Guaratinguetá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Guaratinguetá
Bandeira
Hino: "Guaratinguetá, é raça é amorrrr, é grito de paixão, a alegria do torcedorrrr...!"
Gentílico: Manos dorgados!
Localização Perto de Aparecida do Norrrte!
Idioma Dialeto típico do Vale do Paraíba.
Clima Calor leve de 95º
Governo Só faz coisas muitos boas...
Turismo Visitar a imagem de Frei Galvão.
Economia Vendas de produtos pirateados na porta da Igreja de Frei Galvão, Gruta Nossa de Lourdes e Catedral de Santo Antônio.
População 50 mil estudantes do CTIG, 50 mil cheiradores de crack da Pracinha do Shopping e outros 10 mil militares da Escola de Especialistas de Aeronáutica.
Moeda Alguns acham que ainda é Réis!
Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Guaratinguetá.
A coisa que recebe a maior consideração por parte do povo de Guaratinguetá: O LIXO!

Cquote1.png Onde é que fica Guaratinguetá? Cquote2.png
Algum desinformado perguntando sobre a localização de Guaratinguetá
Cquote1.png Do lado de Aparecida do norrrrte. Cquote2.png
Alguém respondendo a pergunta acima
Cquote1.png Guaratinguetá, terra das garça branca. Eita cidadezinha boa pra se viver e pra se morar. Cquote2.png
Nelson Baracho falando sobre Guaratinguetá depois de tomar umas pingas em Pindamonhangaba
Cquote1.png Chéééééééé ! Cquote2.png
Guaratinguetaense sobre qualquer coisa.
Cquote1.png Que porra de sotaque é esse ? Cquote2.png
Qualquer um ao chegar no local.
Cquote1.png Puta falta de sacanagem! Cquote2.png
Fã do Restart sobre o estado de Guaratinguetá
Cquote1.png Eu gosto da banda mole, e ADORO a minha cidade Guaratinguetá! Cquote2.png
Clodovil em depoimento sobre a cidade quando ainda era vivo
Cquote1.pngVocê quis dizer: Bunda MoleCquote2.png
Google sobre a afirmação acima
Cquote1.png Amamos as menininhas de Guará! Cquote2.png
Nerds da FEG na seca sobre as garotas que eles tentam pegar
Cquote1.png A Cidade só tem gente linda igual eu! Cquote2.png
Ana Paula Arósio em depoimento mentindo sobre as mulheres locais
Cquote1.png Meu namorado mora lá! Cquote2.png
Luan Santana em depoimento sobre revelando seu amor secreto guaratinguetaense
{{c|Apesar de ter a FEG, Guaratinguetá conhecida pelo seu grandioso (sic) desenvolvimento em meio ao marasmo presente no interior do estado de São Paulo.

Segundo informações de baixa confiabilidade passadas pelos meios de comunicação em massa, a cidade teria grande potencial de desenvolvimento por estar nas proximidades de pontos frequentemente frequentados por turistas, tais como Aparecida do Norrrte e Campos do Jordão, bem como o fato de estar em um ponto estratégico entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

Mas como a vizinhança maior é de lugares tais como Taubaté e Cruzeiro (Cruzeiro? o cu do Vale? rs.), é de se esperar que a caipirice de seus moradores não agrade nem a paulistanos e nem a cariocas, que na medida do possível preferem ficar longe da cidade, usando-se da ponte aérea para tanto. A cidade é frequentemente invadida por aparecidenses, que quando sobem de vida mudam para a maravilhosa terra do frei, ou se não tem dinheiro pra mudar, estudam em guaratinguetá ou pirigueteiam pela cidade mesmo.

Tabela de conteúdo

[editar] História

Lobo-Guará, uma das criaturas ilustres da fauna guaratinguetaense

A história do povoado de Guaratinguetá começa pelos idos de 1630, quando um bando de bandeirantes, na busca frenética por barras de ouro que valem mais do que dinheiro começaram a tomar a direção de adentrar fundo o fiofó do interior do Brasil colonial, na busca de algum troco para abastecer os seus bolsos.

No entanto, como encontrar ouro era uma tarefa mais difícil do que acertar na mega-sena por aquela época, se optou por fazer uma paragem, mais exatamente em um ponto onde um bando de garças pousavam, para desgraça dos bandeirantes que então queriam matar as aves para seguir em curso rumo ao interiorrr.

