Great Teacher Onizuka

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Great Teacher Onizuka
グレート・ティーチャー・オニズカ
G.T.Onizuka.jpg
Coisinha linda...
Gênero Professor, Pervertido, Comédia
Mangá
Autor Tohru Fujisawa
Divulgação Kodansha
Onde sai Em alguma banquinha
Primeira publicação 1997
N° de volumes 25
Anime
Dirigido por Naoyasu Hanyu, Noriyuki Abe
Estúdio Studio Pierrot
Onde passa Na TV
Primeira exibição 1999
N° de episódios 43
Filmes 1 (live-action)
OVAs 0

Cquote1.png Você quis dizer: Mustang? Cquote2.png
Google sobre GTO

Cquote1.png Experimente também: GTA Cquote2.png
Sugestão do Google para GTO

Cquote1.png Meu jogo preferido! Cquote2.png
Onizuka sobre Onimusha

Cquote1.png Parece o Belo. Cquote2.png
Qualquer idiota sobre Onizuka

Cquote1.png Onizuka Eikichi, Ni-Juu-Ni Sai Desu. Cquote2.png
Onizuka sobre si mesmo

Great Teacher Onizuka ou GTO é um carro muito usado por americanos mangá/anime. Nele, o protagonista é Bazuca Onizuka Eikichi, um jovem que se torna professor pelo dinheiro (já que até no Japão, menos no Brasil, isso é rentável) e pelas garotas, que veio de uma faculdade qualquer de quinta categoria e está no seu primeiro ano de aulas. A série conta com 43 episódios, sendo que a maioria é focada em Onizuka resolvendo os problemas psicológicos de seus alunos e tentando comer ser mais que amigo de sua colega, Azusa.

Começo[editar]

Spoiler5.JPG
Atenção! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais spoilers.
Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Tenaya 7 descobre que é a irmã do Ranger Preto, mas ela é re-capturada por Kilobyte e transformada em Tenaya 15, ou que o gol de Brett Hull é válido.
Spoiler3.jpg


Onizuka Eikichi (鬼塚 英吉), é um virgem de 22 anos (HAHAHAHAHA!), que no seu tempo de estudante era líder de torcida uma gangue de motociclistas da pesada. Ao se formar no Ensino Médio, decide arrumar a sua vida, seguindo os passos de seu professor. Ele consegue um emprego em uma popular escola e vai dar aula para uma turma da pesada. Utilizando seus métodos pouco convencionais de tortura, ele procura colocar seus alunos na rodinha de couro linha, se tornando amigo, compreendendo-os e ensinando-os que um professor também possui sentimentos (do modo mais difícil para eles). E claro, aproveitando para ver as garotas de uniforme escolar, pois é pervertido.

Onizuka decidiu se tornar um professor mesmo quando lhe fora dito que seu QI é de, no máximo, 50 (Santa ameba retardada, Batman!). Por causa de seu talento em domar e extinguir gangues, Onizuka começou a achar que ser professor é o melhor caminho para ele seguir. Seu treinamento foi na escola pública secundária Musashino, onde ele quase matou por afogamento os alunos delinquentes de sua classe e traçou conheceu a aluna Nanako Mizuki. Quando ele ficou sabendo dos problemas dela, ele se decidiu a parar com a ideia de ter relacionamentos sexuais com estudantes, optando por ajudar a resolver seus problemas. A partir daí, passa a se intrometer nos assuntos alheios.

Onizuka exibe seu Squirtle recém-capturado.

Infelizmente, ele se complica em sua jornada, pois acabou esquecendo de fazer o exame público do serviço civil para professores e, como resultado, nenhuma escola pública o aceitaria (MWAHAHAHAHA!! Se fodeu!). Ele ainda poderia se candidatar a uma vaga em uma escola particular, faz isso e arranja um emprego na Escola de Frescos e Cia. Academia Holy Forest (região da genitália feminina em Irlandês), mesmo com a desaprovação do vice-diretor Hiroshi Uchiyamada, já que esse velho foi humilhado por Eikichi e tomou noku uma surra dele por ser um velho tarado. Uma das condições de se trabalhar naquela escola é a de dormir lá em um quartinho sujo na cobertura, com acesso à laje (coisa de pobre), e é aqui (não aqui, na escola lá) onde Onizuka começa sua carreira de professor, de uma forma muito boa, impedindo Noboru Yoshikawa um nerd qualquer de cometer suicídio (e isso no seu primeiro dia no trabalho!).

A seguir...[editar]

NÃO pense besteiras!

