GAM Esports

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de GIGABYTE Marines)
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Vietna.png
Ra khỏi, các nhà tư bản! Live Việt Nam!!

O autor deve ter um chapéu de palha na cabeça, adora um Bánh mì, adora socialismo soviético, odeia capitalismo e ianques, não é Chinês, odeia Guerra e é Budista.


GAM Esports
EscudoMarines.jpg
Brasão
Nome Oficial GAY Esports
Mais conhecido como SEDEX
Região Bandeira do Vietna.png Vietcongues
Outras informações sem graça
Quem auxilia essa merda SEDEX GIGABYTE, dãaaaaaa!
O diamante do time Levi (não pera, esse já saiu)
Time que mais odeia EVOS Esports


A GAM Esports (não se confundir com Gambit Esports), anteriormente conhecida como GIBABYTOLA GIGABYTE Marines é mais uma das inúmeras equipes que jogam League of Legends e outras porcarias similares, onde é um time vietnamita e foi um dos 25 times que começaram a reclamar do protagonismo taiwanês na Garena Premier League, fazendo que a própria empresa Garena expulsasse os mesmos para criar uma liga própria. É um time conhecido por jogar cagando e andando para o meta do jogo e por fazer um jogo ofensivo porco com inexistência de late game.

Na Liga Vietnamita e Garena Premier League[editar]

2014[editar]

O time começou a temporada de 2014 pelo o nome escroto de Tt Miracle Boba, no qual de Boba apenas tinha o time, que tentou a fase classificatória de grupos para a Garena Premier League, mas ficou em quinto do grupo, apanhando mais do que vencendo. Com isso, deu até chances de conseguir vaga pelo estilo tapetão, no qual o time da Miracle Boba foi totalmente incompetente e ficou com um 1-4, não prosseguindo para a próxima fase.

2015[editar]

Em 2015, o time mudou de nome para Boba Marines e disputou a fase de grupos vietnamita novamente, onde ficou em terceiro na competição com vários times incluídos, fazendo que ficasse uma zorra, aproveitando isso, a Boba Marines fazendo uma campanha meio boa, com 22 vitórias e 8 derrotas, no qual deu uma vaga para entrar na segunda fase da Garena Premier League, no qual pegou o grupo B e venceu 6 das 7 partidas, no qual vários estavam cogitando o primeiro título da equipe, mas também pegou a GIGABYTE Full Louis, outra vietnamita, que fez um 3 a 2 na Boba Marines, eliminando da competição.

No verão, para compensar, o time fez uma campanha quase perfeita, vencendo 28 partidas e perdendo apenas 2, onde ficou em primeiro do grupo, mas para seu azar, não valia porra nenhuma, além de dinheiro.

2016[editar]

Cquote1.png Ganhamos? Cquote2.png
Jogadores da Marines sobre seu primeiro título

Com isso, de novo, a torcida pequena da Marines cogitava título novamente, onde na etapa do primeiro split, ficou em quarto do grupo e se classificou mal, onde perdeu a semifinal para a Saigon Jokers e ganhou a partida do terceiro lugar contra um time secundário. No segundo split, foi quase a mesma merda que no primeiro split, ficando novamente em quarto lugar e foi ownado novamente pela Saigon Jokers por um 3 a 0, e dessa vez perdeu novamente na batalha do 3º lugar para um time sem expressão no país.

2017[editar]

Em 2017, a empresa GIGABYTE, cansada de comprar times totalmente secundários para ver se ganhava alguma coisa, resolve investir na Boba Marines, onde muda o nome para Marines Esports e compraram vários jogadores nem tão bons de times secundários, onde o time aproveitou a leve queda da sua ownadora, a Saigon Jokers para ganhar facilmente a liga do Vietnã. Com isso, se classificou para a Garena Premier League, com menos times, onde por sua sorte e pela falta de outros times vietnamitas, ganhou facilmente da Ascension Gaming, ganhando seu primeiro-segundo título de expressão. Com isso, o dono da GIGABYTE para expor sua empresa, resolve mudar novamente o nome do time para GIGABYTE Marines, onde ganharam uma vaga para saco de pancadas no Mid-Season Invitational 2017.

Mid-Season Invitational 2017[editar]

Com isso, o time fez uma ótima campanha na fase de grupos, com um 5-1, se classificando dos grupos dos Wildcards, no qual com isso, enfrentou a Time Só Mid, no qual começou vencendo por 2 a 0, mas depois disso pipocou e tomou a virada. Querendo sua primeira vaga, enfrentou na terceira fase, a SuperMassive, no qual começaram vencendo e depois perderam, mas só que dessa vez não pipocaram e venceram as duas partidas, ownando dessa vez os turcos no MSI.

O time seguiu rumo a fase de grupos, onde enfrentaram novamente a TSM, mas não fizeram a mesma bosta que na fase anterior e venceu, mas depois enfrentou a SKT, a G2 Esports e a Flash Wolves, onde continuou na mesma estratégia patética de ficar atacando, priorizando kills, e começaram bem os três jogos, mas depois começaram a ignorar os bônus de dragões, no qual fodeu completamente a equipe, perdendo 3 jogos em sequência. Nas próximas partidas, conseguiram vencer as equipes da Team WE e a G2, dando uma pequenisí-si-si-sima chance de classificação, mas mesmo começando bem os jogos contra os chineses e os chineses falsos, a Marines voltou a ligar seu modo Sedex e perdeu os dois jogos, ficando com a óbvia última colocação.

