Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O, respira... Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações, ufa... (FUNTTEL) é um fundo governamental brasileiro que na teoria, serviria para o CPqD com pesquisas relacionadas à telefonia, redes de telecomunicações ou qualquer outra coisa relacionada à área de infraestrutura de dados (coisa que não existe no país). Na prática meeeesmo, o dinheiro só tem servido mesmo pra financiar as falidas teles que sempre estão pedindo algum subsídio ou ajuda financeira ao governo para implementar limitações de banda na já limitada rede brasileira. Resumindo, o fundo é o "FUNDEB" da telefonia, mas só que no lugar das prefeituras e escolas, são empresas de telefonia e infraestrutura de rede (do cabo ao armário de telecomunicações).

Origem[editar]

Logo gov fed 2016 macon.png
O FUNTTEL surgiu em 28 de novembro de 2000, no governo Fernando Henrique, como forma de desviar os recursos destinados ao investimento em eletricidade para algum outro buraco que o povo não desconfiasse tanto e também, cobrir o rombo que ele mesmo causou com a venda da rede Telebrás, além de criar uma bela forma de diversão (o 'FUN' da sigla) para as Telefônicas, Brasil Telecoms e Telemares da vida que conseguiram acabar com o que já era ruim.

Com o advento da incrusau dijitau, o fundilho foi ganhando uma justificativa mais decente pra existir, se tornando depois uma grande poupança para as teles e fraudadores de licitação em geral.

Sobre[editar]

Atualmente o fundo só justifica o fato de que uma das melhores maneiras de se empreender no país é abrir uma grande companhia telefônica. Afinal, o dono desta não vai precisar investir em pesquisas porque o governo faz isso por ele, nem em malha de fibras porque só ele só vai precisar comprar empresas menores ou usar o que tinha sido construído pela Telebrás e não irá precisar melhorar os serviços prestados porque a Anatel está pouco se fodendo pra quem usa aquele serviço porco. Ou seja, quer negócio melhor que esse?

Subordinação[editar]

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: FUNTTEL.

O comando do fundo está nas mãos de um conselho gestor formado por alguns encostados do ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Ministério do Subdesenvolvimento, ausência de Indústrias e Papagaiagem Exterior, Anatel, BNDES (a mãe do fundo e quem distribui a porra toda) e do FINEP. Periodicamente, eles fazem uma reunião para discutir o que pode ser feito para a preservação do maravilhoso cartel de telecomunicações brasileiro.

Ver também[editar]