Geri Halliwell

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Loirastupidaaaa.jpg Hello, Honey! Este artigo é fashion!!

Este artigo é algo que eu e minhas amigas pink adoramos! Se você for nerd ou pobre, tipo, é melhor passar longe daqui, e se vier aqui pra arranjar confusão, nós vamos chamar a galerinha popular para humilhar você!

Cquote1.png Não conheço Cquote2.png
'Fã de Spice Girls a partir de 2000

Cquote1.png Que burra, dá zero pra ela! Cquote2.png
Chaves, sobre Geri Halliwell
Cquote1.png Ela tenta, tenta, tenta, mas nao sai nada Cquote2.png
Mel B, ex-spice girl, sobre Geri Halliwell
Cquote1.png você quis dizer 'Jewel' Cquote2.png
Resultados pesquisa Google, sobre Geri Halliwell
Cquote1.png Eu voltarei Cquote2.png
Geri Halliwell, sobre ela mesma
Cquote1.png Já Comi Cquote2.png
Bjork, sobre Geri Halliwell
Cquote1.png Já me comeu Cquote2.png
Kylie Minogue, sobre Geri Halliwell
Cquote1.png Se ela pudesse converter peito em cérebro... Cquote2.png
Victoria Beckham, sobre Geri Halliwell

Geris.jpg


Geri Halliwell, mais conhecida por ex-spice girl, trata-se de mais uma destalentosa quase cantora da música pop. Atualmente Geri decidiu tornar-se escritora de uma série de livros pornográficos, mas sua historia como animadora de machos começou ha muito tempo.

Início de Carreira[editar]

Geri a frente do grupo Spice Girls

Gerita iniciou sua carreira semi-musical aos 43 anos num grupo pop rueen chamado Spice Girls(Garotas sem espaço), e com estas destruiu completamente o brit pop com as mais sem-noçao composições ja vistas no mundo da música, mas o passado de Helliwell vai muito além! Sabe-se que antes de ser prostituta no grupo, Geri ja trabalhava em filmes pornôs, fazia revistinhas ponograficas, batia ponto, ensinava senhoras de terceira idade a encontrar o orgasmo, entre outras atividades. Com as Spice Girls, Geri teve bons resultados, rendendo muita grana com noites em bordel, vendas de produtos eróticos e sexo, muito, muito sexo, mas inconformada, abandonou a banda em busca de uma carreira solo.

Carreira Solo[editar]

Sozinha, Geri levou muito pau na bucetinha na casa de George Michael, amiga bixona de Geri, e la teve ideias horríveis de lançar um cd solo e infernizar mais ainda a vida do pobre povo britânico, que já estava saturado da sua voz rouca que simulava muito a um pato morrendo, mas como obra do inferno em 1999, sai pela gravadora EMI-Virgem, o cd Schuzopenis, que e uma mistura de cultos satânicos e que quer dizer "Penis Sujo", o que descreve muito bem as músicas do álbum.

Singles[editar]

