Fudbalski Klub Partizan Beograd

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Fudbalski Klub Partizan Beograd
Escudo do Partizan.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Fudbalski Klub Partizan Beograd
Origem Bandeira da Sérvia Sérvia - Belgrado
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Stadion Pizzaollo
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Sérvio
Divisão Суперлига
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Fudbalski Klub Partizan Beograd é o grande segundo mais tradicional e respeitado time da Sérvia (sétimo time na antiga-Iugoslávia antes dos times croatas, búlgaros e etc forem jogar suas próprias ligas), destaca-se por nada, por apenas ser o único rival do Estrela Vermelha (tão invejoso que tem também uma estrela vermelha em seu próprio escudo), só que por mais que se esforce jamais conseguirá ganhar uma Champions League e Mundial como rival, por isso é fadado eternamente a ser o segundo time da Sérvia.

História[editar]

Fundação[editar]

O Partizan foi criado no ano de 1945, mas nessa época tanto o time, como comissão técnica, como diretoria era formada inteiramente por bonecos de papelão pintados e decorados com recortes coloridos de papel celofane para que de muito longe (mais ou menos a distância de uma arquibancada de um estádio para o campo) passasse a impressão de serem seres humanos de verdade ali.

O objetivo inicial era criar um time-fantasma que servisse apenas para perder para o Estrela Vermelha, o time símbolo do sistema comunista iugoslavo e invencível conforme a propaganda. Infelizmente a televisão a cores foi inventada, e a velha tática dos bonecos de papelão não surtiria mais efeito, e o jeito foi contratar mendigos das ruas de Belgrado e presidiários (daí o uniforme em listras preto e branco) para continuar o objetivo do time de ser o eterno segundo da Iugoslávia.

Tentativas de sucesso europeu[editar]

De vez em quando o Partizan planejava degringolar e fazer algo de útil, porém o máximo que conseguiu foi um vice da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1965–66, época em que qualquer time chegava a final caso pegasse uma chave fácil precisando eliminar no máximo umas duas equipes profissionais. Não foi páreo para o Real Madrid na final, aliás ter perdido só de 2x1 e tendo marcado o primeiro gol é orgulho para eles.

Foi campeão todavia da Copa Mitropa de 1977/78, um torneio não-oficial unilateral que reunia todos times ruins da Europa carentes de taças para que a cada ano um time mais escroto que outro fosse campeão. Em 1978 o Partizan foi a vez dessa fila.

No geral, nunca conseguiu reconhecimento internacional, é no máximo "aquele time rival do Estrela Vermelha que é campeão europeu, e eles não".

Campeonato Sérvio-montenegrino[editar]

Quase não ganhou uma taça do campeonato Sérvio-montenegrino. Apesar dos times mais fortes da Iugoslávia agora estarem em suas próprias ligas da Croácia, Macedônia, Eslovênia e Bósnia-Herzegovina, os times de Montenegro ainda continuavam jogando junto dos sérvios, e isso trazia muito dificuldade ao Partizan, que inclusive auxiliou no movimento de independência de Montenegro.

Campeonato Sérvio[editar]

Após a separação de Montenegro em 2006, uma região tradicional de times fortes, o campeonato sérvio decaiu tanto de qualidade e de faltas de times que o Partizan conseguiu ser hexa-campeão sérvio (2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013), provando como o futebol sérvio sempre foi um lixo.

Títulos[editar]