Rei Geraldo Andrade da Noruega

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Rei Geraldo Andrade da Noruega


D opressaoromana.jpg Este artigo é relacionado à história.

Ele conta o que aconteceu desde a pré-história até os tempos quase atuais.

Viking.JPG Ek est årtikkel Vikingen!

Este artigo veio das frias terras dinamarquesas! Ele gosta de remar, louva Odin e o Deus Metal, não tem nenhum senso de privacidade ou de educação e seu autor chegou ao Valhalla. Não vandalize ou envolva a Finlândia neste artigo!

Flag of Norway3.PNG Ek est årtikkel Norsk!

Este artigo desfruta do melhor IDH do mundo! O autor bebe hidromel, ouve black metal, nada em petróleo, é descendente de vikings e mora perto de um fjord.

Lembre-se que foi Leif Eriksson quem descobriu a América.
Geraldo Andrade, o grande rei

Geraldo Andrade foi o maior rei viking da história deste povo. Ele tinha 2,30 metros e pesava 210 quilos. Calçava botas de número 53 e seus braços mediam 1,3 metros cada. Enfim, foi um grande rei. Nem conseguia montar em seu cavalo, pois o pobre animal não aguentava seu peso.

Geraldo era filho de Olavo II, o rei que foi morto por Canuto, o Grande quando defendia o trono. Foi o segundo rei viking que dominou a Inglaterra, pois Canuto já havia feito o serviço muito tempo antes. Morreu na Inglaterra, vítima de uma conspiração.

História[editar]

Geraldo preparado para a batalha

Filho de Olavo II, viu seu pai ser morto e humilhado (nesta ordem) por Canuto. Ele sabia que não poderia vingar-se da morte de seu pai, então decidiu vender cachorro-quente na pracinha. Quando Canuto abandonou o cargo de rei da Vikinglândia, Geraldo decidu disputar esta vaga. Como no mundo viking tudo se resolve na briga, Geraldo foi obrigado a duelar e matar Sigurdjontyrgarmendsson XXIII, conseguindo então o tão sonhado cargo de rei viking.

Invasão da Inglaterra[editar]

Geraldo começou sua expansão na Suécia e logo chegou à Inglaterra. Nesta época a Inglaterra era dominada pelos descendentes de Canuto. Geraldo Andrade e sua tropa destruíram todos os centros militares ingleses, ficando fácil de dominar o lugar. Muitos soldados ingleses de chapelões pretos em forma de cotonete tentaram fazer alguma coisa, mas os guerreiros vikings estavam em maior número. Toda a Inglaterra estava dominada, mas uma conspiração teve início e aos poucos foi tomando conta de tudo. No final das contas, apenas Geraldo não sabia de nada.

Fim do reinado[editar]

O castelo de areia de Geraldo desmoronou no século X, quando foi esfaqueado pelo próprio irmão. Geraldo teve um velório maravilhoso; ele foi colocado em uma canoa cheia de flores, em chamas, onde foi recebido no Valhalla pelo próprio Odin. Ele foi o último grande rei da Vikinglândia; todo o reino foi dividido e distribuído entre as potências do Eixo.

Ver também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!