Globeleza

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.

Cquote1.png Você quis dizer: Valéria Valenssa Cquote2.png
Google sobre Globeleza
Cquote1.png Experimente também: Atentado ao pudor Cquote2.png
Sugestão do Google para Globeleza

A origem de tudo isso.

Globeleza é aquela negra gostosa que aparece durante as vinhetas carnavalescas da Rede Globo, fazendo o Brasil inteiro parar como se não existisse mais nada passando na televisão. Passado o carnaval, a Globeleza desaparece completamente da mídia, entrando em estado de coma hibernação profunda e absoluta guardando suas energias para a festa do próximo ano. Como entra em ação apenas em uma única data específica, a Globeleza não envelhece, não engorda e não adoece, mesmo estando sempre pelada.

Apetrechos[editar]

A Globeleza menos famosa.

Embora não use nenhum tipo de roupa a Globeleza não sofre nenhum tipo de censura quanto à sua nudez, pois seu corpo é muito bem pintado pelo já patrimônio global Hans Donner, um velho gringo responsável por criar todas as aberturas de novela e programas da emissora desde 1900 e guaraná com rolha. Antigamente, Donner realizava a pintura de forma manual, pois não existia tecnologia que permitisse fazer de outra forma e a Globeleza era Valéria Valenssa, sua mulher, já acostumada em levar pintadas dele. Mas depois que Valenssa se aposentou, a ciumenta exigiu que a nova Globeleza fosse colorida digitalmente.

A Globeleza também precisa obrigatoriamente usar salto alto e ter o cabelo cagado com muita química para a Globo conseguir enfiar uns enfeites espalhafatosos em sua cabeça. Por que isso? Para testar se ela sabe sambar mesmo com obstáculos colocados em si mesma. Afinal, simplesmente contratar uma mulata boazuda que saiba dançar nua seria muito fácil, precisa ter um certo grau de dificuldade para conseguir esse emprego.

Globelezas[editar]

Uma Globeleza em seu habitat natural

Até agora, foram três as mulheres que ocuparam a vaga de Globeleza. Sim, eu sei que você nunca notou que ela mudou um dia e sempre pensou que durante todos esses anos fosse a mesma pessoa, até porque os negros são todos iguais sua concentração devia estar nos seios e na bunda dela requebrando, né? Pervertido!

  • Valéria Valenssa - A primeira e mais conhecida. Foi Globeleza de 1990 até 2005. Não saiu por ter ficado velha, pois como já foi mencionado, essas gostosas não envelhecem, mas porque de repente passou a sentir nojo do próprio trabalho e converteu-se à Igreja Universal.
  • Giane Carvalho - Foi eleita pelo público para ser a substituta de Valenssa, mas foi Globeleza uma única vez porque fez lipo e colocou silicone, ficando mais sexy que a original e por isso Donner a demitiu. Ficou tão traumatizada que entrou em depressão e também virou crente.
  • Aline Prado - Ocupou o posto de 2006 até 2014, mas ainda assim ninguém sabe seu nome e ela continua sendo confundida e comparada com Valenssa. Ela não tem mamilos, pois removeu-os em uma cirurgia chamada de mastectomia estética.

Música Tema da Globeleza[editar]

GLOBELEZA

Compositor: Jorge Aragão

Lá vou eu, lá vou eu
Ir vestido de vadia
No carnaval de novo
Beber até o além
E dar o cú com muito amor (2x)

Vem... Beber pinga até vomitar
Dá até vontade de cagar
E de na sua porta dar um mijão
Tô todo fudidão

Quem, quem, quem, quem...
Foi o infeliz...
Que teve a ideia da Globeleza
Hans Donner fumou legal

Uma mulata nua dançando o bumbum guloso
Isso a gente só vê na Globo (2x)