Não conseguindo êxito em sua atividade principal, estes se aproveitam da presença indígena na região na tentativa de converter fiéis os arregimentando para o controle do império Sith da Igreja Católica, coisa que é o ganha-pão de muitos moradores da região até os dias de hoje.

O fato é que as coisas para este verdadeiro pardieiro perdido no mundo só foram ter alguma melhora lá pelos idos do início do século seguinte, quando no rio que margeia a cidade foi encontrada uma imagem que causaria certa estranheza nos moradores, a ponto de chamar a atenção do governador-geral na época.

Em meio a este ambiente mágico no qual se abria a porta para um mundo repleto de imaginação, nasce Frei Galvão, considerado homem santo, curandeiro e milagreiro, um verdadeiro beato de dar gosto a cúria da Igreja Católica, que até os dias de hoje explora os serviços do mesmo na tentativa de quem sabe conseguir uns trocos e mais alguns fiéis com isso.

De qualquer forma, nos anos seguintes, fez-se, sem grande sucesso, uma tentativa de modernizar a cidade, trazendo indústrias e todos os males da modernidade para a cidade, até pelo fato de nem só de fé viver o homem.

Guaratinguetá é considerada a capital da Paçoquinha, mas ninguém sabe disso

O nome Guaratinguetá vem do tupi-guarani, e significa terra das garças, como pode ser comprovada por um dos principais monumento da cidade já visitado por mais de 12 turistas, "O Garção", que fica próximo a principal relíquia da cidade, a ponte metálica, para ser mais exato, metade da ponte metálica, já que a outra metade caiu há muito tempo no Rio Paraíba do Sul Há, contudo, que observar-se um projeto de lei municipal que tem o objetivo de mudar o nome da cidade para Veadotinguetá, já que a população deste animal tem crescido absurdamente nos últimos anos. Estima-se que tenha chegado, com base no último censo do IBGE, a 75% da população total, dos quais 55% são assumidamente gays, e os outros 20% esperam o carnaval para sairem do armário durante a Banda Mole.

A cidade é também conhecida como Grande Aparecida, por ser o terceiro pólo religioso da região, perdendo apenas para o maior capital financeiro do país, a Basílica da cidadezinha vizinha e para a cidade de Cachoeira paulista, que vive de renda de fieis.

Dizem que a Câmara Municipal vive de Folclore, o Presidente e os outros vereadores acreditam em Papai-Noel, Saci-Pererê, Mula-sem-cabeça, Coelhinho da Páscoa, e os mesmos mudam as máscaras nessas ocasiões (inaugurações de obras) e ascenam com sorrisos falsos para o povo do Reino Encantado de Feiurinha.


[editar] Economia

Os guaratinguetaenses têm orgulho em dizer de que a economia da cidade foi fundada com base na produção de tecidos manufaturados. Guaratinguetá ainda sobrevive da produção de tecidos, principalmente cobertores, sendo que nessa fábrica há cada sete anos sempre ocorre um incêndio. As máquinas de costura da fábrica são parecidas com aquelas manufaturas arcaicas inglesas do século XIX.

Há ainda uma fonte de renda ilícita provinda do trabalho de cada dia das "garotas" do Viaduto do Spani Atacadista, que tem como clientes Alexandre Frota. Todas às noites é possível ver pelo menos um ou dois carros que dão carona a esses travestis, para fazer não sei o que...

Existem também na cidade o comércio ilegal de substâncias alucinógenas numa praça próxima ao Shopping da cidade, aonde todos os finais de semana é possível encontrar emos, nerds, punks, drogados, noias, alcóolatras, rockeiros, metaleiros, entre outros que compram drogas com um mercador de alucinógenos e usam até ficaram doidões da cabeça. O nome dessa praça vem do indígena "Piratininga", que em português significa "erva de enrolar num papel para fumar".

Todo o comércio da cidade é concentrado em várias ruas do Centro e no Buriti Shopping, sendo que o lucro é cinco vezes inferior em relação às lojas de grandes empresários brasileiros que tomaram de assalto durante certo tempo a cidade. Pode se levar em consideração o antigo Cine Literário, o maior e um dos melhores cinemas da cidade, que foi impiedosamente usurpado pela gangue do Abílio Diniz.

