Giuseppe Verdi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Verdi, antes de umas biritas

Giuseppe Berdinazzi Salame Mussolini Marco Materazzi Pizza Giovanni Paolo Enrico Carlo Bebadino Verdi, também chamado José Verde, foi um grande compositor bêbado italiano do século retrasado.

Entre suas grandes obras estão Rigoletto (Ópera sobre o vinho e seus efeitos), La Traviata (Ópera sobre o vinho e seus efeitos) e Nabucco (Ópera sobre Nabucodonosor, rei da Babilônia, e sobre o vinho e seus efeitos).

[editar] História

Verdi nasceu na cidade de Nova Trento, no sul da Itália, perto de Urussanga, dentro de uma vinícola. Verdi era filho de um produtor de vinho e de uma degustadora de vinhos e desde o berço já tomava vinho tinto em sua mamadeira. Foi ouvindo o som das batidas das garrafas que Verdi aprendeu a gostar de música.

Com 18 anos, Verdi saiu de casa para estudar enologia em Brusque, ao sul do norte de Roma. Nesta época, Verdi também aprendia a tocar bandolim, ficando em dúvida sobre qual carreira seguir. A dúvida era tanta que Verdi decidiu juntar as duas preferências em uma única vocação. Com isto, Verdi começou a trabalhar em um boteco, onde servia vinhos e tocava piano, ao mesmo tempo. Um caça-talentos que estava no local percebeu o talento de Verdi e o chamou para atuar em Malhação. Verdi fez o certo e recusou a proposta, e 3 anos mais tarde se tornaria o maior compositor bêbado de todos os tempos.

[editar] Música

Verdi, depois de um goró

Verdi tinha 21 anos quando ganhou o Troféu Imprensa das mãos de Silvio Santos. Isto abriu o caminho para a grande carreira musical do músico.

Em 1800 e não interessa, Verdi foi chamado para se apresentar em um grande teatro em Milão, mas, como não tinha nada pronto, resolveu criar algo rapidinho. Surgia então Nabucco, uma das maiores obras alcoólicas de todos os tempos. O sucesso foi tanto que Verdi até foi chamado para o Show de Fim de Ano da Globo.

Com o sucesso, vieram também outras obras. Em Rigoletto, Verdi tentou não falar muito de bebidas e, de fato ele conseguiu. Apenas 99% da ópera fala em bebidas. Rigoletto seria considerado a maior obra de Verdi, depois que os analisadores de sua obra já estavam afetados pelo vinho no sangue.

La Traviata, uma ópera sobre brindes, cálices, vinho e bebedeiras, teve um teor alcoólico fora do normal. Verdi ouviu sua obra La Traviata 2 vezes, o suficiente para entrar em coma alcoólico. Suas últimas palavras foram Libiamo Ne'lieti Calici.

[editar] Ver também

v d e h
Bach bass.jpg
Bach shades.jpg

♫♫♫ Compositores da Música Erudita ♫♫♫

AlbinoniBach (Biografia)BeethovenBerliozBizetBrahmsBrucknerCarlos GomesChopinCorelliDebussyDukasDvorakElgarGriegHandelHaydnJenkinsKhachaturianLisztMahlerMendelssohnMozartMussorgskyOffenbachOrffPachelbelPaganiniPalestrinaPonchielliProkofievPucciniRachmaninoffRavelRimsky-KorsakovRossiniRubinsteinSalieriScarlatti PaiScarlatti FilhoSchoenbergShostakovichSchubertSchumannStrauss FilhoStrauss PaiRichard StraussStravinskySuppéTartiniTchaikovskyVerdiVilla-LobosVivaldiWagnerWeber

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas