Revolução Golpe "militar" de 64

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Night creature.JPG Golpe de Estado no Brasil em 1964 surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Puro osso.gif


Cquote1.png Você quis dizer: Ditadura Militar? Cquote2.png
Google sobre Golpe de Estado no Brasil em 1964

Cquote1.png Matou foi pouco, olha a merda que deu depois! Cquote2.png
Bolsominion sobre Golpe de Estado no Brasil em 1964

Cquote1.png Brasil, ame-o ou deixe-o! Cquote2.png
Médici mostrando toda sua democracia durante seu governo

Cquote1.png Quero todos esses comunistas ou subversivos no Pau de Arara, mas sem vaselina, entendeu? Cquote2.png
Médici governando o país com mão de ferro

Cquote1.png Marcha soldado cabeça de papel, quem não marchar direito vai preso no quartel. Cquote2.png
Soldado cabeça-de-papel durante o Regime Militar

Cquote1.png Essa ditadura é bundamole, vamos tomar conta do cinema, teatro, artes, carnaval, jornais, revistas, mídia, universidades e lavar o cérebro da população até transformar o Brasil numa merda igual Cuba Cquote2.png
Comunistas durante o Regime Militar

Cquote1.png Naquela época eu estava no auge da minha juventude, com meus 20 e poucos anos, muitos jovens da minha geração lutaram contra a repressão e censura dos militares. Mas tinha seu lado bom bicho, ouvíamos músicas da Jovem Guarda, curtíamos um bom rock ´n´ roll, havia festivais aqui e acolá. Cquote2.png
Geração dos Hippies vagabundos sobre Ditadura Militar

Cquote1.png Eu era criança quando houve a ditadura, eram outros tempos!!! Eram tempos mais puros e inocentes, tudo era perfeito!!! Aí eu cresci participei das Diretas Já e dos Caras Pintadas... e o que eu ganho com isso, um monte de escândalos de corrupção na TV. Sinto falta de uma época mais ingênua, eu quero a minha infância ditadura de volta!!! Cquote2.png
Geração dos filhos dos hippies vagabundos dos anos 70 e 80 sobre Ditadura Militar

Cquote1.png Eu nem era nascido naquela época. Eu nasci nos anos 90, mas meus pais dizem que era uma época boa. Mas um tio meu, irmão do meu pai, me disse que aquela época era um inferno e que uma prima dele "sumiu" naquela época. Meu vô que era um civil que vivia indo nos shows do Raul Seixas também diz que era uma época ruim, e o meu outro vô, um general que era um soldado naquela época, diz que era uma época boa. A foda-se... Eu nasci durante a democracia e eu vou lutar para manter esse país uma democracia !!! Eu quero que isso aqui vire uns EUA ou uma França não a porra duma ditadura de 3º Mundo como aquelas que existem na África, América Central e Ásia. Vou fazer de tudo para ela NUNCA VOLTAR !!!! Cquote2.png
Molecada dos anos 90 sobre Ditadura Militar

Cquote1.png Naquela época eu já estava velha, porra! Estava com meus 60 e poucos anos, caralho, muitos jovens daquela geração queriam mesmo que aquela porra acontecesse. O ruim mesmo é não ter como mostrar as teta e falar palavrão, sabe? Cquote2.png
Dercy Gonçalves sobre Ditadura Militar

Cquote1.png Apesar de infelizmente terem morrido mais de 400 pessoas (isso sem contar os índios), as ditaduras de esquerda ao redor do mundo escravizaram e mataram mais de 100 milhões de pessoas. Não se faz omelete, sem quebrar alguns ovos, principalmente contra os terroristas. Cquote2.png
Direitista que nunca pegou um livro de história defendendo a Ditadura Militar

Cquote1.png É muito fácil chamar de terroristas, os jovens que deram suas vidas para que tivéssemos um país livre das barbaridades que os militares fizeram naquela época, sendo que estes últimos, praticaram terrorismo de estado. Independente da posição política, todos acabaram lutando contra o fim desse horrível período opressor. Cquote2.png
Esquerdista tentando bancar o mártir sobre comentário acima.