[editar] Bairros

Centro: abriga estabelecimentos comerciais que geralmente vão à falência, casarões históricos caindo aos pedaços e ex moradores da Vila Paraíba e Portal das Colinas que optaram por morar no Centro por causa do fácil acesso a vários serviços. É ocupado por mendigos durante a madrugada (como por exemplo o Ceará).

Zonas Norte (Nova Guará), Sul (Engenho D'Água), Leste (Clube dos 500) e Oeste (Village Santana): são os subúrbios da cidade (e bota longe e falta de infraestrutura nisso). São os bairros mais pobres da cidade, ocupados principalmente pelas pessoas mais pobres de Guará, e são os locais em que o índice de assaltos a bares, mercadinhos e padarias é constante.

Vila Paraíba, Portal das Colinas e Residencial Pérola Byington - Ocupados pelos: I-Milionários: donos de lojas, fábricas, restaurantes, políticos, traficantes, donos das empresas de ônibus São José, Oceano e Pássaro Marron; II-Ricos: especuladores que estão sempre com uma tentativa de trazer novas empresas para a cidade; e III-Que-se-acham-ricos: suboficiais/oficiais da reserva da EEAR e Polícia Militar. Quase 100% de sua população financia imóveis na Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, além de financiar seus carros (Audi A8 e Hyundai HB20) em 120 vezes pela BV Financeira e sempre estão endividados até o pescoço.

Parque Santa Clara, Pingo de Ouro e Gomeral: gastam grande parte do seu tempo e dinheiro em viagens de ônibus para o Centro da cidade. São os financiadores das empresas de ônibus São José e Oceano.

Pedreira, Campinho, COHAB, Santa Rita e Jardim Tamandaré: são as famosas Faixa de Gaza guaratinguetaenses. Evite passear de carro ou apé por esses bairros à noite, pois corre o risco de sair sem dinheiro, sem tênis, sem roupa ou até mesmo sem a vida

[editar] Educação

  • Instituto Conselheiro Rodrigues Alves ou Instituto: conhecido pela famosa frase "Instituto, Institutão, entra burro e sai ladrão!" é uma escola que atualmente está caindo aos pedaços e com a qualidade de ensino sendo uma merda. Antigamente você precisava ser um fodão para conseguir estudar nesse colégio, tinha que fazer testes de raciocínio para tentar pelo menos conseguir estudar numa escola de "qualidade". Devemos lembrar que essa escola tem fama de mal-assombrada, já que recebe inúmeras visitas da famosa Loira do Banheiro.
  • Escola Professor Rogério Lacaz ou Rogério Lacaz: escola localizada na base da Aeronáutica da cidade, os seus alunos pensam que estão causando, mas não se passam de um bando de noias que escutam funk no celular sem fone de ouvido e vão para a pracinha do Shopping todo final de semana para beber, fumar maconha e crack.
  • ETEC Professor Alfredo de Barros Santos ou Alfredão: escola com ensino técnico para todos os alunos que desejam ter um emprego fácil e rápido como por exemplo, ser militar da Aeronáutica ou trabalhar na BASF. Essa escola é feita para pessoas que tentaram o C.T.I.G. e não conseguiram, sem contar que muitos que passaram querem voltar para as escolas ruins, pois a ETEC não dá lanche grátis e as coisas na cantina são super caras, sem contar que tem que pagar xérox pela página de cada apostila que os professores passam.
  • Ernesto Quissak: escola localizada no bairro Engenheiro Neiva, todos os seus alunos são "muleques zika" e drogados.
  • Colégio Fênix: escola de riquinhos mimados. Possui patricinhas que são mimadas por suas mães (além de serem siririqueiras). Essas alunas patricinhas adoram ir na Cervejaria do Gordo todo sábado para pegar um rapazão e levarem para suas casas para brincar de pole dance. Além do mais, os professores não estão nem aí com a hora da buzina, xingam, enxotam, menosprezam e humilham os alunos que não participam das putarias da escola, como por exemplo os trotes do Ensino Médio e os churrascos recheados de bebidas alcóolicas.
  • Colégio Fonte: colégio de evangélicos fervorosos. Compete com o Fênix para ver quem são os alunos mais noias ou inteligentes. Nessa escola há a torração de cérebros num sistema de educação chamado de "Educação por Princípios", que para nada serve, pois atualmente a maioria dos seus alunos não são mais evangélicos, e sim encapetados (sai demônio!) que vieram de escolas como Carmo, Fênix e Einstein para zuar cada vez mais a escola. Esse é um dos empreendimentos que tem como dono o Pastor Metralhadora.
  • Einsten (Objetivo): escola de pseudo-ricos e pseudo-mimados. Seus alunos são jogadores de baralho que ficam em todas as aulas vagabundeando e jogando truco. Os professores são retardados, não ensinam porra nenhuma, além de que os psicólogos não fazem nada para melhorar o comportamento dos alunos capetinhas. Essa escola compete com o Fênix para ver quem aprova mais no vestibular, mas o número de aprovações quase nunca agrada os administradores da escola.
  • COTEC ou CTIG: colégio técnico que qualifica e prepara muito bem seus alunos.É um colégio que reúne o que se pode chamar da "Elite Intelectual do Vale do Paraíba".A grande maioria dos aprovados proveem do Curso Preparatório JV. É a escola que mais aprova no vestibular em toda a região então pode-se notar que esta instituição é um ótimo lugar para formar um técnico