Onizuka, percebendo todo o poder que um professor tem sobre as garotas, decide se tornar um de verdade (verdade verdadeira, não apenas de mentirinha). E no seu trabalho, ele descobre três coisas sobre si muito importantes:

  • Ele tem consciência e senso de moral (WTF?). O que significa que não pode levar vantagem sobre as garotas do colégio... Mas sobre suas mães gostosas, aí já é outra coisa.
  • Ele adora ensinar (WTF?) e, na maioria do tempo, ele ensina lições da vida em vez de dar o nabo dever de casa.
  • Ele odeia o sistema de educação tradicional (Ah, agora sim tá certo!), especialmente agora que eles se preocupam menos com os estudantes e suas necessidades fisiológicas, e mais com o que eles querem que os estudantes aprendam.

Para que eu vou ver isso?[editar]

GTO é uma história de um professor que arrisca a vida pelos alunos e é um vagabundo simultaneamente. Ou seja, mais difícil de se encontrar do que nerd gostosa qualquer coisa. Nessa história, lugares geralmente chatos se tornam interessantes e lições de moral não são impostas, mas implícitas no contexto (ou não), além de ter muitas caretas e colegiais exibidas de saias curtas mostrando suas calcinhas!

Personagens[editar]

Aqui é mostrado um pouco de cada um dos inúteis personagens que compõem essa trama:

Os que são professores...[editar]

Eikichi Onizuka[editar]

Opa, beleza?

Eikichi Onizuka (ou Onichi), 22 anos de idade, é um faixa-preta em Karatê, que fazia parte da Gangue Motociclistas de Shonan (tenha medo!) junto com Ryuji, seu melhor amigo e única "família" que possui. Eikichi Onizuka, 22 anos de idade, acabou ficando velho demais para o serviço procurando novos caminhos para sua vida, decidindo ser um professor. Ele ama os jogos de simulação de garotas do seu Playstation, enquanto sonha em ter uma de verdade e muito mais nova que ele. Sua frase preferida é ぼくは鬼塚 英吉二十二さい宜しく que -- obviamente -- significa Eu sou Eikichi Onizuka e tenho 22 anos. Muito prazer!, e é repetida 5 vezes a cada episódio para qualquer um.

Azusa Fuyutsuki[editar]

Essa sou eu.

Uma professora de 22 anos, que também dá aulas na Holy Forest junto com Onizuka, Azusa Fuyutsuki é a heroína da série. Ao invés de Onizuka, ela leva uma pica vida relativamente normal e foi formanda na Universidade Waseda, uma das melhores universidades de Tokyo. Suas curvas (que são poucas, ela é quase um tábua) hipnotizaram Onizuka. Por falar em Onizuka, ele já passou uma semana na sua casa (na casa dela, não na sua!) para estudar para um teste que ele ia fazer (e não a comeu, para infelicidade de Azusa). E, graças ao suporte dado por Azusa, ele passou no teste (e em primeiro lugar!).

Seu campo de atuação é Rua Augusta língua japonesa. Ela também se apaixona por Onizuka, mas tem tanta vergonha de admitir que diz que são apenas "bons amigos". O relacionamento dos dois, a princípio, não é porra nenhuma, mas pelos olhos maliciosos de Suguru Teshigawara (que é um admirador dela), não há cabimento em uma mulher tão gostosa (onde?) se apaixonar por um vagabundo lixo como Onizuka. Ela tem uma rixa com todas as estudantes invejosas de sua sala, porque os meninos da sala a acham gostosa (cacete, onde??), mas fica bem com a ajuda de Onizuka. Tem uma irmã mais nova chamada Makoto.

Hajime Fukuroda[editar]

Fukuroda olhando as meninas de maiô.

O estereótipo de fortão que é professor de Educação Física, Hajime Fukuroda (mais comumente conhecido como queixo de bunda) é um graduando em uma famosa faculdade de Educação Física que ninguém conhece. Fukuroda ama seu corpo e faz de tudo para mantê-lo em forma de monstro que tomou anabolizante. Ele ama também ver as estudantes de maiô escolar (safadinho!). É pego com as calcinhas das suas alunas em uma tentativa frustrada de tentarem incriminar Onizuka.

Suguru Teshigawara[editar]

Azusa, F-U-C-K!

Seguro Suguru Teshigawara é um chato, e ainda é professor de Matemática, que se formou na Universidade de Tokyo, simplesmente a melhor universidade do Japão. Ele cresceu tentando seguir os passos do seu pai e do seu irmão mais velho. Se veste muito bem, e sempre usa uma luva branca em sua mão, isso que prova que ele é proctologista nas horas vagas.