Cquote1.png Querem fazer o favor de calar a boca e parar com essa discussão inútil. Não sou a favor de nenhuma ditadura, nem de esquerda ou direita. Pessoas devem ser livres! E que não concorda foda-se! Cquote2.png
Anarquista sobre comentários acima

Cquote1.png Ah parem de reclamar... nem foi tão ruim assim !!! Se ela voltasse eu entraria para o Exército só para matar e torturar ... MWAHAHAHAHAHA !!!! Cquote2.png
Psicopata sobre Ditadura

Cquote1.png Vem, vamos embora, que esperar não é saber! Quem sabe faz a hora, não espera acontecer... Cquote2.png
O hippie vagabundo Geraldo Vandré tentando derrubar o governo e sendo torturado na sequência

Cquote1.png Pai, afasta de mim esse cálice, de vinho tinto de sangue! Cquote2.png
O ladrão de carros Chico Buarque sobre a censura e a tortura

Cquote1.png Apesar de você, amanhã há de ser outro dia. Cquote2.png
Petista Chico Buarque prevendo o futuro e a queda da Ditadura

Cquote1.png Inda pago pra ver o jardim florescer qual você não queria. Você vai se amargar vendo o dia raiar sem lhe pedir licença. E eu vou morrer de rir, que esse dia há de vir, antes do que você pensa. Cquote2.png
O drogado Chico Buarque mais uma vez, prevendo o futuro

Cquote1.png Você não gosta de mim, mas sua filha gosta! Cquote2.png
O pedófilo Chico Buarque sobre Geisel

Cquote1.png Tanto pé na nossa frente que não sabe "como andar." Cquote2.png
Raul Seixas sobre a Ditadura Militar

Cquote1.png Eu devia estar contente por ter conseguido tudo o que eu quis mas confesso abestalhado que eu estou decepcionaaaaaaado! Cquote2.png
Raul Seixas sobre o Milagre econômico e sua cirrose por excesso de bebida quase matando-o

Cquote1.png Faz o que tu queres pois é tudo da lei! Cquote2.png
O drogadão e porra-louca Raul Seixas mandando o povo fazer o que quiser em plena Ditadura Militar

Cquote1.png Ao meu lado um dicionário cheio de palavras que eu sei que nunca vou usar! Cquote2.png
Raul Seixas sobre censura

O Golpe de Estado de 1964 ou Golpe de 1964, foi o conjunto de ações promovidas pelo Exército para que se restaurasse a ordem e o progresso (nem que fosse na base da porrada, da tortura e da censura).

Se você for um comunista, fuja daqui, se não Médici te manda para o pau-de-arara, o Dr. Roberto Geisel para o carandiru e o Figueiredo para Cuba

Como ocorreu

Em 1961, Jânio Quadros, o doido, era eleito pelo povo e este receando algo ruim abdica de seu cargo deixando então, a posição de Presidente vaga. À época, pela Constituição vigente, João Goulart (vulgo Jango) deveria assumir (ui!) a presidência, porém, ele estava em viagem à República Popular da China tratando de negócios de interesse popular. Os militares temendo que Jango voltasse com ideais comunistas o impedem de assumir a presidência.

Após muito ser discutido, Leonel Brizola, cunhado de Jango convence os militares a deixa-lo assumir a presidência (faltando então um ano de mandato), porém, os militares só aceitam se for estabelecido o regime parlamentarista e como única saída, Jango aceita esta condição e torna-se Chefe-de-Estado. Em 1963, o povo clama pelo regime presidencialista e o governo atende-os. Jango é agora presidente com todos os poderes que o cargo concede (quais mesmo?), mas dado o regime da Guerra Fria ele fica gripado o governo fica desestabilizado.

Jango então, para estabilizar tudo, decide começar a implantar medidas para melhorar a economia e realizar a tão sonhada reforma agrária, mas, o burro presidente entoa discurso com notável influência comunista e acaba por ver o exército manifestando contrariedade as medidas. Então, os militares depõe Jango e instauram uma ditadura militar no Brasil, garantindo a ordem civil e pública, assim como a não corrupção do país. tem que ver isso aí. Enfim o Lado Negro da Força dominou o Brasil.

