Hakurei de Altar

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Seu-meme-APRACAeNOSSA.jpg ESTE ARTIGO É COISA DE VELHINHO RECLAMÃO
... que te acha um badernista de meia-tigela.

Vai estragar a página da senhora sua avó e não encha meu saco

Abe simpson.png


Hakurei de Altar

Hakurei altar.jpg

Classificação Cavaleiro de Prata
Cavaleiro
Deus a que serve Athena
Armadura Altar
Golpes Sekishiki Meikai Ha (Ondas do Inferno); Sekishiki Tenryou Ha (Marcha dos Fantasmas)
Perfil
Nacionalidade Lemuriano
Local de Treinamento Jamiel
Nascimento Isso pouco importa
Frase Favorita "Quer concertar sua armadura?"


Cquote1.png Você quis dizer: Sage de Câncer Cquote2.png
Google sobre Hakurei de Altar
Cquote1.png Experimente também: Ares de Altar Cquote2.png
Sugestão do Google para Hakurei de Altar
Cquote1.png Você precisa morrer, Unicórnio! Cquote2.png
Hakurei sobre Yato de Unicórnio
Cquote1.png Galope do Unicórnio! Cquote2.png
Yato de Unicórnio sobre Hakurei de Altar
Cquote1.png Meu mestre! Cquote2.png
Yuzuriha de Grou sobre Hakurei de Altar
Cquote1.png O meu também! Cquote2.png
Shion de Áries sobre Hakurei de Altar
Cquote1.png Papai! Cquote2.png
Átila sobre Hakurei de Altar

Apresentação[editar]

O lemuriano Hakurei de Altar.

Hakurei de Altar (mais popularmente conhecido como Hakurei, já que reduz, e muito, todo o seu nome) é o Cavaleiro de Prata que mora em Jamiel, no Himalaia, um lugarzinho perdido entre os becos do Tibete e da Índia, que ninguém conseguiu chegar lá com vida, a não ser que fosse um lemuriano, um Cavaleiro ou um fodão da vida.

Aparece no anime/mangá Cavaleiros do Zodíaco, mas especificamente na fase de OVAs conhecida como Saint Seiya: The Lost Canvas, que nada mais foi do que uma artimanha de Masami Kurumada (o autor de toda essa bagaça) para firmar o seu poderio otaku sobre o mundo, que estava enfraquecido desde a falência da Manchete e a baixa de audiência do anime na Band.

A fase The Lost Canvas acontece durante o ano de 1900 e guaraná com rolha, no século XVIII, durante a última Jihad Guerra Santa entre Athena e seu tio Hades, pelo controle do mundo, sendo que Hakurei fica quase que exclusivamente o anime todo em Jamiel, fazendo aquilo que mais sabe fazer nada concertar armaduras.

Os Gêmeos[editar]

Hakurei de Altar e seu brother Sage de Câncer.

Hakurei é o irmão gêmeo de Sage de Câncer, o Mestre do Santuário dessa era, sendo que ambos sobreviveram à Última Grande Guerra Santa de 1500, quando o Brasil foi descoberto. Não se sabe o porquê, mas Hakurei e Sage são os únicos gêmeos do anime que não dividem a bendita Constelação de Gêmeos e não brigam entre sí pelo controle de alguma coisa no mundo, tal qual Saga de Gêmeos e Kanon de Gêmeos disputavam o controle da Terra; Bado de Alcor tentava matar seu irmão Shido de Mizar para tomar o seu lugar como o Guerreiro-deus da Estrela Zeta; e Deuteros de Gêmeos e Aspros de Gêmeos, em que ambos conseguiram um matar ao outro pelo menos uma vez na vida, sendo que o primeiro matou por amor (ui!) e o outro matou por vingança.

Os dois irmãos eram protegidos pela Constelação de Câncer e tal qual os deuses gêmeos Hypnos e Thanatos, eram grandes amigos um do outro, não possuindo inveja ou algo do tipo, pelo menos não tão explicitamente como os dos outros Cavaleiros já citados.

Depois de perder a posse da Armadura de Ouro de Câncer para Sage, Hakurei teve que se contentar com a Armadura de Prata de Mesa Altar.

