Glaucilândia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png Glaucilândia é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Todos os carros daqui foram fabricados na década de 1990 ou antes.

Sciences de la terre.svg.png
Cquote1.png Você quis dizer: Glaubisvânia Cquote2.png
Google sobre Glaucilândia

Glaucilândia ou Glaubisvânia, o país das bibas para os íntimos, é uma nação independente comunista de Minas Gerais que tem planos para dominação global. A cidade e pseudo-nação tem cerca de 2000 pessoas que seguem o comunismo fielmente, sendo que poderiam meter a mão no fogo apenas para não virarem capitalistas seguidores do "tirano" Adam Smith. Não é à toa que a cidade tem tão pouca gente fiel ao comunismo.

República[editar]

Mata-burro de Glaucilândia. Observe que até hoje nenhum habitante cruzou ele... vivo.

A emancipação e criação da república comunista de Glaucilândia ocorreu em 1909, quando a União Soviética começou a implantar mais e mais colônicas socialistas no Brasil, criando pequenos núcleos culturais que promoviam a criação de bananais e de desigualdade social.

Esses núcleos eram conhecidos como "municípios" que tinham como dever "se emancipar e se unir" para criar a Nação Soviética da América do Sul e ser o novo parceiro econômico da União Soviética que estava ficando cada vez mais sem pessoas com quem negociar e também ficando cada vez mais pobre.

Óbvio que o plano não deu certo. A cidade só conseguiu se emancipar em 1960, e em 1960 a União Soviética já estava má das pernas e nem São Marx poderia alvar os comunistas agora. O plano tinha que ocorrer e a colônia de Glaucilândia continuou construindo igrejas (comunistas), prefeituras (comunistas) e casas (todas iguais e comunistas).

Emancipação e governo[editar]

Conseguiu a emancipação como nação comunista definitiva em 1980, quando a URSS finalmente caía. O jeito foi que a república comunista de Minas Gerais (vulgo Glaucilândia) tivesse que alimentar Cuba, o único paí que não se converteu para o capitalismo e que não está infectado com a peste.

A China seria impura para os governantes de Glaucilândia, pois a política é maleável por lá. De qualquer maneira, Glaucilândia não vai muito com a cara de chineses e pessoas parecidas com japoneses.

Economia[editar]

O jeito é vender milho para Cuba.Pois todas as plantações só focam nesse produto.

Enquanto Glaucilândia exporta apenas para Cuba Milho, Cuba só pode exportar a única coisa que sabe produzir: charutos. Eles mandam toneladas de charutos cubanos para Glaucilândia. Sendo que de Glaucilândia eles partem para o resto do mundo. Sim, nem mesmo Glaucilândia é completamente comunista.