Haruna (Naruto)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Espermalicfilho.png Este artigo é relacionado a fillers!

Você nunca vai ver num mangá, provavelmente não serviu para porra nenhuma
e é difícil pacas de encaixar na cronologia original (ou não).

Clique aqui para saber de outras coisas sem importância.

Cquote1.png Eu vou casar com ela Cquote2.png
Kikunojou sobre Haruna

Cquote1.png Não! Eu vou casar com ela Cquote2.png
Yurinojou sobre Haruna

Haruna é a princesa do País Minúsculo (ou País Verdejante). Quando pequena foi vendida como escrava sexual por seu pai, um covardão hippie que vendia até a própria filha pra evitar uma guerra, já que seu exército era tão minúsculo quanto o próprio país. A princesa sofreu muito nas mãos dos cafetões, vendendo o corpo a preço de banana e sendo levada de um puteiro a outro em vários países diferentes (há rumores de que ela já tenha passado pelo Cafofo da Kurê, mas a Vila da Folha nega de pés juntos.)

A volta do exílio[editar]

Haruna fingindo ser a Thammy Gretchen

Durante os anos no exílio Haruna juntou suas economias do que ganhava rodando a bolsinha e, quando fez 20 anos, voltou ao País Minúsculo (ou País Verdejante, sei lá) e reclamou o trono que era seu por direito, mas ficou sabendo que seu pai fora morto por um grupo de ex-palhaços de circo conhecidos como os Três Irmãos Criminosos (que nome criativo) e que o povo do país iniciara uma rebelião pedindo a proclamação da República, e que os palhaços procuravam matá-la. Depois disso Haruna fugiu com dois dos seus servos mais leais: os irmãos Kikunojou e Yurinojou, dois valentes ninjas do país.

Mas como já estava com o nome sujo ela bancou a lésbica e viajou disfarçada de homem para não ser reconhecida e assediada pelos punheteiros que só pegam mulher pagando.



A fuga[editar]

Haruna depois de recuperar sua feminilidade

Mas como não confiava muito em seus seguranças (pois eles eram muito /s>flores) Haruna contratou três ninjas de fora: um Chouji Akimichi, Hyuga Hinata e Naruto Uzumaki. Na batalha que se seguiu os três ninjas de fora se mostraram mais competentes que os dois irmãos frutaflor e derrotaram os bandidos.

Depois de conquistar novamente a simpatia de seu povo e ser coroada rainha, Haruna casou-se com Yurinojou (já que Kikunojou havia morrido) e foram felizes para sempre (igualzinho aos contos de fada).

Ver também[editar]