Giovannini (Coronel Fabriciano)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
O valentão da rua.

Estória História[editar]

O bairro Giovannini é simplesmente a área mais nobre do formidável município de Coronel Fabriciano. Está situado entre Lostboots Of Judas, um bairro fervorosamente católico e o condomínio "Orifício Anal Do Mundo", feito exclusivamente para evangélicos. O bairro é mais conhecido pela forma excludente com que seus moradores agem diante dos outros habitantes da cidade.

Moradores[editar]

Tipicos adolescentes do Giovannini.

São em geral brancos, caucasianos, de pele clara e traços escandinavos.Há também negros,amarelos, vermelhos e marrons. Outras cores, só sob encomenda. É o bairro que concentra metade dos famosinhos da cidade.

Casa típica do Giovannini.

Habitações[editar]

São grandes, pequenas, altas, baixas, com portas e janelas e normalmente com uns nego doido morando dentro. Como os giovaninianos tem muito espírito de comédia, eles não gostam de mostrar a própria moradia para os coleguinhas, mesmo tirando muita onda com eles. Isto porque, apesar do papo, suas casinhas são tão fudidas quanto às nossas. O que muda é que eles vivem sobre um misto de pântano e areia, o que faz com que suas "mansões" afundem 1 cm por ano. Assim sendo, em algumas décadas, nossos netos poderão revidar tudo o que esses chatos e bobos tem feito conosco. Nesse futuro feliz, a famigerada piada do saci pererê que teve que bater um escanteio voltará a reinar!!!

Estacionamento do supermercado em dias de garoa.

O Morro do carmo[editar]

Esse é outro bairro e não deveria ter sido citado. A sua única relação com o Giovanini são os buracos de tiro presente em algumas paredes, provenientes de balas distribuidas à população pelos nobres traficantes da respectiva favela.

Atividades[editar]

Algo próximo de zero. É assim que pode ser classificado o lazer dos moradores no bairro. Não tem porra nenhuma pra fazer lá. Nadica de nada. Sem clubes, sem campinhos de várzea, sem zonas de meretrício, sem lan houses, sem paintball, sem cabines eróticas, sem esgoto, sem porra nenhuma, so daquele punheteiro ali ó. As únicas atividades que podem ser acompanhadas quase diariamente no Giovanini são:

  • As peladas no meio da rua, com pedra enormes e chinelos da Kindler pra marcar os golzinhos. Essa atividade so resulta num agravamento da já grave situação gravíssima do transito groove do Giovanini, gravou?
  • Masturbações públicas praticadas no morro Ládetrás
Trânsito do Giovannini num dia de jogo do Brasil na Copa Do Mundo.

Isso não existe!(mas com é Rio de janeiro existe sim )

Casas Mal-Assombradas no Morro Ládetrás[editar]

Existem 6 casas no morro Ládetrás que da noite para o dia surgiram do nada. São obras do estilo gótico de Amy Lee e das bichas do Simple Plan. Ou seja, são edificações emos, bichas enrustidas, mal-acabadas cheias de buraco pra dar, que metem medo em todo mundo e que ninguém tem coragem de chegar perto. O pai dela, ou seja, o arquiteto, as abandonou por que els não eram perfeitas. Como todo bom emo, as casinhas agora vivem num cantinho, cortando os pulsos do pé-direito e cantando "Hey,daddy,look at me".

Dizem que coisas horriveis, da pior estirpe aconteceram lá dentro, mas enquanto esses terríveis segredos não são revelados, a gente lembra aquela famosa piada do pintinho do cu cabeludo . . .