Frank Zappa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bebê tocando guitarra.jpg Este artigo é sobre um GUITARRISTA!

Ele idolatra e toca Rock como se sua vida dependesse disso e tem a maior facilidade em reproduzir riffs alheios.

Emblem-sound.svg.png Frank Zappa
Zappa 1.JPG
Frank Zappa, um homem culto e bem-educado.
Nome Frank Vincent Zappa
Origem Céu Baltimore,
Bandeira dos Estados Unidos Estados Unidos
Sexo Não tinha tempo pra isso.
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
Guitarra, baixo, bateria, voz, marimba, synclavier (WTF?) e todos os outros já inventados pelo homem
Gênero Inclassificável
Influências Stravinsky
Nível de Habilidade Alto Deus
Aparência Narigudo e charmoso
Plásticas Nenhuma
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Colocar nomes estranhos nos filhos
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Gail Zappa

Cquote1.png Você quis dizer: Borat? Cquote2.png
Google sobre Frank Zappa
Cquote1.png Chame-os pelo nome! Cquote2.png
Frank Zappa sobre Vegetais
Cquote1.png Who you jivin' with that Cosmik Debris? Cquote2.png
Frank Zappa sobre The Mystery Man
Cquote1.png Um grande parceiro. Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Frank Zappa
Cquote1.png Um grande parceiro porque musicou um monte de letras minhas!! Não vão pensar bobagem, hein, hein?? Cquote2.png
Oscar Wilde sobre sua citação anterior
Cquote1.png He's so gay... He's very, very gay... He's so gaaaaayy Cquote2.png
Frank Zappa sobre Oscar Wilde
Cquote1.png Why does it hurt when I pee??? Cquote2.png
Frank Zappa sobre sua possível doença urológica
Cquote1.png My balls seems like a pair of maracaaaas Cquote2.png
Zappa confirmando sua DST
Cquote1.png Ele é nosso ídolo, mas nós somos melhores! Cquote2.png
Dream Theater sobre Frank Zappa
Cquote1.png Jazz is not dead and just smells funny!! Cquote2.png
Zappa sobre dança da Macumba no Bebop Tango
Cquote1.png Thank you, my master... Cquote2.png
Steve Vai sobre Frank Zappa

Frank Zappa foi, como todos sabem, um homem que odiava tudo, e as plantas não foram exceção. Exceto uma: o tabaco, sua única fonte de alimento.

Frank "Vincent" Zappa (também conhecido como Grand Wazoo - o que significa essa porra nem o Seu Madruga sabe dizer) (1940-1992) foi um músico norte-americano, inventor, guitarrista, compositor, e vendedor de fio dental em meio período. Ele é um dos primeiros, senão o primeiro, humano a já nascer sendo um músico influente (essa palavra, na verdade, é MUITO POUCO pra definir. Nenhum dicionário contém a palavra certa na verdade). Sua própria técnica especial, denominada estrangulamento de guitarra, resultou em solos incrivelmente intrincados e inspiradores, o que o levou a ser considerado uma força onipotente em todos os gêneros que você possa imaginar. De fato, dizem até que Zappa é o filho de Deus, apesar de Eric Clapton ter desmentido o boato.

O início de um mito[editar]

Zappa mostrando de onde tirava sua inspiração

No princípio, Deus fez a luz, algumas plantas, e uns macacos que chamamos de seres humanos. Mas logo depois, Deus teve uma ideia ainda melhor: ele criou Frank Zappa. Frank veio à terra como o filho do meio de uma rigorosa família italiana, e de alguma forma que não conhecemos já nasceu um gênio absoluto. E sua inteligência só parecia aumentar entre 1941 e 1993.

Quando Zappa era criança, seu pai costumava trazer pra casa quantidades consideráveis ​​de radiação e lixo industrial dos vários experimentos nucleares/armamentistas/maléficos com que trabalhava. Isso fez com que o jovem Frank fosse uma criança muito doente e a família teve que se mudar de cidade em cidade por conta da saúde dele, e à procura de um lugar pra manejar melhor os tais resíduos nucleares. Então, o pai de Frank foi contratado pelos militares na Califórnia como uma cobaia humana para vários testes químicos nocivos. Tudo ficou muito melhor desde então.

Mais tarde a carreira de Zappa ficou muito conhecida pelo seu trabalho "A Invenção das Mães", no qual ele traça em forma poética o papel de Satã na queda de Eva e, portanto, no início da reprodução sexual humana.

Originalidade[editar]

Segundo um crítico musical da revista Veja Rolling Stones, "a originalidade nunca foi o forte de Zappa". O mesmo crítico logo foi demitido de seu emprego e sentenciado a viver uma vida de solidão, desespero e sofrimento.

De fato, Zappa tinha uma criatividade muito forte, que ficou bem conhecida em toda a sua vida - o negócio é comer cu e buceta que muita gente hoje (principalmente fãs de Slash e outros pseudo-guitarristas) nem querem saber da profundidade de seu estilo musical, ou preferem ignorá-lo mesmo. Com isso todos que apreciam suas contribuições para a música são vistos como "esquisitões" aos olhos dos meros mortais.

