Gazeta do Povo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa



Cquote1.png Você quis dizer: Careta pro Povo? Cquote2.png
Google sobre Gazeta do Povo
Cquote1.png Você quis dizer: Gazela do Povo? Cquote2.png
Google sobre Gazeta do Povo
Gazeta do Povo é aquela coisinha simpática que você pode se aventurar a comprar em qualquer dia da semana mas, é mais interessante comprar aos domingos: daí você não vai se sentir tão otário comprando ou, ao menos, não se sentirá um otário tão sozinho. O jornal só tem a diferença do preço, entre aquele jornalzinho simpático que o bairro entrega de graça.

...e olhe só o que eu fiz com a Gazeta do Povo de hoje.

Abra as páginas e verá[editar]

...mas antes de abrir as páginas saiba que esse é o jornal mais caro do mundo, você fica com cara de bunda olhando pro jornaleiro (já que quase ninguém assina) pra ver se ele responde o que tem de especial nas folhas porque você não está vendo nada, aí claro pensa: deve ser o conteúdo que é MUITO bom. Bom, sobre isso não vou dizer nada, fica a seu critério.

...mas, abra as páginas e verá uma papagaiada só em algumas das sessões, pra começar os classificados são uma bagunça do cão: leia os cosméticos da sua mãe, bem aqueles que têm as letras da cor dos frascos e em relevo que será mais agradável do que a sessão de classificados. Falando em cosméticos não sei que dia da semana tem um troço especial saúde, que é uma saladarada de pepino com cenoura, que dá até medo, mesmo que o jornal oferte em fatias (às vezes dá vontade de fatiar esse jornal mesmo). Agora chega aqui e se acomode, só não precisa me dar um beijinho mas, vamos falar sobre uma gracinha chamada:

Caderno G[editar]

Perceba a delicadeza do Caderno G.

Acredito que o preço, apesar do nome ser Gazeta do Povo seja uma forma de elitizar o jornal e, uma coisa que não me deixa mentir é o encarte cultural Caderno Gay, ora, sim, sim, aquela pompa toda mas, continua sendo o mesmo papel higiênico usado e nada mais é do que as indicações de exposições e peças de teatro: isso também tem nos gratuitos jornais dos bairros mas, como sempre, vai do gosto do freguês. O mérito desse Caderno G é, ao menos, conseguir passar um arzinho de cultura ainda que seja embromeishon.

Gazetinha Ensino[editar]

Se você conseguiu se deixar levar pelo ar elitista do Gazeta... quando ver a Gazetinha, vai cair a Gazeta do salto e virar novamente, e porque não dizer, ainda bem: do Povo. Com a Gazetinha, que sai com a Gazetona uma vez por semana, o que já é suficiente para fazer a travecona cair do salto toda desmontada e borrada porque, com as desculpa de ser pra criança chega a ser popularesca, tira a pretensão da Gazeta de querer ser elitista. Não sei se já perceberam e ainda não acabaram com a ranhenta Gazetinha porque faz a Gazeta vender mais quando sai, só imagine porquê. Pode imaginar aquele mafagafo vestido de palhacinho pulando e mostrando a língua pra esse jornal (pretensioso do nariz em pé. Se disserem que a Tribuna do Paranã é popular e a Gazeta elitista, acredite se assim desejar mas, é mais pretensão do que verdade: uma é mais popular que outra, embora a Tribuna tenha um certo gostinho metálico algumas vezes mas, já que criança não mente, pergunte à gazetinha que só de lhar pra(s) carinha(s) dela você vai saber o quanto a Gazeta é chique. Tudo bem o nome Gazetinha passou para Ensino mas continua o mesmo ranhento: ou seja, não adiantou se disfarçar.

Gaz+[editar]

Na verdade, dizem que esse caderno é que é a Gazetinha mas, a Gazetinha é o encarte sobre ensino, isso é só uma pretensão de ser algo irado mas, você pode achar algo melhorzinho até mesmo na porcaria de Malhação e, se quer se informar até o tio do cachorrO-quentE sabe passar coisas mais aproveitáveis... e depois dessa, essa sessão vai ficar microscópica mesmo.

v d e h
Jornais mais mentirosos do Brasil e do Mundo
link={{{3}}} Bahia: A Tarde - Correio da Bahia - Tribuna da Bahia

link={{{3}}} Ceará: Diário do Nordeste - O Povo
link={{{3}}} Distrito Federal: Correio Braziliense - Jornal de Brasília
link={{{3}}} Minas Gerais: Estado de Minas - Gazeta de Uberlândia - Hoje em Dia
link={{{3}}} Paraná: Gazeta do Povo - Folha de Londrina - Tribuna do Paraná
link={{{3}}} Pernambuco: Aqui PE - Diário de Pernambuco - Folha de Pernambuco - Jornal do Commercio
Bandeira do estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro: Jornal do Brasil - Jornal O Dia - Folha Universal - Meia Hora - O Globo - Tribuna da Imprensa - Extra
link={{{3}}} Rio Grande do Sul: Zero Hora - O Pioneiro - Gazeta do Sul - Correio do Povo - Diário Gaúcho - Diário de Santa Maria - Diário Popular - O Sul - Jornal do Comércio - A Razão
link={{{3}}} Santa Catarina: Diário Catarinense - Hora de Santa Catarina - Jornal de Santa Catarina - O Estado
link={{{3}}} São Paulo: Jornal Primeiramão - Notícias Populares Agora São Paulo - Correio Popular - Diário do Povo - Folha da Tarde - Folha de São Paulo - O Estado de São Paulo - Jornal da Tarde - Diário de São Paulo - Gazeta Mercantil - Valor Econômico - Bom Dia - Diário do Grande ABC
Internacionais: Charlie Hebdo - Clarín - Corriere della Sera - Daily Mirror - El País (Espanha) - El País (Uruguai) - La Nación - Le Figaro - Le Monde - Los Angeles Times - New York Times - Pravda - The Sun - Washington Post - Yomiuri Shimbun - Asahi Shimbun - Diário do Povo (China) - Izvestia - Mainichi Shimbun - Sankei Shimbun - Bild - La Repubblica - Eleftherotypia - Hürriyet - Zaman - De Telegraaf - Aftonbladet - Correio da Manhã - Diário de Notícias - Jornal de Notícias - Público - Helsingin Sanomat - The Daily Telegraph - The Guardian - The Times - Rossiyskaya Gazeta -