George Orwell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png Você quis dizer: Nostradamus Cquote2.png
Google sobre George Orwell


Cquote1.png Você quis dizer: PAPAI! Cquote2.png
Google sobre George Orwell

Cquote1.png _¦_ no céu, _¦_ na terra, _¦_ no mar. Cquote2.png
George Orwell sobre Aleister Crowley

Coletânia de Contos Eróticos de Georg Orwell

George Orwell foi um brilhante profeta de meados do século XX. Em seus trabalhos, ele fez importantes previsões. Jorginho, como era chamado, recebia informações mediúnicas sopradas pelo Pai Xoxó.

George Orwell era o pseudônimo de Eric Arthur Blair, tataravô de Tony Blair e casado com a Bruxa de Blair além de ser irmão de Alexander Graham Bell, ele ocultou seu nome por causa da perseguição googleista.

Na época em que escrevia, George Orwell foi acusado de heresia pela Igreja Googleista e foi ameaçado à fogueira. Para se livrar das acusações, Jorginho começou a escrever as profecias na forma de romances inocentes.

Seus principais trabalhos são O Triunfo dos Porcos e 1984, também conhecido como Big Brother, o livro.

Em O Triunfo dos Porcos, Orwell previu a chegada do PT ao poder.

Já no romance 1984, considerado pelos historiadores como uma transcrição de um dos textos apócrifos da Bíblia, Jorginho previu não só a subida do PT ao poder, como a também reeleição de Lula, a ascensão da Rede Globo, a burralização da população e o assassinato de dissidentes do Partido. O livro tem o nome 1984 porque esse é o número de anos que um trabalhador comum tem que trabalhar para conseguir ganhar o equivalente a um mensalão.

As igrejas Católica e Googleista entraram em acordo sobre ambas excomungarem sumariamente todos os fiéis que lerem os textos de Orwell.


Suas obras[editar]

George Orwell escreveu duas grandes obras em sua vida. Uma dela foi "A revolução das bichas", que talvez seja esse o motivo pelo qual era muito confundido com Oscar Wilde. O outro livro famoso de Jorginho foi "1984", uma espécie de romance erótico onde ele prevê a criação de um programa de televisão onde pessoas ricas e remodeladas cirurgicamente ficam trancadas em uma casa sendo filmadas o tempo todo. A maioria dos telespectadores nunca terá uma casa daquele nível, o que se dá, em parte, porque eles gastam grandes porcentagens de seus medíocres salários assinando TV a cabo e pagando pay-per-vew para poder assistir 24 horas o que fazem as pessoas. Todos os atos dos participantes do programa são previamente combinados longe do público, que acredita veementemente que tudo é espontâneo e que o único contato dos mesmos com o resto do mundo se dá através de um mané que fala em uma TV de plasma, que serve para fazer merchandising da marca que a fabricou. Jorginho foi mesmo um vidente, preveu em suas obras telas que ficam em todas as casas e tocam musiquinhas irritantes e filmes medíocres para manipular a população e "esquerdistas" que se corrompem pelo poder.

Curiosidade que o povo alienado não sabe[editar]

Se perguntarem sobre quem está no paredão? quem está pegando quem? ou coisa dessas naturezas que não trazem nenhum beneficio a ninguem, a maioria da populuação brasileira sabe, mas uma coisa que o povo alienado que assiste aos programas da Globo e da Record não sabe é que: Foi baseado nas duas grandes obras do Jorginho que a Rede Globo e a Rede Record se degradiam para ver quem tem mais audiência nos seus programas de realit show. A Globo através do Big Brother e a Record com sua fazenda. Se você não sabia disse, agora tá sabendo. Isso aqui também é cultura.

Compositor[editar]

O que poucos sabem é que George também foi um grande compositor, após escrever 1984 ele compôs uma música tema para o livro que mais tarde seria roubada pela banda The Police:


Every breath you take
Every move you make
Every bond you break
Every step you take
I'll be watching you
Every single day
Every word you say
Every game you play
Every night you stay
I'll be watching you
Oh, can't you see
You belong to me


...Boiolice amorosa que o The Police colocou...


Every move you make
Every vow you break
Every smile you fake
Every claim you stake
I'll be watching you