Geografia do Paraguai

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Paraguai é um país latino-americano do sul da América do Sul. Faz fronteira à nordeste apenas com duas cidades brasileiras Foz do Iguaçu e Corumbá, ao norte uma fronteira incerta com a Bolívia e a sudoeste com a Argentina que fica do lá de lá do mar paraguaio. Afinal, os paraguaios não aceitam dizerem que eles não tem costa marítima, para eles Rio Paraguai e Rio Paraná são uma costa marítima

Relevo[editar]

O Paraguai está localizado numa grande depressão,(lugar perfeito para os emos) tanto psiquiátrica quanto geofísica, afinal as Cataratas do Iguaçu desaguam e inundam algum lugar, e esse lugar é o pobre Paraguai, um território que há muito tempo atrás nem Brasil e nem Argentina planejou adquirir para si. A metade norte do país é dominada por uma monótona planície que vai subindo devagar até o Cerro León, a pica mais alta do Paraguai que simboliza a entrada para o altiplano da Bolívia. Já na metade sul do Paraguai há apenas um charco no nível do mar, e por isso os paraguaios se convencem de que tem sim uma costa marítima.

Hidrografia[editar]

Uma usina de tratamento de esgoto brasileira dando descarga em cima do Paraguai.

Como é característica do território sul-americano como um todo, o Paraguai possui muitos rios, mesmo que seu território seja do tamanho insignificante do estado do Paraná no Brasil.

Os mais importantes rios paraguaios, Pilcomayo, o Paraná e o Paraguai, são tão importantes que nem no país deles se situa direito, Visto que o Rio Pilcomayo está na verdade na Argentina, o Rio Paraná no Brasil e o Rio Paraguai no Uruguai, todos os três raspando só de leve nas beiradas do Paraguai. Todavia como não existem paraguaios no interior do país para usufruir, por exemplo, do Rio Monte Limpo que leva ninguém a lugar algum, e estão todos na fronteira, são os rios estrangeiros que acabam realmente sendo os mais importantes do país.

Um exemplo de que esses rios não pertencem ao Paraguai é a Usina Hidrelétrica de Itaipu que fica no Rio Paraná e produz energia aos brasileiros, que a vende aos paraguaios em troca de brinquedos falsificados.

Clima[editar]

Por ser um país de território minúsculo, não há qualquer variedade climática, predominando o clima subtropical que embora seja tipicamente europeu, acabam por aí as semelhanças, porque o fato do país estar localizado numa depressão e num charco, faz com que jamais haja qualquer vento por lá, enclausurando os paraguaios num calor pior que qualquer cidade do norte brasileiro.

Vegetação[editar]

O Paraguai possui três regiões de vegetação bem distintas:

A oeste, na fronteira com o Paraná estão as florestas de cedros que jamais foram desmatadas, pois são esconderijo perfeito de muambeiros que atravessam a fronteira incólumes pela mata.

Ao norte há um vasto pantanal fedido de água parada e acumulada de todos rios da Bacia do Paraná que não encontraram o caminho até o Mar del Plata. É lá que existe uma tal árvore chamada quebracho de onde é extraído o tanino, uma espécie de óleo alucinógeno usado para baratear o custo do talco.

E por fim ao sul existe um enorme pasto, cercado por uma enorme cerca de arame farpado, para que bois uruguaios nunca cheguem lá por acidente.

Flag-map Paraguai.png Paraguai
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo