Grande Londres

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
GuardasInglaterra.jpg GOD SAVE THE DESCIC£OPEDIA!!

The Merlim's Order First Class garante que este artigo é 100% inglês. Ele é industrializado, casto, vitoriano e tem a aprovação de Câmara dos £ordes.

The £ondon Royal British Association of England vigia este artigo.
Queen picking.jpg
Big Ben, o vibrador favorito dos habitantes de Grande Londres.

Cquote1.png Hohoho... Francamente... Cquote2.png
Coisa mais comum ouvida na Grande Londres
Cquote1.png Grande? Só se for a bunda da tua mãe! Cquote2.png
Caipira sobre Grande Londres

Grande Londres é a região menos caipira do mundo e também a mais globalizada. Chamada até hoje como "exemplo de como uma sociedade conservadora deve ser". Grande Londres é basicamente uma região que separa "o que é Inglaterra" do "que não é Inglaterra". Ou seja, tudo que não estiver em Grande Londres não faz parte da Inglaterra ou é da Irlanda por ser caipira demais para o refinado gosto inglês.

É daqui também que ficam as únicas atrações turísticas da Inglaterra como o Big Ben e o Parlamento inglês. Ninguém dá a mínima para o resto do que pode ter no país.

Administração[editar]

A região de Grande Londres é administrada por Boris Cassoy Johnson que foi eleito pela população. A dúvida que fica é: se a Inglaterra é uma monarquia parlamentar, como é que a população pôde escolher o prefeito?

Elementar, meu caro Watson, quando se trata de eleições idiotas/desnecessárias/ou para cargos pequenos e sem influência a população pode votar. Pelo menos é assim na Inglaterra e na Coreia do Norte.

Os deputados de Grande Londres são os que mais ganham dinheiro no país inteiro, uma vez que na região temos mais pessoas para roubar (cerca de 3 milhões). Mas como a Inglaterra é um país pequeno demais, eles não podem concorrer com os deputados brasileiros e nem com os americanos que lideram o Ranking mundial.

Geografia[editar]

Um rio passa na região de Grande Londres e até hoje ele é usado para navegação, já que para abastecimento de água não é mais usado, pois durante a revolução industrial, Londres teria jogado todo o carregamento de camisinhas usadas e todo tipo de tralhas no rio, o tornando inóspito para abrigar vida.

Seria um rio tietê com apenas 10% do potencial. Mesmo assim, jogue uma bota lá dentro para ela começar a corroer.

Cidades[editar]

  • Cidade de Londres: A grande paga-pau de Grande Londres.
  • Westminster: É a segunda cidade cuja existência não é ignorada nos livros de geografia.
  • Kensington and Chelsea: Claro, só servem para abrigar os times de futebol inglês.
  • Hammersmith and Fulham: Servem para encher linguiça.
  • Wandsworth: Produz milho.
  • Lambeth: Produz sorvete.
  • Southwark: Produz picolé de milho.
  • Tower Hamlets: Produz porra nenhuma.
  • Hackney e Islington: Servem para abrigar mais membros da decadente sociedade inglesa.
  • Camden: A universidade, certo?
  • Brent, Ealing e Hounslow: De novo, cidades que só fazem número.
  • Richmond: Até parece que tem ricos aí.
  • Kingston: Já explodiram essa cidade no G.I.JOE
  • Merton: você quis dizer: merda.