Glaucocystaceae

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Glaucocistófitas
São essas jujubas verdes aí
São essas jujubas verdes aí
Classificação científica
Reino: Plantinhas(?)
Divisão: Glaucoma
Classe: Glaucofismo
Ordem: Glaucocisto
Família: Glaucosistema

Glaucocystaceae é a única família, da única ordem da única classe da divisão Glaucophyta, uma espécie de ser vivo indefinido que consiste em algas microscópicas que habitam lagoas e rios do Acre (o que explica a quase total falta de estudos relacionado a esta família de vegetais - se é que são mesmo vegetais). Possui grave crise de identidade (não sexual, porque ele se auto-fode mesmo, e não no sentido da masturbação, mas no sentido da mitose) e ainda não se decidiu se é uma cianobactéria ou uma alga (em alguns casos mais radicais até acha que é um animal, como espécies flageladas que se movem), embora prefira muito mais se definir como alga, porque considera mais chique do que uma mera bactéria, não a toa se pintou de verde para este disfarce. O motivo de tanta discórdia sobre a sua correta definição é que são unicelulares como as bactérias mas fazem fotossíntese como as plantas, mais ou menos como um fã de Lady Gaga, que tem organismo de um humano mas aparência, comportamento e empatia ao de um bovino, o que dificulta sua classificação.

Características[editar]

Embora se force a ser considerado uma alga qualquer estudo apurado percebe que as glaucocistófitas são apenas bactérias coloridas de verde, como bom seres unicelulares e desprezíveis que são, dotado de apenas uma única célula com um único núcleo, uma única mitocôndria e todas aquelas demais coisas sem importância que aprendemos no ensino médio.

Sua parede celular, todavia, é composta de pitidojuliano, uma estrutura que francamente... tanto faz. Como quer confundir os outros que é uma alga, possui também em seu interior um teor de clorofila A (corante verde) só para confundir ainda mais os biólogos, e junto a esta clorofila, o fiofó do bilissomo, que é aquela estrutura em formato de ioiôs amontoados que garantem a fotossíntese, porque é um organismo inútil demais para conseguir caçar algum alimento, até porque no Acre, onde essas algas são encontradas, ele só teria dinossauros como alimento, o que não bom para digestão nem de urubus, então as glaucocistófitas ficam só com a luz solar mesmo.

Gêneros[editar]

  • Glaucocystis - Esse quer ser planta, é imóvel apesar dos flagelos.
  • Cyanophora - Esse quer ser animal, é móvel e se recusa a ter parede celular.
  • Gloeochaete - Este é bem indeciso, hora tá imóvel hora tá móvel.
  • Cyanoptyche - Encontrado apenas na fronteira hipotética entre o Acre e a Bolívia, é o único que é conformado com a verdade, que não passa de uma bactéria.