Gustavo Borges

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Black Cat.jpg Puta que pariu, cê tem azar pra caralho!

Este artigo traz relatos de uma criatura azarenta que só se estrepa no dia-a-dia.

Vandalize o artigo e você terá não sete, mas setenta vezes sete anos de azar...

Cquote1.png Você quis dizer: Vice Cquote2.png
Google sobre os títulos olímpicos de Gustavo Borges

Cquote1.png É prata,é prata, é prata para o Brasil ! Cquote2.png
Galvão Bueno sobre mais uma participação olímpica de Gustavo Borges
Cquote1.png Esse cara vivia atrás, bem atrás de mim. Cquote2.png
Aleksander Popov sobre Gustavo Borges
Cquote1.png Sou fã dele. Cquote2.png
Rubens Barrichello sobre resultados de Gustavo Borges
Cquote1.png No coments... Cquote2.png
Michael Phelps sobre Gustavo Borges

Biografia[editar]

Sendo entrevistado sobre sua mais nova derrota.

Gustavo Borges é o maior ídolo da natação brasileira em todos os tempos pelo menos até César Cielo chegar. Gustavo Borges foi fiel à tradição da natação brasileira: ganhou umas duas dúzias de medalhas de ouro em Jogos Panamericanos competindo contra grandes potências da natação mundial como Bolívia, Nicarágua, El Salvador e estudantes americanos; e em Olimpíadas - que é o que importa - NUNCA ganhou nenhum ouro.

Eis o histórico do ídolo em jogos olímpicos:

  • Barcelona 92: perdeu para o russo Aleksander Popov a final dos 100 m.
  • Atlanta 96: perdeu para Aleksander Popov e o americano Gary Hall Jr. a final dos 100 m; perdeu a final dos 200m para Danion Loader, da Nova Zelândia.
  • Sydney 2000: perdeu para os times da Austrália e para os Estados Unidos a final do revezamento 4x100m livre.
  • Atenas 2004: assistiu jogos de basquete, vôlei, tênis, altetismo, iatismo e natação nas arquibancadas, e ainda tirou altas fotos na cerimônia de encerramento.

Ídolos da Natação Brasileira[editar]

Ver também[editar]