Guerreiro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Cquote1.svg Não sei jogar direito ainda... Cquote2.svg
Jogador noob

Cquote1.svg Tudo bem, faz um guerreiro pra ir aprendendo. Cquote2.svg
Mestre sobre noobs

Guerreiro é uma classe de RPG muito utilizada por noobs que nunca jogaram antes e não conseguem entender o funcionamento das outras classes pelo Livro do Jogador ou algum outro livro congênere.

Exemplo de guerreiro. Qualquer um consegue fazer um igual.

Função e funcionamento[editar]

O guerreiro foi feito para ser o personagem mais simples e clichê de qualquer grupo de nerds aventureiros. A única utilidade do guerreiro é bater em orcs de primeiro nível e qualquer outro bicho que aparecer na frente. Em termos de funcionalidade, é como se fosse um bárbaro com mais talentos de combate em vez de fúria.

Apesar de não saber usar magias, ter pouquíssimas perícias para momentos extra-combate e não ser nada bom no trato (diplomático, não bruto, entenda-se) com os personagens do mestre, o guerreiro sempre será o favorito dos noobs porque afinal eles não entendem porra nenhuma das magias do livro mesmo. Jogando com um guerreiro, é só jogar o dado quando chegar a sua vez de bater e pronto. Deixe que os outros pensem por você.

Como fazer um guerreiro[editar]

Esse também é um guerreiro.

Para montar uma ficha de guerreiro, basta você saber escrever e achar as bolinhas de força e habilidade. Caso o seu sistema seja D&D, a única coisa um pouco mais difícil é pesquisar por talentos, que é única coisa que os guerreuros têm. Veja o que o Livro do Jogador sugere na descrição do guerreiro (clichês do tipo Foco em Arma) e vá atrás. O resto é só seguir as tabelas e tá pronto o seu porradeiro noob.

Principais frases ditas por um guerreiro[editar]

  • Eu ataco!!
  • Quanto é a CA dele, mestre?
  • Cacildis, esse dado só tira número baixo!
  • Já começou o combate?
  • Quando que é a minha vez aí?
  • Eu pulo!! (Geralmente é a última frase)