[editar] Lazer Guaratinguetaense

Guaratinguetá possui muitos lugares bons para você se divertir... Se você está cansado de tanto trabalhar, estudar ou de fazer porra nenhuma, aqui estão algumas dicas para você se divertir nos finais de semana ou até mesmo durante a semana, para você não se estressar...

  • Buriti Shopping Guará: o centro do consumismo Guaratinguetaense, é o Shopping mais barato do Vale do Paraíba, seguido apenas do Vale Sul Shopping de São José dos Campos, aonde os ricos da cidade não aparecem, porque é um shopping de pobre... Lá, você pode fazer um lanche na medíocre, pequena e ridícula praça de alimentação, sendo que os únicos bons lugares para comer são o Dani Gabi, McDonalds, Subway, Giraffas e Bob's... E ainda, existem várias boas lojas, como as Americanas, Marisa, C&A e o lixo de cinema, que não se compara ao Cinemark, o famoso Cinemais... E ainda há um lugar para o povo entrar nas dorgas, a Praça Piratininga.
  • Backstage: A sucursal do tinhoso na Santa Terra de Guaratinguetá , um lugar dedicado à divulgar a música do capeta e emular as temperaturas infernais em seu interior (medições mais recentes apontaram para uma temperatura de aproximadamente 388 K durante o show do Led Zeppelin). Sofreu três ataques da Inquisição aparecidense em tempos mais recentes mas os aríetes e as torres móveis (o supra-sumo da tecnologia militar da região) não resistiram aos coquetéis molotov feitos com cachaça de Parati. Tem um público diversificado : os abundantes rockeirinhos pé-de-chinelo, emos , nerds, tiozões saudosistas, baladeiros que tomaram tanta bala que erraram o caminho do Gordo, marias-xampú, groupies e bolachas.
  • Itaguará: o clube de socialites, ricos (pessoas donas de empresas na cidade, como por exemplo restaurantes, empresas de ônibus, supermercados, e claro, alguns médicos, que trocam de carro todo ano mas na verdade só pagam os juros do leasing e deixam o banco tomar o carro de volta) e os que-se-acham-ricos (militares da Escola de Especialistas de Aeronáutica e Policiais Militares). O público que frequenta lá é geralmente os alunos do Colégio Fênix (filhinhos de papai, emos, gays), Colégio Fonte (Evangélicos fervorosos) e do Colégio Albert Einstein (pseudo-ricos)... Tem muitas coisas para se fazer, como por exemplo, academia que funciona até dez horas da noite e as boas piscinas (limpas de década em década)...
  • Hípica: idem ao Itaguará, porém, é frequentado por pessoas muito ricas (para os padrões do guaratinguetaense médio, para quem 'qualquer 10 reau' é dinheiro),geralmente políticos que fizeram um "extra" durante seus mandatos. A única coisa que dá para se fazer lá é andar de cavalo (coisa que pouco importa, mas alguns gostam de fazer isso), e tomar uns foras das falsas ricas blasé que aparecem nas festas de lá querendo dar o golpe da barriga.
  • SABAP: clube de pobre, só pessoas de bairros como Jardim do Vale, Pedregulho e São Dimas frequentam esse clube, que na verdade, estava falindo e surgiu das cinzas... O Clube de Campo dela é tão bom, que tem um barco parado que era para fazer passeios no Rio Paraíba do Sul...

