Glorfindel

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gay.elf.jpg Este artigo é sobre um elfo.

Ele pode ser um elfo macho, um elfo gay, uma elfa super sexy ou até mesmo um pedófilo.

Sex in the hyrule.jpg
NewBouncywikilogo.gif
Para os neo-ateus que preferem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Glorfindel.

Cquote1.png Você quis dizer: Gloor Fidel Cquote2.png
Google sobre Glorfindel
Cquote1.png Glorfindel era alta e reta, seu cabelo era de ouro que brilha, seu belo rosto, jovem e destemido e cheio de alegria, isso sem falar da seu grande e grosso espadão que ele tinha, ai eu me gamo com ele. Cquote2.png
Soldados de Valar sobre Glorfindel

No universo de fantasia sexuais criado por J.R.R.Tolkien, Glorfindel foi um elfo de Gondolin, louro, saradão e bem dotado que se fudeu na fuga da Queda de Gondolin, e que depois apareceu em Valfenda, como se nada tivesse acontecido antes.

Não se engane! Esse loirinho é o Glorfindel!

A sua história[editar]

Glorfindel nasceu em Valinor algum momento durante a Era das Árvores mutantes. Sua origem é desconhecida, devido à sua nobreza aparente e uma nota que ele era parente de Turgon é possível que ele era um mauricinho de um dos Finwë s filhas, Findis ou Irimë. Isso explicaria o seu distintivo de ouro do cabelo também, como Indis sua mãe puta era uma Vanya. Ele também faria o tio Glorfindel possível Voronwë (que pode ter sido o neto bem dotado de Irimë), o marinheiro sobrevivente só que procuraram Valinor. No entanto, sua filiação é e sempre será uma questão de especulação, a menos que novos manuscritos transformar-se, como Tolkien nunca explorou esse assunto profundamente.

Na guerra do anel[editar]

Durante a Guerra do Anel nada se diz de Glorfindel, pois as suas histórias seriam as mais gays entre outros existentes nesse livro até aqui. Sem dúvida, ele desempenhou um papel tão forte como ele tinha nas campanhas anteriores em meter pau em todos. É possível que ele foi para Lothlórien e lutou ativamente na guerra de Rhovanion, talvez até mesmo ajudando Celeborn na queda de Dol Guldur, quando derrubou um Balrog do penhasco e caiu junto, salvando assim Tuor, Idril Celebrindal, Eärendil e muitos outros elfos de Gondolin, mas morrendo em seguida, para a tristeza dos seus bofes.

História por trás da história[editar]

A desculpa esfarrapada que Tolkien deu quando perguntaram a ele como um elfo que tinha sido trucidado pelos Balrogs em Gondolin poderia aparecer em Valfenda, foi que o elfo renasceu e veio à Terra-Média como um zumbi e protegeu Frodo dos Nazgûl no vau do Bruinen. Glorfindel é um dos noldor e líder da Casa da Flor Dourada, uma das doze casas nobres de Gondolin, terminando a sua vida a procura de alguém para se amar pela eternidade, já que Glorfindel já estava morto mesmo.

A explicação mais razoável é que Tolkien tinha fumado muita maconha, e esqueceu que já tinha mandado Glorfindel para Mandos (para quem entende desta merda: "mandar para Mandos" não é mandar para a puta que pariu, é mandar para o Inferno/Céu dos elfos) na Primeira Era e botou o cara como personagem da Terceira Era.

E sua etimologia[editar]

Glorfindel é o Sindarin calque de Laurefindil ( Quenya : dourado da cabeça de cabelo ["Super Saiyajin"]), que é composto de dois elementos; laure significa "cor de ouro dos tolos" e findil ou findilë significa "cabeça de cabelo".

v d e h
Universo Tolkieniano
LOTR.png