrancou um vice, conseguindo ir para a primeira divisão.

Pela temporada de 2012-13 faz a sua estreia na primeira divisão romena, torneio no qual se dedicaria a ficar vendo o Steaua București ser campeão enquanto passaria o resto do ano brigando para não rebaixar. Em 2013, 2014, 2015 e 2016, sempre terminou a menos de 2 pontos da zona de rebaixamento, gostando dessa sensação de viver perigosamente, já que ser campeão parecia inviável para trazer alguma emoção aos pouquíssimos torcedores do clube.

Campeonato romeno 2016-17[editar]

O auge do clube veio no campeonato romeno de 2016-17, quando fica comprovado a decadência e a falência do outrora respeitado futebol romeno. O Viitorul foi campeão nacional mesmo perdendo duas vezes para o Steaua, mas os outros times estavam tão na merda que foi fácil para o Viitorul ser campeão. Hagi era só o presidente, mas os adversários acharam que o Viitorul contava com Hagi como atacante, e jovem após regressar no tempo, só isso para explicar tanto respeito ao Viitorul e tantas derrotas dos adversários.

Torcida[editar]

Por ser um clube novo e localizado no meio do nada (Ovidiu), possui uma pequena torcida que há 10 anos atrás nem sabia que futebol existia, camponeses que hoje tem em seu time de futebol algo para competir contra o domínio da capital Bucareste.

Títulos[editar]