O apoio aos militares

A Ditadura Militar contou com o apoio da Desciclopédia para cassar os comunistas.

Temendo que a democracia mundial fosse abalada, os Estados Unidos da América apoiaram o golpe contra Jango, pois temiam que o Brasil virasse uma Cuba, fazendo com que os EUA perdessem um mercado promissor para a venda de produtos, logo, os militares tinham apoio da maior potência que a época mandavam e desmandavam na ONU, portanto não havia o que temer.

Também sabe-se que o presidente do Congresso, que nesta época, por incrível que pareça não era o José Sarney apoiou o Golpe, assim como a sociedade civil que não se manifestou (já que estavam ocupados). Além de a Veja estar favorável ao Golpe o que acabou facilitando a manipulação da opinião pública.

Dentro das forças armadas brasileiras, existia ainda uma divisão entre os moderados (Castelo Branco, Geisel e Figueiredo ... que hoje devem estar no Purgatório... ou não) e a linha dura (Costa e Silva e Médici ... que hoje devem estar queimando no Inferno). Os grupos concorrentes entre si defendiam pontos de vistas diferentes: a linha dura defendia o fascismo exterminando os chamados subversivos e ficando eternamente no poder, acabando definitivamente com a democracia e a liberdade. Já os conservadores, tinham por doutrina a tradição da moral e dos bons costumes, numa época em que o Rock'n'Roll explodia e os jovens se tornavam cada vez mais rebeldes. Contudo, estes eram a favor do fim da Ditadura Militar, pois não entendiam nada de política e preferiram deixar a presidência da república nas mãos de homens muito honestos, para assim voltarem ao seu papel institucional: a defesa do Estado, a garantia dos poderes constitucionais e (por iniciativa desses poderes) da lei e da ordem.

Justificativas para o Golpe

Os militares usaram de algumas justificativas esfarrapadas para aplicar o golpe, eis algumas:

Após o Golpe

Whitecastle com seu notável e simpático sorriso.

O Congresso Nacional foi dissolvido e começou-se uma ditadura. Vieram dezilhões de Atos Institucionais criados por Whitecastle. Foram suspensos os direitos políticos, ou seja, escreveu não leu, o pau comeu, foi contra algo? Cale-se. Sendo assim, começou um processo que gradualmente iria melhorar o Brasil, para que esta nação de adolescentes inúteis que não conseguiu parar o carro do Batman, fosse a estrela do amanhã, que é hoje. Então, seguiu-se o mandato de De Costas para o Silva que censurou todos os meios de comunicação do país com a criação do AI-5.

Costa e Silva quando era Ministro da Guerra.

O governo não apenas passou a cassar comunistas, como também começou a ditar regras que eles julgavam conservadoras mas, que não passavam de coisas idiotas como: dizer como se vestir, o que não publicar em jornais ou revistas, o que não cantar em uma música, o que não poderia aparecer em uma novela, dormir na hora certa com o ridículo toque de recolher, não falar mal do governo, não ter atitudes suspeitas, além de um punhado de censuras estúpidas. Com isso, o governo conseguiu uma aprovação excelente. Tão excelente, que não apenas os comunistas, como também os próprios capitalistas estavam fartos dos milicos que enchiam o saco a toda hora. Assim, cantores como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque e Raul Seixas foram obrigados a criar músicas com duplo sentido para sacanear com o governo e promover o fim do mesmo, mas o máximo que conseguiram foi tirarem umas férias ou irem para o Pau de Arara.

A ditadura atingiu o auge de sua popularidade na década de 1970, com o "Milagre econômico", no governo de Mérdici. Este filho de Hitler ficou conhecido como o ditador mais terrível da história brasileira por torturar, exilar e fazer desaparecer todos os opositores de seu governo, culminando com a morte de vários guerrilheiros, comunistas, anarquistas, revolucionários, estudantes, liberais, inocentes, suspeitos, baderneiros, vagabundos, bandidos, arruceiros e ladrões. Até que Médici não foi tão mal assim, mas deveria ter devolvido os presuntos para suas famílias e não ter sido um fascista usando de métodos baixos como a tortura, o pau de arara, além do DOPS, ferindo assim, os direitos humanos. Apenas uma surra ou prisão já estavam de bom tamanho (ou não). Nos Anos de Chumbo, houve a Guerrilha do Araguaia, um esforço de guerra inútil com apenas 80 guerrilheiros comunistas contra 5000000000000000000 soldados do exército brasileiro. Também teve destaque na Ditadura a Operação Condor e o Atentado do Riocentro.