Teshigawara é obcecado por Azusa Fuyutsuki e, como todo pedófilo sem-vergonha, ele cobre as paredes do seu apartamento de sêmen fotos da desejada. Como se não bastasse, ainda fica espiando-a com uma luneta. Até tem uma foto dela no travesseiro para dormir melhor. Além disso, ele odeia Onizuka, não apenas porque Onizuka é burro, mas também porque os estudantes o amam e Fuyutsuki parece amá-lo ainda mais. Como resultado de seu ódio, ele mexe os pauzinhos para fazer com que este faça um teste de aptidão para professores. Acaba se fodendo vendo Onizuka tirando o primeiro lugar do país, para seu desespero.

No mangá, é revelado que Suguru é um maluco total (no anime, ele é "só" um pervertido meio estranho), chegando até a sequestrar Azusa e a querer declarar a escola Holy Forest como um país autônomo (hã?), com Azusa e ele sendo os únicos habitantes (WTF?). No meio dessa loucura, ele até atirou em Onizuka e ameaçou explodir a escola e todo mundo que estiver nela junto! Depois que o seu irmão e Onizuka trouxeram-no novamente à realidade, ele saiu do armário se entregou e está até hoje em algum puteiro hospício perdido pelo Japão.

Tadashi Sakurada[editar]

Onizuka-sensei!

É um professor de Química que mais se parece com um chihuahua de tão baixo e por ter um rosto parecido com a cara de um, só isso!. Ele possui uma voz muito fina, sendo que é preciso usar um editor para engrossá-la e entender algo do que Tadashi está tentando dizer. Não tem relevância na série, sendo que aparece poucas vezes para preencher falhas na história ou alongar um episódio, ou seja, é de uma inutilidade total.

E os que são alunos...[editar]

Aqui aparecem alguns alunos, vamos por partes...

Anko Uehara[editar]

Asuka Anko em um outro anime, dando porrada em Shinji Ikari Noboru Yoshikawa.

Cquote1.png Experimente também: Asuka Langley Soryu Cquote2.png
Sugestão do Google para Anko Uehara

É mais ou menos o seguinte: ela sempre maltratou Noboru Yoshikawa, humilhava-o, e espancava-o. Sim, ela batia nele, batia de verdade, punheta também. E ele não se importava mais com isso, pois estava acostumado a viver com medo. Só chorava... Ele até tentou se enforcar por causa de todas as humilhações. Dá até pena de uma criatura que nem esta.

Então chegou Onizuka, que mudou a vida dos dois, assim como a de todos na escola. Ela estava parando de maltratá-lo, mas mesmo assim ainda o desprezava (fazia um 'doce'). Certo dia, Onizuka -- cansado de ver Yoshikawa querendo se suicidar todos os dias e noites -- resolve fazer uma brincadeira com Anko e amigas. Ele foi no karaokê onde elas estavam, e fez certas brincadeirinhas com as mesmas... Depois de algumas semanas, houve uma viagem na escola (Okinawa, bons tempos...). Nessa viagem, Anko e Noboru puderam se aproximar mais, e mais, e mais... Hoje em dia eles são bem casados e têm 18 filhos.

Kunio Murai[editar]

Cquote1.png Guile é o pai dele Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Kunio Murai

Eis o infeliz pentelho.

O bobo, chato, feio e cara-de-mamão da sala, Kunio Murai não é lá muito inteligente e perde a linha fácil. Quando Onizuka vai para a Holy Forest, Kunio e sua gangue tentam afugentá-lo com coisinhas de criança, como bombinhas e tudo mais. Onizuka conhece a mãe de Kunio (que tem 27 anos e dá um caldo), Julia Murai, depois de acabar com o Kunio no fliperama. É revelado a seguir que ela teve o cabeçudo com 13 anos (isso me lembra um certo país), e seus pais e o namorado a abandonaram, fazendo com que Kunio tivesse complexo materno.

Kunio e sua gangue se tornam amigos de Onizuka, depois dele salvá-los de uma gangue (essa de verdade, em faca e ) de vândalos que iriam estuprá-los e... aleijá-los (não necessariamente nessa ordem), mas não antes de Onizuka ter entrado na gangue e obrigado Kunio a fazer um Bungee Jump da ponte da Baía de Tokyo.

Miyabi Aizawa[editar]

Estilo La Gioconda.

