Glen Benton

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!! Cquote2.png
Papa Bento XVI sobre Benton (o 666)
Cquote1.png Queimar animaizinhos? Esse cara queima a rosca, isso sim! Cquote2.png
Wagner Lamounier sobre Glen Benton

O próprio!

Qual é a Sua (Des)Graça?[editar]

Glen Benton é o nome de um famoso vocalista idiota e religioso norte-americano, um dos fundadores da banda Gaycide, que foi de grande valor na defesa da causa gay. Sua atuação na Igreja Cobra Kai também merece destaque.

História[editar]

A história dessa grande personalidade, defensora dos direitos dos animais (ver: tr00), é fantástica e comovente, revelando, desde o princípio, tratar-se de um grande homo homem.

Glen Benton cresceu como um menino órfão, até ser levado, aos 10 anos de idade, para um orfanato administrado por freiras católicas. Lá, Bentinho, como era chamado, foi muito maltratado, pois as irmãs eram, na verdade, cafetinas que se aproveitavam de sua condição “piedosa” para capturar crianças na rua e transformá-las em prostitutas na instituição que de religiosa só tinha o nome, sendo, na realidade, um puteiro infantil. Bentinho era a vadia preferida de 11 entre 10 pedófilos, que incluíam padres, monges, açougueiros, padeiros, pipoqueiros e qualquer outro profissional que tivesse um pênis, um crucifixo, um pão-bengala ou qualquer outro instrumento fálico, naquela região.

Infelizmente, as pregas anais de Glen Benton não resistiram ao excesso de trabalho e arrebentaram, apesar de terem se tornado extremamente flexíveis devido ao uso constante. Para piorar sua situação, Glen ainda adquiriu uma voz grossa, por trazer a porra de vários clientes encruada na garganta, decorrente do volume excessivo de esperma que ele havia engolido fazendo sexo oral, durante todo aquele tempo ali.

Glen, então, foi expulso, com uma mão na frente e outra atrás (não me pergunte onde...). Sua revolta contra o sistema e, principalmente, contra o cristianismo, o levou a anunciar num jornal procurando por pessoas interessadas em formar uma gangue. Infelizmente, embora Glen tivesse conseguido reunir integrantes, seu plano fracassou; a gangue nunca conseguiu assustar ninguém com suas poses esdrúxulas e sua cara de mal, e o ponto final se deu quando eles foram expulsos de uma creche, a golpes de mamadeira, após uma tentativa frustrada de assalto. Tudo poderia ter terminado aí, mas Glen não desistiu; percebendo os pontos fortes da equipe, Glen decidiu transformá-la em um grupo de Death Metal.

A Criação do Gayside[editar]

A banda, a princípio, não tinha o nome de Gayside, mas Glen logo se deu conta de que eles eram perfeitos para assumir o posto de defensores da causa gay tr00 e sugeriu o novo nome, que foi aceito de imediato pelo restante do grupo. Com performances extraordinárias, em que um bando de marmanjos fortões ficava bem atrás de Glen, fazendo-o gritar obscenidades num palco, a banda agradou em cheio à comunidade GLS aos tr00 headbangers.

Você Sabia?[editar]

  1. Glen Benton falou que iria se matar quando completasse a idade de Jesus, ou seja, trinta e três anos. Infelizmente, ele não cumpriu a promessa. Alegou que não estava disposto a morrer em cima de um pau, mas a viver dentro de um. Isto ele vem cumprindo (ui!).
  2. Glen Benton vem sendo perseguido por ONG's de defesa de direitos dos animais, desde que ele confessou, num surto de sinceridade, que tortura animaizinhos indefesos. Os ecologistas sustentam a tese de que centenas de animais vêm sistematicamente sofrendo tortura auditiva durante as apresentações do Gayside.