As liberdades civis foram suprimidas e foi criado um código de processo penal militar que permitia que o Exército brasileiro e a Polícia Militar do Brasil pudessem prender e encarcerar as pessoas que eles consideravam suspeitas, além de impossibilitar qualquer revisão judicial. Contudo, militares a favor da democracia como Gases Geisel iniciaram um lento processo de abertura política, que enfim terminou no governo do general Figueiredo, (aquele que amava os cavalos), apesar da oposição de militares satanistas linha dura como o Mérdici (que nessas horas, com certeza deve estar ardendo nos quintos dos infernos, para pagar por seus crimes de abuso de poder).

Ernesto Geisel apresentando o Jornal da Record

Com medo de serem procurados pelos crimes cometidos pelas forças de repressão do regime, foi criada em 1979 "A Lei da Anistia", que os isentou da apuração das responsabilidades sobre seus crimes. Ou seja, ficaram no esquecimento as infrações aos direitos humanos, que foram um dos motivos para o desgaste do regime militar, assim como os muitos militares que foram assassinados pela oposição. Apesar disso, permitiriam o retorno ao país, de líderes oposicionistas como Leonel Brizola, pois já haviam cumprido o seu papel na história brasileira (seja para o bem ou para o mal).

Diretas Já

Figueiredo, o melhor presidente da Ditadura, já que colocou um fim nela...a contragosto.
Cquote1.png Mamãe não quero ser prefeito, pode ser que eu seja eleito e alguém pode querer me assassinar. Cquote2.png

No final do governo de Figueiredo, o país estava literalmente numa merda com o agravamento da crise econômica e da inflação, já que apesar do crescimento do "Milagre Econômico", não houve redução das desigualdades sociais e nem diminuição da pobreza. Ocorreu a campanha Diretas Já que foi um fiasco como a Copa de 1986. A manifestação contou com representantes de diversas correntes políticas e de pensamento, unidas pelo desejo de vingança eleições diretas para presidente da República, com comunistas como Lula se aliando à capitalistas como FHC, além de artistas e intelectuais engajados pela causa. Como podemos ver, ninguém mais queria saber dos mílicos no poder e eles finalmente caíram. MWAHAHAHAHAHA!

Tancredo Neves foi eleito indiretamente. Mas nunca tomou posse, já que o mataram morreu na véspera e o desgoverno ficou com José Sarney, vulgo Zé das Sarnas que fodeu desandou o Brasil com o Plano Cruzado de esquerda no queixo dos brasileiros. Atualmente, o país continua uma merda, principalmente após os governos desastrosos tanto de FHC quanto de Lula, os quais enriqueceram após se tornarem ditadores presidentes. Maaaas....pelo menos você pode falar, reclamar, discordar e encher o saco o quanto quiser, coisas que eram muito difíceis naqueles tempos do Regime Militar, especialmente no governo do Carrasco-Azul Mérdici.

E depois que a Ditadura acabou, a presidência da república foi ocupada apenas por homens bastante honestos.

As feridas abertas pela intervenção militar na política brasileira, com certeza foram profundas não só na sociedade, mas também entre os próprios militares. Depois da ditadura, eles não se envolveram mais na política. Desde 1985, reina silêncio nas casernas.

Ver também


Pinochet.jpg
História do Brasil: Ditadura (1964 - 1984)

Eventos, políticas e tendências que ninguém falava nada, senão ia pro pau de arara. Cadê o cabo Arara???

Golpe de Estado no Brasil em 1964Cabo AnselmoDOI-CODIDOPSCensuraTorturaIbadExílioPau de AraraOperação CondorAI-5Guerrilha do AraguaiaMilagre econômicoDelfim NettoAtentado do RiocentroDiretas Já


Ditadores (e quem reclamar vai pro pau)
Castelo BrancoCosta e SilvaMédiciGeiselFigueiredo