Gangue do Palhaço

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG
Gangue do Palhaço surgiu das trevas!!

Of DOOOOOOOOOM!!!

Puro osso.gif


Um integrante da gangue. Note o olhar de terror nos olhos dos policiais.

Cquote1.png Mãe, que palhaço é aquuele com um negócio na mão? Cquote2.png
Garoto sobre Gangue do palhaço
Cquote1.png Oba, palhaços! Cquote2.png
Guria Retardada sobre Gangue do palhaço antes de desaparecer misteriosamente
Cquote1.png Olha e uma historia terrivel você vai se arrepiar Cquote2.png
Gugu tentando passar medo em alguem com essa palhaçada
Cquote1.png É a TREVA!!!! Cquote2.png
Bianca de Caras e Bocas sobre Gangue do palhaço
Cquote1.png Where are they!!!! Cquote2.png
Batman interrogando a Gangue do palhaço

A Gangue do Palhaço é um grupo criminoso formado por palhaços despedidos do emprego, que arranjaram outra profissão mais lucrativa. Esse grupo foi um dos mais temidos do Brasil, ao ponto do governo oferecer R$ 25 milhões para quem capturasse os criminosos que atuavam em sequestro de crianças, tráfico de órgãos e nas horas vagas vendiam drogas na porta de várias escolas.

[editar] História

Preso o mais simpático integrante da gangue do palhaço.
Veículo de fuga da gangue do palhaço. Neste modelo cabem cerca de 80 palhaços.

Tudo começou mais ou menos em 1975. Na época, havia algumas pessoas trabalhando como palhaços. Elas levavam uma vida normal, trabalhando em shows e espetáculos nos circos das cidades. Aparentemente essa seria apenas uma história chata comum, sem nada de especial. Mas por que tem um artigo na Desciclopédia sobre isso? É porque os palhaços foram despedidos do emprego, por causa de uma crise econômica que causava a falência de inúmeras empresas, de todos os ramos.

Os palhaços agora desempregados sentiam muita raiva. Eles, apesar da profissão, odiavam as crianças, que só sabiam brincar e conversar. Percebendo que a carreira criminosa no país dava muitas vantagens aos caras na época, os ex-palhaços decidiram seguir a nova profissão e se vingar da sociedade. Então compraram uns vidrinhos de veneno, balões, roupas de palhaço (as que eles usavam o circo emprestava), fuzis, submetralhadoras, pistolas, e pegaram emprestado uma kombi que tava dando sopa na rua.

A gangue do palhaço indo para o trabalho. Aparentemente não há ninguém.

Fazer o quê, os homens não eram ricos. Mas o material adquirido já dava para o gasto. No início de carreira, os novos bandidos tentaram a sorte no tráfico de drogas. Mal começaram e viram que o negócio era pesado e difícil de lidar. Os traficantes portavam fuzis pesados e matavam qualquer rival. Os palhaços sentiram muito medo e foram para outro ramo de negócio. Escolheram atacar crianças.

[editar] Modo de agir

Devido à experiência no emprego passado, os caras suportavam as birras dos pirralhos e suas manhas. Além disso, pegar e sequestrar guris era extremamente fácil quando se tem certos macetes. Usando suas habilidades, os palhaços paravam em escolas e distrubuíam um tipo de "instrumento para colar secretamente na prova": um microcomputador com acesso à internet, aonde eles pesquisavam no Google as respostas. Mas para pegar o equipamento, os vagabundos garotos iam dentro do carro.

Lá, um palhaço armado com uma escopeta rendia os baixinhos, que depois eram vendados e amordaçados ou dopados com clorofórmio enquanto a kombi ia até algum fim de mundo. No esconderijo, os bandidos diziam que era uma brincadeira. Os garotos se acalmavam e os palhaços os convidavam a brincar de médico. Aí cortava os garotos e vendia as partes para índios canibais. Com a prática desses crimes, a gangue ficou famosa e virou lenda urbana.

[editar] Hoje

Algumas pessoas acrditam que ela foi devorada pelos canibais quando vendia a eles as crianças assadas ao óleo de milho. Porém, muitas criancinhas não muito inocentes (já que querem colar na prova) tem sumido por aí antes de fazerem as provas. Uma coisa em comum é que essas crianças não estudaram antes de irem para a escola e suas mãezinhas confessaram que deram dinheiro para elas, mas não perguntaram o que iam comprar. Por esse e outros motivos o ministério da doença (ou seria da morte?! Tanto faz..) diverte: quem não cola não sai da escola, mas também não morre esquartejado pela gangue dos palhaços!!! O gangue encontra-se agora em Telheiras, mas têm outro modo de agir, eles(um grupo de 5 adolescentes), cercam a rapariga que se encontra sozinha e dá-lhe três hipóteses, ser espancada, ser morta ou fazerem-lhe o sorriso de palhaço(cortam a boca de uma orelha a outra), se a menina disser que não quer nada obrigado, ela pode ser que vá parar na cadeia distrital de Faro(local onde o gang costuma atacar.)

Jamillesas2.jpg
v d e h
Lendas Urbanas

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas