Geórgia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura por outra Geórgia, consulte Geórgia (desambiguação)


●საქართველო
●United Rose Republic of Georgia
●República Hippie da Geórgia

Bandeira da Georgia.png Brasao da Goergia.png
Bandeira Brasão
Lema: Porra! Aqui não é Rússia, não é Turquia, não é Armênia, não é Azerbaijão também!!
Hino: Faça Rosas, não faça guerra
Local da georgia.jpg
Capital Tbilisi
Maior cidade Sífilis
Língua Georgiano
Tipo de Governo Democracia da não liberdade de expressão
Rei Vladimir Putin
Heróis nacionais George Foreman
Independência Divisão da União Soviética em 1991, posteriormente divisão do Império Turco-Otomano em 1998
Moeda Leri
Religião Crença no Deus do Mar Negro
População 15.000 prisioneiros russos, 17.000 bandidos turcos e 20.000 pessoas que não sabem o que estão fazendo ali
Área 2 546 Km² (0 (Mar Negro não conta)% de água)
Analfabetismo 30%
PIB per Capita 1.000 USD/hab.
IDH 0.65
Fuso Horário Ver Rússia
Clima Meio termo entre Rússia e Turquia
Site do Governo Site da República da Geórgia
Cquote1.png Você quis dizer: Jorge Cquote2.png
Google sobre Geórgia

Cquote1.png Georgia...Georgia...Georgia... Cquote2.png
Ray Charles sobre Geórgia
Cquote1.png Foi onde eu nasci! Yuppy!!! Só por isso, só vou mandar fuzilar um milhão de pesssoas Cquote2.png
Stálin sobre Geórgia
Cquote1.png Já driblei Cquote2.png
Irineu sobre a seleção da Geórgia
Cquote1.png HIHIHIHIHEHEHEHEHEHAHAHAHAHAHA!!!! Cquote2.png
Rússia sobre Geórgia
Cquote1.png É um país que ninguem dá valor Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Geórgia

Geórgia é ao mesmo tempo um estado dos Estados Unidos e uma ex-república soviética. Atualmente é uma das mais de 8000 possessões russas.

História[editar]

Idade Média[editar]

George Foreman, fundador da Geórgia.

George Foreman fundou a Cólquida no período medieval, foi uma das primeiras nações a adotarem a Inquisição como forma de governo. Aquele reino que ninguém se importava era constantemente atacado pelos persas desagradáveis e mongóis. Os persas muçulmanos usaram seus poderes mágicos concebidos por Alá e tomaram a capital da Geórgia, queimando-a por ser considerada infiel. Depois disso, vieram os Cherokees que voltaram a colonizar aquela área, mas não durou muito sua hegemonia quando os turcos dominaram a região para abrir lojinhas de kebab.

Domínio russo[editar]

O Império Otomano vendo a roubada que foi colonizar aquelas terras, acabou abandonando a Geórgia, que isolada foi completamente conquistada pelos russos em 1804, que estabeleceram fábricas de AK-47 no lugar dos antigos balcões de produção de kebabs.

Foi nessa época que os russos obrigaram os geórgios a vestirem roupas de telettubies para se diferenciarem, tradição que se estendeu até os dias atuais.

República Socialista Federativa Soviética Transcaucasiana[editar]

Com o surgimento da União Soviética, aqueles carecas lá de Moscou decidiram colocar armênios, geórgios e azeris tudo num mesmo saco pois considerava todos eles a mesma coisa (“escória”). Os soviéticos levaram as tecnologias do papel higiênico e do desodorante para aquela nação, e passaram quase um século inteiro explorando ali.

Independência, guerra civil, separatismo, treta[editar]

Em 1991 a Geórgia é jogada no lixo pela Rússia. A nova nação soberana que nascia, a República da Geórgia, não aparecia no Pro Evolution Soccer o que deixou a população revoltada, e começaram a saquear lojas, matar armênios, falar sobre separatismo de si mesmo e outras coisas sem sentido, foi quando Eduard Shevardnadze surgiu e transformou a Geórgia num celeiro particular por 10 anos.

Revolução Rosa[editar]

Mikheil Saakashvili disposto a livrar a Geórgia da opressão.