Por serem gêmeos, os dois irmãos sempre tiveram forças muito semelhantes além da cara, o que impedia que os dois pudessem ter armaduras diferentes e rolasse a maior disputa. Por serem realmente bons e nascidos sobre a Constelação de Câncer, a Armadura de Outro de tal Casa Zodiacal tinha de ser dada a eles por direito, mas como escolher qual dos dois? Hakurei, em toda a sua burrice bondade, preferiu que seu brother usasse a Armadura, já que somente existia uma e somente com a morte de um o outro a pode usar.

Como ele não podia ser mais de nenhuma Armadura de Ouro a não ser a de Câncer (essas questões de Constelação guardiã é foda), ele teve que se contentar com uma armadura de nível mais inferior, a de Prata, mais exclusivamente uma que ninguém conhecia, a Armadura de Prata de Altar. Ao final da Última Grande Guerra Santa, somente os dois conseguiram sobreviver, sendo que Athena tinha que escolher qual dos dois seria o Mestre do Santuário. Mais uma vez Hakurei interviu e deixou tudo para Sage, dizendo que seu irmão era muito melhor do que ele, que não passava de um noob na administração das coisa.

Enquanto Hakurei consertava armaduras, Sage comandava o Santuário de Athena. MWAHAHAHAHAHA!

Enquanto Sage vivia no Santuário de Athena, comendo do bom e do melhor, Hakurei passava a vida toda em Jamil, onde consertava armaduras de todas as Constelações que serviam à Athena, além de ter de polir algumas. Não se sabe como, mas Hakurei acabou tendo um filho de nome Átila, com uma mulher que ninguém conheceu em vida (muito menos em morte). Depois de um tempo solitário, finalmente ele tinha um filho bem shotacon para com quem se distrair, até começarem a aparecer os primeiros pupilos para ele treinar, já que o tempo estava passando e Hades poderia retornar a qualquer momento.

O primeiro a aparecer foi o lemuriano Shion, que facilmente aprendeu as técnicas de seu Mestre, menos as exclusivas de um Cavaleiro de Câncer, fazendo com que ele se tornasse o Cavaleiro de Ouro de Áries sem nenhum motivo aparente. Mais tarde, chegou a hentai, também lemuriana, Yuzuriha, que, não tendo mais Armaduras de Ouro para usar (além do fato de não existirem Cavaleiros de Ouro mulheres), acabou ficando com a Armadura de Prata de Grou.

O retorno de Hades[editar]

A ficha técnica de Hakurei de Altar (se conseguires ler, me explica depois o que está escrito).

Assim que Hades conseguiu despertar no corpo do pequeno pintor de rodapé Alone, Hakurei percebeu que, mais cedo ou mais tarde, estaria de volta ao campo de batalha, mesmo já estando na casa dos duzentos e poucos anos (afinal, Hades somente retorna a cada 243 anos para a Terra). Ele então lembra ao seu irmão Sage que o Cavaleiro de Bronze de Pégasus sempre foi essencial para a derrota de Hades, além do fato dele sempre ser o protagonista do anime. Por esse motivo, tal Cavaleiro de Bronze jamais deveria morrer ou se aproximar tanto da morte.

Assim que soube que Tenma de Pégasus tinha morrido pelas mãos do próprio Hades, convocou a sua pupila, Yuzuriha, para buscar o corpo de Tenma na Itália e trazê-lo para Jamil andando, de preferência. Como uma legítima pau-mandado, Yuzuriha vai para onde agora se localizava o Castelo de Hades, encontrando lá o também Cavaleiro de Bronze (e esparrento nas horas vagas), Yato de Unicórnio, com quem acabou voltando com ela para Jamil, carregando o corpo de Tenma (ou você acha que Yuzuriha ia ficar carregando aquele peso morto?).

O "Info cartão Ninja" de Hakurei de Altar, segundo Kabuto Yakushi.

Assim que chegaram em Jamil, Hakurei foi logo tirando a armadura de Yato (ui!), mas antes de você pensar que ele, Yuzuriha e Átila o fossem estuprar, saiba que eles só tiraram a Armadura de Bronze de Unicórnio para consertá-la somente depois ele abusariam de Yato pois a mesma estava mais quebrada com que um carro ao bater de frente com uma parede de tijolos. O sangue utilizado na restauração da armadura foi o de Yuzuriha, já que Hakurei jamais usaria o seu sangue para restaurar uma Armadura de Bronze, se ainda fosse uma de Ouro ele ainda podia até tentar.