[editar] Trânsito

O trânsito de Guaratinguetá, a exemplo do que ocorre em outros campos, também tem as suas peculiaridades de causar susto nos turistas que porventura tentem desbravar a cidade, na tentativa de conhecer melhor a terra do Frei Galvão.

Na rodoviária os ônibus urbanos não param lateralmente na plataforma e sim de frente pra ela, o que torna iminente o risco de acidentes, uma vez que ao contrário da plataforma dos ônibus rodoviários, não há a continuação lateral da plataforma, o que obriga os moradores a entrar na pista de paralelepipedos presente no local.

Além disso, na avenida que liga o Shopping a região norte, tem duas pistas, que a exemplo dos Bananas de Pijamas usam a numeração de pista 1 e pista 2, divididas por uma faixa branca que segundo as placas, é proibido mudar de faixa (ou não).

[editar] Baladas e Festas Guaratinguetaenses

Em Guaratinguetá temos muitas baladas, para a mulecada que quer se divertir nos finais de semana, entre elas, temos...

  • Baile do Hawaii: baile para filhinhos de papai, que em vez de os pais assinarem uma autorização para os filhos entrarem no Gordo, os mesmos despacham os filhos para irem no baile de carnaval do Itaguará, um baile muito sensual, onde há dançarinas gostosonas que fazem danças sensuais para os moleques adolescentes punheteiros da cidade. Só para constar, quem não é sócio paga 110 reais para ir nessa merda.
  • Festa Junina do Colégio Fênix: reduto dos filhinhos de papai da cidade, que não tem nada para fazer em casa numa noite fria da penúltima semana do mês de Junho. Lá há danças de "pula fogueira iá iá, pula fogueira iô iô...", bebedeira, som alto e pingaiada até três horas da manhã. Só para constar, todas as comidas são caras, e a qualidade delas pode ser duvidosa (ou não).

[editar] Política

Guaratinguetá possui uma política diversificada. Entre os nomes, temos a Mulher Pera, que foi candidata a deputada federal, que ganhou "o que a Luzia deixou atrás da horta", em 2010, por ser uma piriguete bunduda e que seu único projeto de lei seria feito para o SUS criar implantes de silicone. Por compensação, a região do Vale do Paraíba ganhou Tiririca como o novo deputado federal, com o seu bordão "pior do que está não fica", e sendo que isso gerou muitas firulas, e o fenômeno Marcelo Ortiz, perdeu a eleição e até então Guaratinguetá ficou na MERDA, sem nenhum investimento. E a cidade possui um prefeito engenheiro, Reizinho, que tem o nome de Júnior Filippo e que, em 2004 e 2008 tomou de assalto as eleições na cidade. Este é o último ano dele e muitas coisas boas aconteceram (ou não). Dizem ainda que a Mulher Pera, se fosse candidata a prefeita na cidade, não faria nada, e ainda, só faria putaria e não ganharia nenhum voto.

Essa devia de ter sido prefeita de Guaratinguetá.

[editar] Palavras mais usadas

Exemplo que mostra bem a vocação educacional do povo guaratinguetaense
  • 'hÔÔÔÔÔ loooookoo'
  • A Chééééééééééé!!! (Começo, meio e final de frases de um guaratinguetaense)
  • AÔÔÔÔ Firrrrrrrrme ? (forma de se cumprimentar)
  • Que merrrrrrda !
  • Taaaaarrrrrrde (Boa Tarde)
  • Você é filho (a) de quem?
  • Qual o seu sobrenome?
  • Tenho casa em ubatuba.
  • "queee belezinhaaa!"
  • naonde cê vai? (aonde você vai?)
  • Ho caralhos Aquarta( 4 veses ao caralho)
  • Se pá (talvez)
  • cé loko, mano (Você é louco, irmão)
  • VÉIO, Pensa nun cara... (Irmão, pensem em um exemplo para o que eu vou te dizer.) (Luis Felipe, Nóia da CasaNostra.)

[editar] Pontos Turísticos

Vale ressaltar que a maioria dos pontos turísticos de Guaratinguetá aludem a temas religiosos. Os turistas na tentativa de conhecer melhor a terra de Frei Galvão geralmente aparecem!