Após uma série de brigas em bares na Geórgia entre chechenos, armênios e georgianos naquilo que alguns chamam de “genocídio”, o governo provisório havia estabelecido um governo semi-democrático e semidictatorial com o objetivo de levar a Geórgia para lguma Copa do Mundo. Os georgianos que preferiam cricket não aprovaram essa iniciativa e criaram uma revolução hippie homossexual, a Revolução Rosa. Eles até iam colocar “Revolução Laranja” mas queriam algo do mais brega possível.

A revolução triunfou, e o movimento hippie mudou o governo georgiano sem derramar sangue.

E hoje, continuam os esforços para saber que existe algo no mundo chamado Georgia, e encontrou e nos Estados Unidos

Guerra na Ossétia do Sul em 2008[editar]

A Geórgia é um estado sob ocupação estrangeira no momento. Depois da vitoriosa invasão georgiana em 2008 contra a província autônoma de Ossétia do Sul, os georgianos resolveram fazer uma festinha na cidade, comeram todas as putas da região, incluindo mulheres de 15 a 98 anos de idade. Botaram as mãos em todas mulheres que podiam na região, foi a melhor festa dos últimos tempos para a Geórgia. Para encerrar a festa eles fizeram churrasquinhos na Igreja Ossetiana agradecendo a Deus pela recompensa da vitória.

Reconhecimento da independência da Abecásia e da Ossétia do Sul[editar]

A Rússia não gostou nada da invasão da Geórgia na Ossétia do Sul, para os russos apenas eles podem invadir alguém naquela região, e por isso só de sacanagem os russos reconheceram a Abecásia e a Ossétia do Sul como nações independentes. Apenas a Nicarágua também reconheceu estes países quando seu embaixador em Tbilisi sem querer derramou café nos documentos.

Geografia[editar]

Muita montanha, entalado entre a Turquia e a Rússia, sua sede do governo se chama Palácio Foreman, em homenagem ao fundador do país, George Foreman.

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

Uma típica paisagem georgiana.

O país é líder na produção de bananas e pêssegos, os ingredientes principais da Coca-Cola Georgiana.

A República da Geórgia enriquece com as prestações de serviços para a comunidade russa atuante na região. As georgianas são submetidas a fazer chupetinhas, dar o cu e fazer bebês para aumentar a população russa. Além do mais, cada um dos homens georgianos são enrabados por 24 soldados russos para receberem uma gratificação de 24 euros para poder sustentar as suas famílias.

População[editar]

Cultura[editar]

Mais um dia típico das mulheres georgianas.

A Geórgia é um país maravilhoso, muito rico culturalmente, com influências turcas, árabes, russas, albanesas e portuguesas, todas harmoniosamente misturadas.

A Geórgia tem as melhores putas da região. As azeris podem ser mais gostosas mas são capazes de cortar seu bilau, enquanto as armênias não tem dentes, por isso opte pelas georgianas ao visitar o Cáucaso.

Ver também[editar]

Flag-map Geórgia.png Geórgia
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografiaEconomiaCulturaTurismo
Boratasiacentral.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico do Iraque e do Levante | Goa | Hong Kong | Macau | Manchúria | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete

Eu!naz1.gif
Europa
v d e h

Países: Albânia | Alemanha | Andorra | Armênia | Áustria | Azerbaijão | Bélgica | Bielorrússia | Bósnia e Herzegovina | Bulgária | Cazaquistão | Chipre | Croácia | Dinamarca | Eslováquia | Eslovênia | Espanha | Estônia | Finlândia | França | Geórgia | Grécia | Hungria | Irlanda | Islândia | Itália | Letônia | Liechtenstein | Lituânia | Luxemburgo | Macedônia | Malta | Moldávia | Mônaco | Montenegro | Noruega | Países Baixos | Polônia | Portugal | Reino Unido (Escócia - Inglaterra - Irlanda do Norte - País de Gales) | República Tcheca | Romênia | Rússia | San Marino | Sérvia | Suécia | Suíça | Turquia | Ucrânia | Vaticano

Territórios: Abecásia | Açores | Akrotiri e Dhekelia | Åland | Chipre do Norte | Crimeia | Ilha da Madeira | Ilha de Man | Ilhas Canárias | Ilhas do Canal | Ilhas Faroé | Jan Mayen | Kosovo | Nagorno-Karabakh | Ossétia do Sul | País Basco | Svalbard | Transnístria