Miyabi Aizawa também é aluna de Onizuka e odeia professores (coisa normal). Ela é a garota mais popular da escola, mas seu jeitinho de "já dei ganhei" é meio muito chato. No começo, Tomoko Nomura andava muito com ela (apesar de Tomoko ser bem mais gostosa, Aizawa era a líder do grupinho). Mas depois de uma burrice de Tomoko, ela foi expulsa do grupo, tendo que andar com Onizuka e todas as suas más influências, sendo patrocinada por ele em um concurso de beleza, no qual Tomoko ganhou de Aizawa.

Aizawa também foi a pessoa por trás do golpe do dinheiro de Okinawa. Nesse golpe, ela drogou a bebida de Onizuka, contratou strippers garotas de colégio para se divertirem com ele e sumiu com o dinheiro (que era para a viagem de meio de ano dos alunos da escola). Quando Kanzaki soube disso, ela chamou a Yakuza e armou um sequestro para Aizawa e suas amigas, mas Onizuka salvou-as, o que foi uma pena.

Noboru Yoshikawa[editar]

Anko conversando com Noboru.

Cquote1.png Você quis dizer: Shinji Ikari Cquote2.png
Google sobre Noboru Yoshikawa

Shinji Ikari Noboru Yoshikawa era muito zoado, sendo vítima de bullying. Ele é muito bom com videogames e é algum tipo de Otaku (no modo depreciativo da coisa). Quando ele recebeu Bullying de Asuka Anko Uehara, ficou com tanta vergonha de si mesmo, que pensou em se suicidar duas vezes, pulando do telhado da escola duas vezes, e sendo salvo por Onizuka duas vezes e caindo abraçado com ele bem em cima da testa do Cresta do Uchiyamada duas vezes.

Na ida para Okinawa, Onizuka fez com que ele ficasse no quarto junto com Asuka Uehara e companhia (Onizuka, pervertido como ele é, estava querendo filmar a maior suruba que poderia acontecer ao juntar tantos adolescentes com hormônios à flor da pele nos mesmos quartos, mas não rolou nada, para infelicidade de Onizuka). Na hora em que eles vão visitar a floresta, ele e a Turma da Uehara se perdem, e elas, como bons machos, começam a chorar e a pedir a ajuda de Yoshikawa. Mesmo levando tapa, ele salvou a vida de Anko quando esta caiu de um precipício, se separando das outras (e não perdeu nada). Depois disso, ela se apaixonou por ele (vai entender...).

Urumi Kanzaki[editar]

Vai, Oni-san!

Exatamente o contrário da "loira-burra" ou quase, Urumi Kanzaki tem um QI de mais de 200. Ela também tem os olhos de duas cores, um azul e outro castanho (um de cada pai). Como qualquer outra pessoa normal, ela abomina professores chatos. Faz piadinhas interessantes, como uma vez em que ela colocou uma "serpente" no apelido de Onizuka, ainda que fosse apenas uma cobra normal (foi descoberto depois que o apelido de Onizuka caiu podre depois de alguns dias).

Ela mostra também que sabe falar Japonês, Inglês, Francês, Mandarim, Kryptoniano, Neverlandiano e todas as línguas de seleção no Orkut. Porém, não entende uma palavra do que os aficionados de Gundam Wing dizem. No mangá, ela explode metade da escola, vende Miyabi Aizawa e suas amigas como escravas sexuais (no anime, elas são só sequestradas) e sempre ajuda Onizuka do modo mais psicopata possível.

Yoshito Kikuchi[editar]

Olha como eu fiquei após andar com o grupinho do Oni-san.

Yoshito Kikuchi, um prodígio dos computadores, é o presidente da classe e fez ótimos trabalhos em Photoshop nas fotos de Onizuka, que o pegou e, ao invés de puni-lo, contratou-o para fazer montagens pornográficas da Fuyutsuki e de muitas outras (como Athena Asamiya, Haruno Sakura e Clefairy).

Kikuchi vira amigo de Onizuka (quem não vira nessa porcaria?) e ajuda Yoshikawa a detonar Anko Uehara e sua mãe em uma reunião. Também ajuda Onizuka em um exame que ele teve que prestar, trocando as provas para conseguir nota máxima. Descobre, porém, que Onizuka tinha tirado a nota máxima por si só.