Assim que Armadura foi restaurada, ele mandou Yato para o Inferno (literalmente falando), com o seu Sekishiki Meikai Ha, um golpe que somente os Cavaleiros de Ouro possuem e que ninguém sabe como ele usa, já que nem um Cavaleiro de Ouro é. Depois de mandar Yato ir atrás de Pégasus no Inferno, também manda Yuzuriha, para que apresse o Unicórnio e também para encontrarem o saboeiro do Inferno, a única coisa viva daquelas bandas que poderiam matar os imortais Espectros de Hades e que ele somente lembrou disso mais tarde.

Asmita no dia em que foi fazer uma visitinha a Hakurei, em Jamiel.

Assim que Yuzuriha e Yato partem para o Inferno, Hakurei recebe a visita de Asmita de Virgem, que diz que será o cosmo dele o usado para criar um belíssimo colar que matará os Espectros de Hades de uma vez por todas. Mais uma vez Hakurei se salva de uma morte trágica, pois era o sangue dele que estava destinado a rolar para fazer isso. Assim que os Cavaleiros voltam do Inferno com Tenma e os frutos do saboeiro do Inferno, alguns Espectros de Hades aparecem para atacar o templo de Jamiel.

Enquanto isso, Asmita pega os frutos do saboeiro do Inferno, monta um belíssimo colar e vai até o topo do templo, onde elevaria o seu cosmo até o infinito, sacrificando a sua vida por todos (será que vale a pena?). Yuzuriha, Yato a Tenma defendem a torre dos Espectros que a querem invadir, sendo que Hakurei é o único Cavaleiro por alí que não move nenhuma palha para ajudar os outros três, que simplesmente estavam lutando contra imortais, já que Asmita ainda não tinha terminado a sua macumba. Logo assim que terminou e todos os espectros começaram a morrer, Hakurei envia Tenma de volta para o Santuário com o Rosário de Asmita.

E por fim...[editar]

Hakurei de Altar no dia em que seu irmão morreu (até que ele parece feliz!).

Após a invasão do Santuário de Athena pelo próprio Hades, que destruiu a fina barreira de papel de seda de Athena, a morte de Hasgard de Touro e o aparecimento de Manigold de Câncer, Hakurei envia Yuzuriha para o Santuário, sendo que ela vai como a Amazona de Prata de Grou, com máscara e tudo. Lá ela tem que encontrar Yato de Unicórnio e juntos resgateram Tenma (de novo?), que estava preso por ordens do próprio Mestre do Santuário. Depois de todas essas aventuras, Hakurei acaba sumindo por um tempo, tornando-se totalmente dispensável no anime.

Ele somente reaparece quando reencontra o seu irmão Sage de Câncer e ambos rumam para o Palácio dos Deuses Gêmeos, Hypnos e Thanatos. Hakurei segue para esse local pois precisa levar a Espada de Athena (que eu nem sabia que Athena utilizava uma espada, mas tudo bem) até um ponto, onde, se colocada, quebraria a barreira do Castelo de Hades e permitiria uma invasão de sem-terras dos Cavaleiros da Deusa naquele território, ou seja, algo realmente útil para a situação deplorável em que eles se encontravam.

Hakurei durante o combate contra Hypnos. Agora sim ele parece um Cavaleiro.

Mas é claro que isso não rolaria tão facilmente e um combate entre Gêmeos acaba rolando nessa parada aí. Assim que Thanatos é derrotado por Sage de Câncer e Manigold de Câncer (o pupilo de Sage), o espírito do Deus da Morte é trancafiado na famosa Caixa de Pandora, que estava escondida dentro da Armadura de Prata de Altar, que tinha ido até Sage para ajudá-lo no combate ao Deus, pois sem isso ele não conseguiria nem à pau. Após saber que seu irmãos havia morrido, Hakurei não tem nem tempo de preparar um velório dígno ou pelo menos chorar pela morte dele, pois ainda tinha um outro Deus para se vencer, o do Sono, Hypnos.

Hakurei não tem tanta paciência para enfrentar o Deus, que (claro!) tem uma grande vantagem sobre o mortal. Já sem saco para ficar na luta, ele utiliza do seu master-apelation-fodástico-mega-golpe de Câncer, que não faz nada mais e nada menos do que reunir todos os poderes dos cavaleiros mortos na Última Guerra Santa que ele participou e arremessá-los contra Hypnos, derrotando o deus (isso que eu chamo de golpe apelão e covarde). Atualmente está muito bem morto vivo no Céu - ou não.

Ver também[editar]


Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Hakurei de Altar no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Cavaleirospredef2.jpg