Glenn Greenwald

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Este artigo está sob vigia do Pavão misterioso, se vandalizar, o pavão irá vazar as suas conversas do Whatsapp


FNM.png Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

E já viajou num Fucker 100.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.

Cquote1.png Você quis dizer: O cara que apanhou de Augusto Nunes? Cquote2.png
Google sobre Glenn Greenwald
Cquote1.png Você quis dizer: Glenn Frey? Cquote2.png
Google sobre Glenn Greenwald
Babel fish.gifTraduzindo: Glênio Verdevaldo
Babel Fish sobre Glenn Greenwald
Cquote1.png É um militante disfarçado de jornalista... Cquote2.png
Bolsominion sobre Glenn Greenwald

NewBouncywikilogo.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Glenn Greenwald.

Glenn Greenwald, recentemente apelidado pelos bolsominions de Glênio Verdevaldo, é um, escritor, adevogado, ativista, jornalista e viadão de origem Estaduniense que vive em torno do grande negócio gerado sob a marca Wikileaks, ganhando fama, notoriedade e dinheiro as custas disso.

Glenn contabilizando quanto pode pedir pra enfiar as provas todas no ralo.

O mesmo levantou, com apoio de Julian Assange e Edward Snowden, dentre outros participantes dessa enorme rede de vazamentos que se aliaram por parte da contracultura hacker se achando um bando de cyberpunks querendo lutar contra o capitalismo se pagar de defensores do bem da sociedade contra a governança das corporações, uma série de informações preciosas quanto a sistemas de vigilância, questões espinhosas de natureza política que em teoria eram para ser confidenciais, dentre várias coisas pouco relevantes que para muitos que entendem o suficiente da parada não passaria de meros segredos de polichinelo.

Isso teria rendido enormes dividendos para o mesmo, que conseguiu até mesmo o prêmio Pulitzer e usando disso, acabou por fundar o seu próprio portal de informações de quinta coluna, chamado The Anal Interception, onde se dedicaria a vasculhar merdas políticas e coisas do tipo, com apoio de seu parça de broderagens de nome David Miranda, que acabou por se tornar deputado pelo PSOL depois de o Jean Wyllys se cansar de ser o saco de pancadas oficial da Bancada Evangélica.

Há informações [carece de fontes] de que ele seria um dos mais influentes colunistas de opinião dos Estados Unidos, o que não contaria muita coisa, em especial se formos considerar que o Glenn em termos de posicionamento político não parece ser nada mais que uma versão do Michael Moore, só que mais clean, magra e gay, sem contar que o americano médio não tem lá tanto interesse nas pataquadas colocadas pelo mesmo, a ponto de eleger um Donald Trump da vida.

Além disso, há informações de que a NSA, já ciente dos vazamentos ocorridos no governo Osama Bin Laden Barack Obama, estaria em conluio com a Interpol e com a Polícia Federal na preparação de uma operação de rastreamento na qual se objetiva a busca de informações quanto ao envolvimento do mesmo em um grande negócio de compra e venda de informações a priori confidenciais para fins de espionagem, bem como no fomento de ações de cyberterrorismo com finalidades de política pequena.

Consta que tal operação já estaria prestes a ser engatilhada dentro da continuação da série de orquestrações conhecida pelo nome de Operação Lava Jato, sendo que Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, ao ver as suas ações vazadas, já prepara com seus asseclas uma ação de revanche, podendo com isso avacalhar de vez e vazar dados sigilosos da nada correta operação de Greenwald e de seus comparsas no Brasil, que usam métodos similares aos impingidos a NSA para conseguir informações confidenciais pra uso político.