Ao contrário da grande maioria dos músicos pop, ele também é bastante conhecido por ele e sua banda terem ficado no melhor hotel da cidade quando nós subimos até Montreux.

Talentos musicais[editar]

Frank Zappa exibindo seu talento mais notável: sua beleza

Frank Zappa acabou mostrando ao mundo um forte talento: fazer barulho. Ele fez fortuna forçando moléculas de ar a vibrar de maneiras que agradassem a ele e posteriormente a um minúsculo grupo de pessoas que ficaram conhecidas como seus fãs.

As músicas de Zappa são, na verdade, variações sobre o mesmo tema e eram compostas dessa maneira: cada músico da banda tocava em um tom e andamento diferente. Por exemplo: enquanto o cara da tuba tocava no compasso "9 por 7" (como diria o Lulu Santos), o baterista tocava em Dó Menor; concomitantemente, o flautista tocava de ré em Ré, enquanto que o cara que deveria estar tocando em Si Sustenido Dobrado Bemol ficava, na verdade, girando as catraquinhas do contrabaixo de 7 cordas. Resumindo: é mais ou menos igual à orquestra sinfônica-filarmônica-hermenêutica-presbiteriana de Berlim, regida por aquele maestrino galego, que segurava umas varinhas, sabe qual é?

O próprio Zappa normalmente só tocava guitarra e cantava letras engraçaralhas no microfone para acompanhar a música. No entanto, ele teve também uma série de músicos de apoio ao longo de sua carreira a quem ele escreveu músicas e conseguiu corromper com sucesso. Estes músicos muitas vezes nem sequer conseguiam entender a personalidade de Zappa ou a sua música num todo mas mesmo assim realizaram seu dever fielmente, para o bem do que Zappa viu que era bom.

Morte (ou não)[editar]

Zappa correndo pra poder acompanhar o funeral de Paul McCartney. Ele sambou em cima do suposto caixão enquanto ninguém estava vendo

Frank Wanderléa Zappa foi (erroneamente) diagnosticado com câncer de próstata em 1992, depois que uma bola de canhão foi encontrada em seu escroto, que ele disse ter ficado parecendo um par de maracas. Resolvendo continuar a jogada, Frank falseou a própria morte, supostamente tendo falecido no dia 4 de dezembro de 1993. Neste dia, tanto Eric Clapton quanto Doutor Roberto derramaram, ao mesmo tempo, uma única lágrima de luto.

Zappa mais tarde lançou "Trance-Fusion", uma das maiores gravações já gravadas em toda a história da gravação, exatamente 13 anos depois de sua falsa morte. A bola de canhão foi removida de sua próstata por ninguém menos que Oscar Wilde, que a trancou num calabouço no porão da pizzaria na rua de baixo.

O 8299º álbum dele, Joe's Massage versão MCMXCIX, tem seu lançamento previsto pra amanhã, mas como seus pais te deixariam de castigo se te pegassem ouvindo, isso não importa muito.

Família ê, família á, família[editar]

Frank e sua esposa, Belzebu, tiveram três filhos - um de cada sexo. Pra combinar com seu estilo de vida no mínimo bizarro, Frankie deu a seus filhos nomes que os tornariam impossíveis de serem confundidos com outras crianças na Escolinha Acarajé Feliz. São eles: Pedrinho, Joãozinho e Mariazinha. Não há nada de notável nessas crianças, e às vezes ele até esquece que as teve. Só a menina, Joãozinho, é única, mas ninguém sabe bem o porquê.

Discografia[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Discografia de Frank Zappa

A discografia de Frank Zappa, ao contrário do que você possa pensar, não é só uma simples coleção de álbuns: é um chute quádruplo de insanidade que parece nunca acabar. Pra você ter uma ideia, a coleção dele não só é enorme, como continua crescendo enquanto você perde tempo lendo este artigo. A família dele garante que ainda tem material suficiente para mais um milênio inteiro, mas os recursos naturais disponíveis na Terra só dariam pra mais uns vinte anos de sua música e justamente por esse motivo descobriram coisas legais como o pré-sal e a energia nuclear.

Frank Zappa ficou muito conhecido por escrever músicas sobre mijo de cachorro, gonorréia, gurias retardadas e vegetais. O pessoal da indústria musical recomenda, para o seu próprio bem, que você mantenha distância dessas músicas agora. Entrar de cabeça na discografia zappiana sem estar acostumado com os riscos pode causar perda irreversível da sanidade. Você foi avisado! Se não pretende passar o resto da vida num sanatório comendo merda e resmungando, não clique no link acima. Por outro lado, você pode se juntar a mim e comer essa neve amarela, ou então esperar pelo capeta vir mais tarde com tetinhas e cerveja.