G1 (website)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
G1 sendo demasiadamente sem-graça.

G1 é um portal de desinformativo da Globo criado em 2006 e desde então tem sido o Glob (blog em globês) oficial da Globo. Desde sua criação, tem sido fonte diária de (des)informações inúteis para analfabetos digitais e bréjileiros em geral. O povo quem normalmente odeia as organizações bobo (e não perde um BBB), são os usuários mais assíduos do portal, que povoam a seção de comentários do portal e que atualmente se encontra mais poluído que o facebook, com seus mitos, trolls, haters e outros seres filhadaputamente odiados na internet mundial, mas que fazem sucesso na web brasilis.

Origem[editar]

Informações essenciais para a sobrevivência humana

A central de post tão imbecis quanto os que infestam qualquer rede antisocial foi criado em 2006 após o filho do dr. roberto do mal ter uma visão sobre uma ferramenta de manipulação mais nociva ao cérebro que a TV: A internet. Ele sonhou que a internet iria dominar tudo e todos depois de um tempo, de forma mais eficaz que a própria Globo na época. Foi então que ele teve a ideia de unir o inútil ao desagradável, o Jornal Nacional e o O Fuxico e assim nasceu o G1, o maior portal de fofocas globais do brejo varonil.

Seções do portal[editar]

Esportes[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Globo Esporte.

A seção futebolística do portal. Noticia as principais novidades do time do menino neima, Carandiru FC, pousada dos artistas globais (vulgo terrão com estacionamento em brita CT do Framengo). A seção de esportes do site funciona igual o a seção global da TV (já que são a mesma coisa), um trocadilho ou outro, uma piadinha sem graça com times de menor expressão como as que rolam com o tri-rebaixado Vasco da Grama e uma notinha de duas linhas sobre algum esporte nacional desconhecido (qualquer coisa diferente de futebol) onde algum brasileiro tenha garantido uma vitória pro país, este último que anda carente em títulos em qualquer esporte (incluindo o futebol).

Internacional[editar]

A seção internacional do portal se resume a histeria e pânico de seus jornalistas sobre algum atentado terrorista em algum país desenvolvido. Nesta seção, costumam-se noticiar mais fatos mundiais irrelevantes do que negociações importantes que costumam afetar o Brasil na geopolítica econômica mundial. Vale mais a informação sobre qual o modelito que Michelle Bachelet estava usando quando visitou a nicarágua do que um acordo entre os países membros da APEC.

Tecnologia[editar]

Nesta seção do site, "os sobrinhos", através de seus blogs, dão dicas do que não se deve fazer na informática, mesmo que tentem mostrar o contrário. Eles também ensinam como instalar algum programa para Windows, mesmo que no final de uma página com esse tutorial algum leitor pergunte nos comentários "como faser pa roda ese pograma no windos". Não confundir esta seção com outro site dessa organização maligna chamado TechTetudo.

Comentários[editar]

Normalmente, as pessoas que comentam no site costumam encher a internet do que a cabeça deles estão cheias, de merda. Desde pedidos de "likes" (ou positivos) a uso futebolístico da preferência partidária.