Guilty Gear X

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Guilty Gear X se trata de um jogo virtual (game)

Enquanto isso, a Princesa Zelda foi sequestrada pelo Ganondorf.


Guilty Gear X
Guilty Gear X cover.jpg

Sol e Ky na capa (como sempre)

Informações
Desenvolvedor Arc System Work
Publicador Sammy Studios
Ano 2000
Gênero Pancadaria 2d com gráficos soberbos
Plataformas Arcade, Dreamcast, GBA, Windows 95 e PlayStation 2
Avaliação 98 %
Idade para jogar Livre

Cquote1.png Eu tô mais foda do que no primeiro Cquote2.png
Sol-Badguy sobre Guilty Gear X

Cquote1.png Cala a boca! Cquote2.png
Ky Kiske sobre o comentário acima

Cquote1.png OBA! Mais uma guria pra minha tripulação! Cquote2.png
Johnny sobre Dizzy

Cquote1.png JOHNNY! Cquote2.png
May sobre o comentario acima

Cquote1.png Eu ainda não apareci nesse game. *SNIF* Cquote2.png
Zappa sobre Guilty Gear X

Cquote1.png Rock 'n Roll, BABY!!! Cquote2.png
Ishiwatari sobre Guilty Gear X

Cquote1.png Onde está o velho 64 nessa merda? Cquote2.png
Viciado em Super Mario 64 sobre Guilty Gear X

Cquote1.png POOOOOOOOOOORRRRRRRAAAAAAAAA!!! Cquote2.png
Você sobre Dizzy, a última mestra do jogo

Cquote1.png Adorei Cquote2.png
X sobre Guilty Gear X

Cquote1.png Não vou mentir pra vocês, eu era gay mesmo Cquote2.png
Testament se assumindo para Ky

Guilty Gear X(ギルティギア ゼクス, Giruti Gia Zekusu, pronunciado guilty gear zex) é outro game da franquia de porradaria Guilty Gear e o primeiro game com gráficos melhorzinhos que Street Fighter III. Primeiramente, foi lançado para Arcade e Dreamcast aí teve adaptações para todos os "novos" consoles do século XXI (inclusive GBA). Virou modinha entre os arcades, e chegou até a ter um anime planejado, mas foi cancelado por não ser muito bom.

História[editar]

Como sempre ele conta sobre Sol-Badguy que está andando por aí atrás de um convite para entrar no Super Smash Bros. ou em um Crossover qualquer, Ky Kiske vira o "líder" da Holy Knights e Johnny continua comendo meninas de 14 anos, mas agora o mundo estava vivendo em paz, sem Justice para causar mais destruição.


1 semana depois de Justice ter se fodido e ir para no escambal do inferno, junto com Vergil. Surge sua filha, Dizzy que começa a infernizar tudo novamente, junto com o seu capacho servo Testament (que morreu no primeiro game, Ou não). Então os governos unidos ficam sabendo da história e se mijam de medo do holocausto ocorrer de novo.


As Nações Unidas oferecem um prêmio de 1 MILHÃO DE REAIS pra quem trouxer as asas de Dizzy nas mãos dele. Então Sol vai logo atrás da grana, enquanto Ky vai atrás por sua obrigação, mas na verdade, ele só quer pegar a Dizzy mesmo. A novidade, é a Cuzinheira, Jam Kuroberi, que esta atrás do prêmio para poder transar com o Axl Low ampliar seu humilde estabelecimento. Comos esses três que eu acabei de citar, todos os outros 20 personagens vão atrás de alguma coisa dentro desse prêmio porque Marcelo Dourado vai acabar pegando ele primeiro. Então, na final, está como sempre o destemido Sol-Badguy, lutando contra Dizzy, que tem 13873936278568632598 surtos de personalidade na luta, no fim, Dizzy derruba Sol e fica prestes a mata-lo.


Então surge Ky, que ajuda sou e enfia sua espada nele a derrotar Dizzy. No final, Ky acaba comendo Dizzy e levando ela pra casa, Sol ganha o prêmio, mas dá pra Jam, em troca de 1 noite de sexo selvagem e todo mundo fica em paz novamente (Ou não).

Versões[editar]

X Plus(ギルティギア ゼクスプラス, Giruti Gia Zekusu Purasu): Versão para PlayStation 2. Só é uma adaptação da versão Dreamcast para PlayStation.

Advance Edition(ギルティギア ゼクス アドバンスエディション, Giruti Gia Zekusu Adobansu Edishon): Versão para GBA, com gráficos super toscos e jogabilidade péssima.

1.5: Versão portátil lançada para alguma plataforma aí.

Raid of Arms: A versão on-line, para os viciados em PC.

Vídeos[editar]

v d e h
GG cover total.JPG