Rift Rivals[editar]

No Rift Rivals de 2017, conseguiu uma vitória contra a fortíssima Dire Wolves, onde no segundo jogo conseguiram o feito de perder para a Ruimpage, com direito a 7 mortes para um suporte, onde apenas conseguiram a primeira colocação de sua região pelo fato das duas outras equipes serem péssimas. Nas semi-finais, viu suas equipes companheiras de região serem humilhadas pelos australianos e pelos japoneses, onde a mesma conseguiu sweepar todas as péssimas equipes da Oceania, mas não teve jeito com os times japoneses, onde fizeram o segundo feito de perder para a Ruimpage novamente, não conseguindo novamente carregar sua péssima região.

Summer Split e Worlds 2017[editar]

O time no segundo split, conseguiu vencer facilmente sua liga péssima do Vietnã e até pode conseguir uma vaga grátis pra disputar o Mundial, onde pode até mesmo ficar pra um time ruim da região, onde venceram facilmente os jogos contra os times figurantes da Manila Eagles e a sua freguesa, a Ascencion Gaming, onde conseguiu mais um título e a vaga direta pro Mundial.

Nos primeiros jogos, a Marines venceu a Fnatic, mas foi stompado pela Immortals e mais ainda pela Longzhu Gaming, mas no segundo dia, foi a mesma bosta, apenas vencendo a Immortals e tomando stomp da Fnatic, tanto que os enfrentou no segundo jogo de tiebreaker, no meio do jogo vencendo, mas em mais um dos 2120929123 entregadas de Barão do time, deixou que a Fnatic se tornasse forte, onde o time da Marines voltou pra casa, igualando a PaiN Gaming em vitórias apesar do grupo mais fácil.

Liga Vietnamita de 2018[editar]

A Marines começou com fogo no rabo o começo da liga empatando em vitória com a rival EVOS, mas depois disso a equipe da Marines começou a perder contra alguns times e com isso foi caindo para 2º e depois 3º, até mesmo quarto, mas voltou para terceiro e ficou lá até o final com uma campanha péssima de acordo com a equipe. Nos playoffs, derrotou a rival Young Generation e a Ultimate nas semi-finais por 3 a 1 nos dois jogos e na final enfrentou a EVOS Esports e começou vencendo, levou o empate, ganhou de novo, mas quando parecia que a equipe iria ganhar mais uma vez, tomou uma virada e teve que apenas se sustentar com um vice campeonato, além de uma vaga para o inútil Rift Rivals, onde foi a equipe que menos fez nada na competição (perdendo para a secundária Vikings) e teve que aguentar o terceiro lugar para sua região. Com a vergonha de perder para time turco, nem a GIGABYTE quis colocar o seu nome explícito no time, se chamando de GAM Esports.

Jogadores[editar]

Cquote1.png Você quis dizer: Resto da Ultimate Cquote2.png
Google sobre escalação do time
A escalação principal consiste em alguns jogadores que já possuem função definida, entre outros jogadores que costumam ser improvisados para jogarem em outras funções, o que explica alguns picks da equipe que parece estar em uma soloqueue brasileira no Bronze, ou que estão jogando totalmente chapados, mas como atualmente quase nenhuma equipe do Vietnã presta além da mesma (e da EVOS), acabam vencendo mesmo assim. Plagiando os times chineses, a Marines confundiu o time de LoL com um de futebol e comprou cerca de 11 jogadores, mesmo que mais da metade seja apenas para fazer número.

  • Calm (Topo): Um desconhecido que não passou por alguma equipe oficial. Fugiu do time da Ultimate.
  • Spot (Caçador): Mais um desconhecido que veio para a equipe para aceitar o salário de 2 pasteis de flango por dia.
  • Zeroday (Meio): Um desconhecido que saiu de uma equipe secundária para jogar na Marines por falta de mid laners prestáveis.
  • Noway (Atirador): Jogador que aceitou qualquer proposta pra sair da Ascension Gaming e que aceitou o salário mensal de 2 pasteis de flango por dia.
  • Archie (Suporte/Topo, nunca se decide): Outro jogador que resolveu desistir de jogar pela bosta da Saigon Jokers, mas dessa vez em 2014. Mesmo com a brilhante campanha do Mid-Season Invitational de 2017, o time da Marines ainda continua pobre e teve que improvisar um suporte como um top laner. Atualmente é indeciso sobre jogar em suporte ou no topo.

Reservas[editar]

  • Tear (Suporte): Mais outro que fugiu da Ultimate querendo ir para um time maior.
  • Zin (Atirador): Mais um para a turma dos desconhecidos, fugiu da barca do time da Ultimate.
  • Blazes (Meio): Idem acima.
  • Petland (Meio): Mais um jogador da equipe desconhecido contratado a preço de banana.
  • Bara (Caçador): Idem acima.
  • Kiaya (Topo): Idem acima. (2)

Títulos[editar]

Ver também[editar]

Disponível em "http://desciclopedia.org/index.php?title=GAM_Esports&oldid=3553557"