Harrison Ford

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ford em uma de suas atuações gays

Cquote1.png Fui no enterro desse cara Cquote2.png
Retardado sobre Harrison Ford
Cquote1.png Gosto de seus jogo de Play 2 Cquote2.png
Nerd sobre Jogos do Indiana Jones para Play 2
Cquote1.png Ô loco meu Cquote2.png
Fausto Silva sobre Quando vê mulheres gostosas
Cquote1.png Ele fez pacto comigo Cquote2.png
Capeta sobre Harrison Ford
Cquote1.png Aiiiiiii Harrison me ameeeee Cquote2.png
Gay sobre Quando viu ele passando na rua
Cquote1.png Iaaaaaaaans Cquote2.png
Chewbacca sobre Falando como ele e gay
Cquote1.png Fuck you,bitch Cquote2.png
Axl Rose sobre Harrison Ford
Cquote1.png 1001 utilidades Cquote2.png
BomBrill sobre Harrison Ford
Cquote1.png Conheci ele na faculdade Cquote2.png
Xuxa sobre Vibrador

Biografia[editar]

Filho de viado irlandês e puta judia russa, Ford frequentou a faculdade de Inglês e Filosofia. Estreou no cinema em 1966, fazendo uma ponta em O ladrão conquistador. Desanimado com a sucessão de papéis insignificantes e com mulher e dois filhos para sustentar, Harrison Ford largou tudo em 1970, para ser cafetão.[1] Porém, uma de suas putas intercedeu junto ao director George Lucas para que ele fosse escolhido para o elenco de American Graffiti - Loucuras de Verão, que se revelou um estrondoso sucesso. Então, em 1973, ele retornou ao cinema, de onde não saiu mais, que pena.

Quatro anos depois, Ford tornou-se mais odiado com o papel de Han Solo, em Star Wars (1977). O personagem Indiana Jones, em Os Caçadores da Arca Perdida, de Steven Spielberg, em 1981, consolidou sua posição de viado. Ele voltou a encarnar o papel de Indiana em outras três sequências da série. Em 1986, Ford foi nomeado para o Oscar na categoria de Melhor Actor gay, por A Testemunha.

Harrison Ford possui dois recordes no Guinnes Book, o de actor que gerou o maior insultos no cinema, e o de actor a ter o maior número de filmes que ultrapassaram os limites da boiolagem dos Estados Unidos. Possui uma estrela na Calçada da Fama gay, localizada em 6969 Hollywood Boulevard,Avenue 24.

O seu primeiro casamento, com Mary Marquardt, durou de 1964 a 1979, e nasceram dois capetas.Logo depois Ford chifra, a roteirista do filme E.T., o Extra-Terrestre, Melissa Mathison, terminou em novembro de 2000, e eles também tiveram dois capetas.

Atualmente, está com a mulher apelativa nua e crua Calista Flockhart, com quem se casou em 15 de Junho de 2010, após 8 anos de relacionamento.