Cena comum em Guaratinguetá: o ataque dos pombos superdesenvolvidos, de tanto comer pipoca adulterada na Praça Conselheiro Rodrigues Alves
  • Praça Conselheiro Rodrigues Alves: o "supercentro comercial" de Guaratinguetá. Nessa praça, o que não incomoda não são os mendigos, vendedores de R$1,99, artesãos com suas barracas, pipoqueiros e etc. O que incomoda nessa praça são os pombo. Isso mesmo, os pombos! A reunião de todas as aves do Vale do Paraíba nessa praça é comum, pois há várias pessoas que jogam pipoca para elas, além dos pipoqueiros que pegam o milho restante na panela e jogam para os pombos se alimentarem. Além do mais, essas aves vivem fazendo suas fezes na cabeça dos turistas que tentam conhecer a terra de Frei Galvão.
  • Parque Ecológico da Nova Guará: o Parque Ecológico foi e ainda é o melhor lugar para se passear com a família, principalmente aquelas famílias de muitos filhos. Reza a lenda que a cada passeio, as famílias garantem uma renda melhor, pois de 2 até 5 crianças somem misteriosamente (desacompanham os pais e vão dar aquele mergulho no lago, e por burrice, morrem afogadas). Além do mais, há ainda coelhos, patos, gansos, cisnes, marrecos e peixes que fazem a alegria dos guris retardados.
  • Museu Conselheiro Rodrigues Alves: é apenas um prédio velho caindo pedaços, onde se encontram fotografias, livros, objetos indígenas e um auditório, todos esses empoeirados, velhos e mofados. E os guaratinguetaenses ainda têm orgulho de classificar o local pela gíria "Oh! Que museu!", pois ouviram isso quando foram ao MASP na Capital e acharam isso divertido. O local é aberto a visitação, mas a poeira de 380 anos causa doenças como sífilis, AIDS e Câncer nos olhos.
  • Companhia Fiação e Tecidos Guaratinguetá: é a fábrica mais famosa da cidade. A cada sete anos ocorre um incêndio, destruindo o prédio e causando prejuízos. Vendem e exportam os mais variados tipos de cobertores a preços acessíveis. A especialidade da fábrica é fabricar cobertores com pelos de cachorro, gato, camelo e lã de ovelha, além de fazerem travesseiros com penas de ganso.
  • Cemitérios Municipais: entre o final dos anos 80 e o começo dos anos 2000, a Loira do Banheiro (que está enterrada no Cemitério dos Passos) visitava muito a cidade, principalmente quando haviam aulas a noite no Instituto Conselheiro Rodrigues Alves. Mas o pior ainda estava por vir, a mulher fantasma citada aqui saía do túmulo quando o receptáculo quebrava. E além do mais, ela sempre abre todas as torneiras dos banheiros do porão do Instituto sempre para pegar água quando está com sede. Já no meio da década de 90, um grande futuro brilho na cidade para a loira, seu pai e sua mãe que se atreveram do outro lado da cidade: uma vida pra lá de agitada com trabalho (comércio, manufatura e industrialização, é abraçar a causa ou dar o fora), entretenimento (vai passar "A Fuga das Galinhas 2" no Cinemais nesse fim de semana), ecologia (plantação de árvores quando crianças nascem na cidade). Mais tarde, já no começo desse década que estamos nela (2010-2019), mais precisamente em 2010, para não morrer de sede, a Loira do Banheiro visita tal escola todas as noites para beber água, além de tomar água no Rio Paraíba e nos em outros ribeirões, que praticamente dizem que a água será privatizada e movimentará a vida política e o comércio da cidade.

[editar] População

O povo de Guaratinguetá é uma mistura de cariocas (militares fugitivos), mineiros (que resolveram ficar na época do Brasil colônia) e paulistas. Seus moradores acham que a cidade é boa, por estar perto do RJ, MG e SP (grande merda), isso porque ela própria não tem nada pra fazer, a não ser ir para o gordo, que não pertence a guara mas todos dizem que sim... Em um dia comum, "passeando" pela cidade, pode ser visto um monte de mano fumando orégano, roubando velhinhas e se achando os bandidão de Heliópolis.

Atualmente, é possível perceber que metade dos jovens de Guaratinguetá possui tendencias bissexuais. Esse comportamento pode ser observado na praça do shopping aos sábados.

[editar] Ilustres cidadãos

E mais um monte de corno com imensa fama local...

[editar] Ver também

[editar] Videos

Raridade - Silvão narrando gol do Guaratinguetá na Série B (Original)


v d e h
SÃO PAULO
SP
SP
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas