Glomeromycetes

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Glomeromycota)
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Glória Maria Cquote2.png
Google sobre Glomeromycetes
Cquote1.png Vem cá fazer uma simbiose! Cquote2.png
Trepadeira para um fungo Glomeromycota.

Glomeromycota é mais um dos desprezíveis filos dos sempre simpáticos fungos, seres pequenos, embolorentos e que dão uma coceira desgraçada, isso só para falar o começo, sendo esse filo um dos mais desconhecidos, junto com os outros 6 visto que ninguém são perderia seu tempo com esses seres.

Apresentação[editar]

Exemplo de simbiose entre fungo e planta, gerando sei lá o que.

São, como foi dito na introdução, mais uma divisão dos já extremamente divididos seres vivos, mesmo eu achando que para estar vivo tem de se mexer, o que qualifica plantas como minerais, dessa vez é uma divisão dos fungos, seres pequenos e que costumam não gerar boa coisa, exceto quando utilizados para abrir as mentes, função básica de suas toxinas.

Os do filo Glomeromycota são conhecidos como os que fazem associações suspeitas com tudo quanto é outro ser, eles se misturam com, protistas, moneras, plantas, animais, no caso o seu adorável dedão do , se der se misturam até com ET's, há grande chance desses fungos terem pego carona nas naves espaciais e agora estarem desbravando o universo desconhecido.

Participantes[editar]

Um do filo Glomeromycota em simbiose com um humano.

Esse filo é um dos mais amplos e mais estudados, justamente por eles se meterem em qualquer canto e entrarem em estado simbiótico com qualquer outra coisa, sendo na grande maioria das vezes plantas, seres que vivem parados apenas comendo luz, levando o troféu natureza de a vida mais chata já imaginada, dado curioso: os defensores da morte a pessoas em estado vegetativo são, por vezes, os mesmo que defendem florestas do desmatamento, vegetal por vegetal deixa ambos vivo, ou passa o facão de vez.

Há diversos gêneros nesse filo como os Acaulospora, Archaeospora, Ambispora, Cetraspora, Dentiscutata, Diversispora, Entrophospora, Fuscutata, Glomus, Gigaspora, Intraspora, Kuklospora, Otospora, Paraglomus, Pacispora, Quatunica, Racocetra, Geosiphon e Scutellospora, divididos nas ordens dos Diversisporales, Archaeosporales, Paraglomerales, Glomerales, sendo que a única semelhança entre eles é que não se mexem, emboloram laranjas e se reproduzem de forma sem graça, ou seja, assexuadamente.