Gorilla

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Gorila)
Ir para: navegação, pesquisa
M34.JPG

Este artigo é sobre um macaco!

Gorilla gosta de frutas, tem pelos no corpo e come os parasitas que encontra no meio deles. O autor pode ter juba, nariz grande, cara maquiada ou bunda pelada. Se você vandalizar, será estuprado por bonobos!

Os macacos do Sudão vigiam este artigo.

MacacoWJ.jpg
Gorila
Gorila da fauna brasileira
Gorila da fauna brasileira
Classificação científica
Reino: Animal
Filo: Acordados
Classe: Mamadores
Ordem: Homem Primata Capitalismo Selvagem
Subordem: Nariz seco
Família: Hominídeos
Gênero: Gorillaz

Gorilla (os gorilas) é o nome que damos aos chimpanzés que sofrem, coitados, de gigantismo, atualmente existindo apenas duas espécies sobreviventes no mundo: Tony Tornado e Péricles gorila-do-ocidente e gorila-do-oriente. Vítimas de preconceito nas sociedades africanas, eles se refugiaram nos morros, transformando-se em verdadeiros comandantes de bocas (do mato), de onde controlam a entrada e saída de banana. Segundo alguns cientistas, isso pode, talvez, justificar a maneira como se portam ao andar (semi-ereta ou semi-de-quatro) e a ausência de pêlos nas nádegas -safadinhos, heim...

Habitat[editar]

Os gorilas são animais muito territorialistas e infensos ao contato humano. Uma vez dominada uma área e uma fêmea, o gorila-alfa vai fazer de tudo para manter suas posses, como podem comprovar a cidade de Nova York e a atriz sul-africana Charlize Theron, que, inclusive, já havia tido um caso amoroso com Big Joe antes de se envolver com o seu primo, o King Kong -o que pode ser um indício da razão da fúria deste macacão.

Dieta[editar]

As bananas fazem parte da dieta alimentar dos gorilas, complementadas pelo consumo de matinhos e outros alimentos light e vegetarianos. Esse fato, apesar de espantar os leigos, não surpreende aos biólogos, que, estudiosos do universo dos primatas, sempre têm uma explicação lógica, científica para seu comportamento: os gorilas são gorilas justamente por serem macacos gordos que precisam emagrecer. Algumas vezes, porém, gorilas foram vistos comendo seres humanos; fique de bobeira, na África, agachadinho atrás da moitinha para você ver...

Biologia[editar]

Os gorilas estão geneticamente mais afastados dos chimpanzés e dos seres humanos do que estes dois um do outro. Observando o comportamento dessas espécies, conseguimos entender o porquê. Homens e macacos vivem sacaneando e lutando uns com os outros (O Planeta dos Macacos), enquanto os gorilas ficam na sua, o que é uma atitude bem mais inteligente. Alguns cinetistas, entretanto, afirmam exatamente o contrário; dizem eles que, contra a superioridade intelectual dos gorilas conta o fato de, ao contrário deles, os homens e os macacos usarem o rabo para subir, coisa que um gorila não faz.

Gorilas Famosos da Humanidade[editar]

  • King Kong - o mais famoso de todos os gorilas virou celebridade após ter sua vida retratada num filme de mil novecentos e guaraná com rolha. Era um africano que viera para os EUA buscando realizar seu sonho de ser ator, mas acabou desempregado. Ficou mundialmente célebre a cena em que ele tenta se suicidar no alto do Empire State, enquanto uma loirinha tenta demovê-lo desse propósito. Diz-se que está morto, mas na verdade ele vive numa mansão em Marte, com Elvis Presley, com quem se mudou aproveitando-se da quantidade de dinheiro que ganhou com a venda dos direitos de imagem.
  • Big Joe - Big Joe foi um plágio fracassado primo afastado do King Kong, que tentou uma carreira cinematográfica a exemplo do primo, mas fracassou tal qual ele, embora não tenha ganhado a mesma quantidade de dinheiro. Ao menos ele ficou faturando a Charlize Theron, numa relação zoófila que se estabeleceu entre os dois desde a tenra infância (!!).
  • Shaquille O' Neal - é a prova utilizada por cientistas de que o gorila é menos inteligente do que os macacos e os seres humanos, além de ter menor coordenação motora. A análise das letras de RAP do gorila em questão, bem como suas atuações em Hollywood, corroboram essa teoria.

Espécies[editar]