  • O primeiro single do álbum: Lick at me (me lambe) que representava Geri num culto pagão em um cemitério onde ela incorpora um espírito da Madre Tereza reencarnada e a Princesa Lady Di, uma vadia, outra vadia, e mais outra e mais outra e mais outra, num total de muitas vadias. O clipe foi rodado na Repulblica Tchequinha ao custo de uma fita em preto e branco, 2 fichas de telefone e umas bixonas dançarinas. O resultado foi bom, devido a muitas horas de sexo oral e noites mal dormidas.
Geri e suas multiplas facetas de vadias no cd Schuzopenis
  • Em seguida ela segue viagem a Espanha e grava "Meti con un Latino"
  • Logo após ela foi mais longe, seguiu viagem a Marte de encontro a alguns parentes e gravou "Live et up" que quer dizer (Sou uma ET), todo conteúdo do clipe descreve isso.
O Cd: Barangas também metem
  • No ano seguinte em 2000, ela lança o clipe Baranga it up"(Barangas também metem), no qual ela faz propaganda de sua bebida maligna que tem o poder de extinguir a raça masculina, transformando-os em bixonas loucas e maridos submissos, e com toda apelação possível e seguindo o rastro das Spice Girls, Geri vende muitos cds, entre o público alvo encontravam-se retardados, maricas e prostitutas.
  • Em 2001, depois que todo dinheiro rendido com as Sperceguidas e do seu cd de estreia acabaram, Geri volta toda seca, depois de sofrer varias overdoses e lutar contra a tuberculose e saiu com vida.
    Geri anoréxica
    Pesando em media 28 kg, Geri entra em estúdio do bordel londrino e prepara um material muito indecente, e capricha mais ainda gravando a música mais pervertida, veada, e odiada entre as pessoas normais: "It´s raining men"(Está chovendo machos), e como se o capeta incorporasse na Terra, a música tocava 1 vez a cada 5 minutos na Europa, o que gerou o suicídio de pessoas normais, e ataques suicidas ocorreram, como o ataque as Torres Gêmeas, na expectativa de conscientizar o mundo do grave erro que estavam cometendo, dando espaço àquela patinha roca.
  • Pouco tempo depois o segundo cd e o single que dava título ao álbum era lançado: "Icecream no, if you wanna be sexy"(Nada de sorvetes se você quiser ser sexy), no qual em um trecho ela assume sua dependencia química descontrolada: Give me some gasoline... "Sim eu bebo até gasolina...", mas a música não colou, porque cá pra nós, gasolina tem um gosto horrível.
Geri sobre efeito de alucinógeno
  • Depois de um abatimento musical, Geri pegou aquela fitinha de Charles Chaplin Rw de sua casa e gravou seu 3º e último clipe do seu segundo trabalho(É, por não saber cantar, gravar um cd pra Gewel é um trabalho), "Collang"(Cola). A dependência de Geri foi tão longe que ela partiu para a cola, e no clipe ela aparece andando de um lado pro outro entre plantações de maconha e um leve efeito de alucinógenos. Felizmente devido a perda de mais 18 kg e quase invisível, o mundo contemplou quase 2 anos sem ouvir falar de Geri Halliwell.
  • Em 2003, no assistindo Sexy in the city, seriado americano para velhas encalhadas, aparece Geri como um efeitos das pastas italianas, obesa, totalmente obesa, um espanto para os fãs que ouviram na '''MTV''' que ela havia morrido de tuberculose, mas para alegria de uns e infelicidades de muitos, a líder da maior cagada da música Spice Gels não morreu, não ainda, não dessa vez. E daí então, de volta a mídia, as polêmicas desnecessárias voltam.
  • Em 2004, ela volta a música, porque é burra e não se toca que o povo já está saturado de sua voz rouca similar a de Nair Belo, mas como obra do satã, sua voz está totalmente mudada, há quem diga que foram as drogas, outros dizem que foi pacto, mas a teoria mais aceita é que Geri morrera e aquela era um sozia gordinha tentando se aproveitar da imagem da ex-ruiva peito de vaca.

Depois de uma analise longa, descobriu que como a Geri nunca cantava ao vivo em seus shows, a voz que havia gravado suas novas músicas eram da esquecida Nika Costa, num apelo de soltar a voz.

Geri segurando num pau
  • Enfim sai em 2004 o 1º single do tormento que estava por vir: "Ride it" (Tenho celulites), o que o clipe mostra com clareza. E como mulheres gordas cheias de celulite é o que não falta, o single vendeu mais que cachaça em festa de pobre, e com isso Geri voltou a ser rica, comprando umas roupinhas nova, já que na época do clipe ela teve que se virar com a camisolinha rosinha da sua então falecida bizavó.
  • E finalmente em 2005, o cd menos do que aguardado chega as lojas batizado de "Pastel"(Massas) , acoplado de um single bostinha e apelativo chamado Disaster(Desastre), o que descrevia muito bem a letra da música, a coreografia, o corpo da cantora e tudo que envolvia o Spiceworld, e devido ao fracasso, Geri foi chorar as mágoas com tudo que era macho pela frente, até descobrir que estava grávida, mas não sabia de quem. Como uma bela oportunista, ela quis empurrar o filho para o Príncipe Charles, mas este provou que era vazectomizado, daí após incansáveis testes de DNA que pareciam não ter fim, onde até o Ronaldinho e o cãozinho da Paris Hilton não se safaram, descobriram que a Sasha, filha da Xuxa era o pai do bebê. Como se chegou a essa conclusão, ninguém sabe.

Dias Atuais[editar]

Geri e sua filha

Em 2006 nasce uma monstrinha que foi batizada de Blackhell Madonna, como forma carinhosa de agradecer todo apoio dado pela Madonna a insistência de ser popular sem sucesso de Geri Hellwell. Totalmente sem voz, Geri deu-se conta que sua fracassada carreira de cantora chegara ao fim, e decidiu a partir de então escrever, e apesar de uma caligrafia horrível e vários erros de ortografia ela está publicando todo mês um livro chamado Gerita quer trepar, que conta a estória de uma menina de 11 anos que sai a procura de sexo entre as ruas de Londres. E até o devido momento ao que se sabe do futuro dessa debilóide é isso...