Greve dos Correios

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Greve anual de setembro Cquote2.png
Google sobre Greve dos Correios
Cquote1.png Ô cartero é verdade que vocês tão em greve? Cquote2.png
Pergunta feita por você 3 meses após a greve acabar e ainda não ter recebido seu Sedex atrasado

A greve dos Correios é o nome popular dado a um evento anual no calendário de todo mundo dos Correios entre os dias 1 de setembro até meados do mês (algumas vezes até o fim do mês). Nessa época bate a preguiça, a mão começa a coçar querendo mais dinheiro ai ocorrem o que eles chamam de vagabundagem férias coletivas dos funcionários e ao final das férias ocorrem os reajustes salariais de cerca de 5% ou 6% (esse valor varia anualmente, sendo que para calculá-lo basta pegar o valor da inflação anual e subtrair 1% ou 2%).

Caixinha de cartas que se sentiu explorada e aderiu a greve dos Correios
Carteiro trabalhando: acha pouco o motivo da greve?

A greve noticiada na mídia[editar]

Como noticia-se na mídia os funcionários chamam isso de greve, mas a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos nega que seja de fato um greve e a chama de "férias coletivas não remuneradas" já que após o final do mês de setembro, sem seu salário, a única opção dos funcionários é terminar as férias coletivas e retomar ao trabalho aceitando o que a empresa assim ordenar.

As férias coletivas dos Correios também são conhecidas mundialmente como o caso mais solidário de férias coletivas do planeta já que todos os funcionários dispensados no mês passam juntos as férias fazendo agitação e diversão nas ruas de todo país com uma galerinha do barulho. Com exceção apenas de alguns vagabundos que só dormem durante as férias e não participam de toda a diversão; esses são uns verdadeiros fura-greve! estraga-prazer.

Trabalha vagabundo carteiro

A causa da greve[editar]

O motivo da greve
Funcionário trabalhando durante a greve para entregar um carta cujo remetente é o sindicato

O grande epicentro do problema é que os trabalhadores estão com vontade de não fazer porra nenhuma, inspirados pelo Carteiro Jaiminho e a Revolução da Fadiga iniciada no ano de 1919, na cidade Tangamandápio, a famosa Revolução de Setembro. Os trabalhadores querem evitar o grave problema da fadiga e por isso arrumam desculpa de greve. Segundo o presidente do sindicato, outro fator agravante é que os funcionários ganham mixarias piores que salários de garis e de putas velhas mal pagas.

Na verdade, os carteiros querem passar a ganhar tão bem quanto engenheiros, ou até mais, pois engenheiros não ficam no sol o dia inteiro e ainda aguentando xingamentos de pessoas estressadas com as mercadorias que os carteiros acidentalmente quebram ou roubam (e acredite, são muitas) e os atrasos dos correios.

Além de constantemente correrem o risco de serem mordidos pelos cachorros demoníacos dessas pessoas. Pessoas essas, que usam os santos bichinhos para descontar a sua raiva e insatisfação com a lerdeza dos correios. Cquote1.png Já houveram casos até de pessoas que mandaram seus peixinhos de aquário me morderem, tamanho a insatisfação com essa merda do Sedex Cquote2.png, conta um funcionário dos correios que não quis se identificar.

Isso tudo, segundo os carteiros, é muito pior que ter que estudar de 5 a 10 anos (e precisa de muito mais saco inteligência!).

Solução proposta para o problema da greve[editar]

Segundo o presidente da Associação para maximização do lucro e exploração da indústria e comércio de São Paulo, o problema seria resolvido para com a criação de um concurso público para funcionários interessados em trabalhar todos os anos somente no mês de setembro.

Cquote1.png O correio todavia ignora essa solução pois não está nem ai para o problema já que isso não resolveria nada já que esses funcionários de setembro seriam iludidos pelo Partido Comunista sindicato a entrarem em greve também, disse a gerente executiva chefe da central dos Correios geral da nação, em entrevista a fundação Desciclomédia. Cquote2.png

Ela ainda acrescenta: Cquote1.png os Correios não são prejudicados com essas greves, quem é prejudicado são os destinatários que nunca recebem o Sedex 10 somente 10 dias depois da postagem e sem direito a chiar já que na cláusula 28 do artigo 9º do contrato de prestação de serviços está bem claro que em caso de greve o Correio não paga indenizações. Cquote2.png

Veja imagens da greve pelo país[editar]

Veja também[editar]