Gouvelândia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Gouvelândia é uma minúscula cidade localizada no cu de Goiás (por muito pouco não tem a sorte de estar em Minas Gerais).

História[editar]

Moderno aeroporto de Gouvelândia.

Povoado fundado em 1950 por João de Oliveira que comprou uma fazenda literalmente no fim do mundo para oferecer serviços de travessia do Rio Paranaíba, qualquer similaridade com o barqueiro do Rio Aqueronte não é mera coincidência.

O nome do município é uma homenagem à Nana Gouvea, musa que João de Oliveira homenageava todas as noites com seu precioso estoque de revistas pornográficas.

Graças ao sucesso do serviço de balsa, em 1987 Gouvelândia torna-se um município que ninguém conhece.

Economia[editar]

Economia 90% baseada nos serviços de balsas para atravessar o Rio Paranaíba. A última coisa que a prefeitura deseja é que construam uma ponte que ligue Gouvelândia à Minas Gerais, isso estragaria os negócios, a ponte mais próxima está a 1000 quilômetros de distância lá pro lado de Catalão...

Geografia[editar]

Um belo e fétido brejo de Gouvelândia.

Ninguém sabe direito onde fica essa tal de Gouvelândia, pois não aparece no mapa. O macete para encontrar Gouvelândia é entrar com uma canoa no Rio Paranaíba e navegar até sentir um cheiro forte de pamonha.

População[editar]

Cidade de pouco mais de 3.000 habitantes no maior tédio bebendo cachaça. É um saco, pois todo mundo se conhece, e fazer fofoca é uma marca cultural enraizada no povo gouvelandiense. Se você espirra, metade da cidade fala "saúde!" e a outra metade começa a conspirar boatos que você está com febre amarela.

Transporte[editar]

O método tradicional de chegar a Gouvelândia é através de balsa pelos brejos e charcos formados pelo Rio Paranaíba.

Há a GO-206, uma trilha aberta na mata que não dá para chamar de estrada porque seria elogio demais. Liga Gouvelândia à Inaciolândia a leste, e ao nada a oeste.