Tomoko Nomura[editar]

Cquote1.png Experimente também: Inoue Orihime Cquote2.png
Sugestão do Google para Tomoko Nomura

Uma das estudantes da classe do Onizuka, Tomoko Nomura tem peitos gigantes mas não é lá muito inteligente (padrão hoje em dia), sendo chamada assim de Toro-ko (um trocadilho com o seu nome relacionado a uma pessoa lerda). Depois de ter ferrado com o plano de Aizawa para despedir Onizuka, ela acabou saindo da rodinha de Aizawa (ui!). Observando seus dotes, Onizuka a faz entrar em um concurso de beleza, e até arranja dois amigos dele que são produtores de pornochanchada para vesti-la. Na hora da peça, ela -- em vez de interpretar a personagem -- trava, mas recebe um celular em sua cabeça, vê que é para deixar uma mensagem na caixa postal de sua ex-miguxa Aizawa e se abre toda (ui!!), contando tudo o que queria, ganhando assim o prêmio principal.

Toroko, apesar de ser muito lenta e gentil, é muito amiga de Kanzaki, sua versão oposta -- inteligente e cruel --, mas isso não muda o fato das duas serem gostosas.

E ainda aqueles que não são mais nem um dos dois...[editar]

Hiroshi Uchiyamada[editar]

A primeira lição de Onizuka como professor.

O vice-diretor da Holy Forest, Hiroshi Uchiyamada é para Onizuka como é o Sr. Wilson para Dennis Pimentinha. Hiroshi gosta apenas de duas coisas: sumir com Onizuka, o "parasita" da escola, e ter o seu Toyota Cresta por pelo menos uma semana sem ser destruído.

Uchiyamada nasceu e foi criado em uma cidade rural (isso existe no Japão?). Ele foi descoberto por agências de modelo para dar aulas no Colégio de Tokyo, onde conheceu sua amante Ryoko (não confunda com a diretora, apesar de parecer que às vezes ele quer comê-la). 29 anos de trabalho duro e muito puxa-saquismo lhe deram a posição na Holy Forest. Tem, além da mulher, uma filha, Yoshiko Uchiyamada (gostosinha, por sinal).

Julia Murai[editar]

A mãe gostosa do Murai. Tem 27 anos e teve Murai com 13. Escolheu vazar sair de casa quando soube que os pais não a bancariam mais, e também quando soube que seu macho a deixou. Julia trabalha como operadora de telemarketing trator, e é conhecida por andar sem sutiã, sem calcinha e sem calças.

Nao Kadena[editar]

Oi, tudo bem?

É a única gostosa de verdade do anime, apesar de ser muito branca e se parecer com uma vampira. Nao arruma um emprego na enfermaria da escola (estranhamente, muitos alunos ficaram doentes no dia em que ela chegou pela primeira vez na escola), mas este emprego serve apenas para juntar o dinheiro suficiente para uma operação em seu irmão, que queria aplicar botox no joelho. Suas medidas são: 'Se-gre-do!'

Ryuji Danma[editar]

Ryuji é um típico participante em gangue da pesada.

O bêbado com rabo de cavalo melhor amigo de Onizuka, que surge para dizer que ainda não morreu e para talvez algum dia fazer algo que altere o rumo das coisas. Diferente de seu colega, virou dono de uma borracharia de esquina, onde vende óleo, pneus, macacos e rebimbocas. Próximo?

Ryoko Sakurai[editar]

Ryoko, a irmã perdida de uma certa pessoa há 40 anos e que agora é esta velha e gorda.

Ryoko Sakurai é a diretora da Holy Forest. Ela acredita que Onizuka e seus 'métodos' farão bem para escola (e não é que ela tava certa?). Confia cegamente nele, e a única vez em que ficou com um pé atrás com Onizuka foi quando ele intimidou Mayu Wakui, seu neto, depois admitindo que é por causa da sua natureza manipuladora. É também a tia chefe da cantina, já que não se trabalha muito naquela diretoria...

Coisas que quase ninguém se importa em saber[editar]

Um casal mais que perfeito.
  • Como foi uma série de grande sucesso no Japão, também foi feita um J-drama filme com atores reais.
  • Foi feito um spin-off, intitulado GTO: Shonan 14 Days, em referência a Samara ou a School Days. Caso queira saber (se não quiser saber, foda-se), a história se passa entre os capítulos 157 e 158 do mangá principal. Já no primeiro capítulo, Onizuka revela ser adepto do Haruhismo.
  • Finalmente, está sendo feita uma continuação, intitulada GTO: Paradise Lost. Essa história se passa dois anos após a série original (ou seja, Onizuka tem agora 24 anos (ui!)) e agora Onizuka terá que lidar com outra turma de alunos da pesada e até será preso por causa disso!

Ver também[editar]

v d e h
Este artigo fala sobre um anime.