Futból'nyy Klub Lokomotív Moskvá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Futból'nyy Klub Lokomotív Moskvá
Escudo do Lokomotiv Moscow.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Futból'nyy Klub Aloka Moska
Origem Bandeira da Rússia Rússia - Moscou
Apelidos
Torcedores um atrás do outro
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote Thomas e seus Amigos
Torcedor Ilustre
Estádio RBD-Arena
Capacidade 28.800
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png Dmitri Loskov
Patrocinador Ferrovia Transiberiana
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Russo
Divisão Чемпионат
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Futból'nyy Klub Lokomotív Moskvá, o Lokomotiv Moscow, é um time de futebol de terceira importância da Rússia, o quarto mais tradicional time da capital Moscow, atrás de CSKA Moscow, Dynamo Moscow e Spartak Moscow, só sendo melhor que o Torpedo Moscow. O time ficou particularmente famoso entre os anos de 1997 e 2007 por introduzir um goleiro-linha chamado Dmitri Loskov.

História[editar]

Fundação[editar]

Time criado em 1923 com o nome Moskovskaya-Kazanskaya Zh.D (Companhia de Cacetinhos Moscovitas), era o clube destinado a reunir os indigentes das ruas de Moscow, para servir de saco de pancadas para o CSKA, que como era incapacitado de vencer demais times europeus, precisava de um time horrível de Moscow que se submetesse a perder sempre para ele, e assim ficou até os dias de hoje.

É no ano de 1936 que o time se tornaria o primeiro dentre muitos Lokomotivs do mundo, lançando uma tendência de países socialistas criarem seus próprios times de futebol de peões ferroviários, para dar uma diversões à ralé desses lugares (Lokomotiv Kiev, Lokomotiv Sofia, Lokomotiv Minsk, etc, só a versão cearense que ficou com o nome Ferroviário Atlético Clube porque "Lomomotiv" já era o nome de um bordel de Fortaleza).

Com um time formado por roceiros, o Lokomotiv surpreendeu e foi logo campeão da primeira Copa da União Soviética, realizada em 1936, sendo um feito tipo aquele do Criciúma ser campeão da Copa do Brasil, algo que só acontece uma vez e nunca mais, porque o futebol feio do Lokomotiv jamais viria conquistar novos títulos.

Era soviética[editar]

Enquanto os principais clubes do país eram formados, ou por integrantes do exército (CSKA), ou por policiais (Spartak), ou por funcionários da KGB (Dynamo), o Lomomotiv era só a ralé, os pedreiros construtores de ferrovias que queriam só jogar um futebol sem compromisso e tentar dar umas porradas nos poliça num jogo de futebol nada amistoso. Graças à Ferrovia Transiberiana que eles próprios viriam a construir, foi o Lokomotiv o primeiro clube do oeste russo a trazer os primeiros jogadores de Vladivostok. Mas não surtiu muito efeito essas contratações, porque de 1936 a 1991 jamais foi campeão de qualquer coisa.

Campeonato russo[editar]

Quando em 1991 criava-se o campeonato russo e extinguia-se a regra de combinar resultados a favor do CSKA, todo mundo achou que o Lokomotiv seria o primeiro time a falir dentre os tradicionais clubes russos, pois sem a propina das compras de resultado de onde viria a sua receita?. E assim foi, o time faliu. Mas como na União Soviética é VOCÊ que fale a falência, o Lokomotiv continua com as atividades até hoje, mesmo após falido.

Fez sua estreia internacional na Copa da UEFA de 1993–94 como convidado, para jogar um amistoso contra a Juventus (e perder os dois jogos e já ser eliminado logo de cara).

Já o primeiro título russo viria em 2002, numa final eletrizante contra o CSKA, no qual o herói do clube, o goleiro-linha Loskov, faria o gol do sonhado título! Nessa época ainda disputaria duas Liga dos Campeões consecutivas, decepcionando nas duas é claro. A estreia foi na edição de 2002-03, mas como todo time russo fodido, foi participar só para ser lanterna de algum dos grupos (nesse quesito, ser lanterna em grupos de Champions, não há distinção entre todos times de Moscow). Num grupo com AC Milan, Real Madrid e Borussia Dortmund, é claro que o pobre Lokomotiv só serviu pra ser atropelado.

E assim o time foi se arrastando por vários anos consecutivos fugindo rebaixamento no campeonato russo, até ser campeão da edição de 2017-18, mas nem dá para comemorar esse feito quando você chega numa oitavas-de-final de uma Liga Europa para tomar um 8x1 do Atlético Madrid, um time sem muita expressão da Espanha.

Títulos[editar]