Hasgard de Touro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Cuidado: Ä qualquêr mumento, Napolião podə quirer-tə invədir

Hasgard

Hasgard2.jpg

Classificação Cavaleiro de Ouro
Cavaleiro
Deus a que serve Athena
Armadura Armadura de Ouro de Touro
Golpes Grande Chifre, Supernova Titânica
Perfil
Nacionalidade Bandeira de Portugal Portugal
Local de Treinamento Santuário de Athena
Nascimento 06/05
Frase Favorita "Muuuuuuu!"


Cquote1.png Você quis dizer: Aldebaran de Touro Cquote2.png
Google sobre Hasgard de Touro
Cquote1.png Experimente também: Corno Cquote2.png
Sugestão do Google para Hasgard de Touro
Cquote1.png Amador! Cquote2.png
Aldebaran de Touro sobre Hasgard de Touro
Cquote1.png Pelo menos eu não perdi pra um Cavaleiro de Bronze! Cquote2.png
Hasgard de Touro sobre Aldebaran
Cquote1.png Eu perdi o chifre, seu trouxa! Cquote2.png
Aldebaran

Apresentação[editar]

Esse é Hasgard, mas pode chamar ele de Aldebran também.

Hasgard de Touro era um dos Doze Cavaleiros de Ouro que protegiam a antiga reencarnação de Athena na última Guerra Santa que aconteceu antes da atual que acabou a algum tempo (entendeu?), no anime/yaoi Cavaleiros do Zodíaco, sendo que esse Cavaleiro de OUro apareceu na Fase The Lost Canvas, que retrata a última Guerra para que Masami Kurumada não ficasse esquecido no tempo e acabasse falindo, já que o anime não era mais produzido e todo mundo já estava cansado de reprises. Ele, na teoria, deveria proteger a Segunda Casa Zodiacal, a casa de Touro (caso você não acompanhe a Revista Astral o Horóscopo), porém, como todos os Cavaleiros desse anime, a última coisa que ele faz é ficar protegendo a sua casa, preferindo ficar pastando andando pelo Santuário de Athena sem nenhum objetivo em mente, chorando a morte da bezerra. Assim como todo bom Cavaleiro de Ouro, tem um lado pedófilo amigável com crianças e é adorado por todos tal qual o Michael Jackson.

Vida de Gado[editar]

Hasgard, o professor de etiquetas.

Como um legítimo corno Português, Hasgard, antes de entrar para o Santuário, possuia uma padaria, onde contava com uma clientela mais do que especial, sendo ela em sua maioria homens. Mas antes que se pense mal do Cavaleiro de Chifres Dourados, essa clientela masculina era mais para ver a sua esposa do que a ele servindo alguns baguetes (ou não). Até o dia em que o pobre padeiro descobriu que o pão que ele amassava eram os outros que comiam, quando pegou a sua mulher na cama com um bando de macho. Sentindo-se a última das criaturas, Hasgard resolveu peregrinar pelo mundo, aproveitando a livre circulação proporcionada pela União Européia, chegando assim até os confins da Grécia, onde conheceu o Santuário de Athena. Vendo que poderia faturar uma boa nota como mercenário Cavaleiro, resolveu se candidatar a um posto naquelas bandas, treinando que nem um burro touro para conseguir uma vaga no processo seletivo de lá, que era bastante concorrido. Graças a sua força (que não era pouca) e o seu correr pra caralho, acabou ganhando uma vaga.

Selinsa, Teone e Salo, os pivetes que cuidam de Hasgard (ou ele deles).

Porém, maior foi o azar de Hasgard quando descobriu que não se ganhava porra nenhuma como Cavaleiro, somente alguns hematomas perpétuos, cicatrizes e (de quebra) uma morte dolorosa, mas ele já estava mais do que inturmado nisso, querendo defender a sua deusa na Terra, acreditando que ela seria a solução para os males do mundo (Ah, sim, acredito!). Mesmo assim, ele ainda era infeliz, lembrando de seu passado corno e carregando em sua mente o fato de nunca ter tido um filho. Foi então que ele teve uma ideia "INACREBILIBLE", sequestrar fundar uma creche com crianças abandonadas ao redor do Santuário (coisa que tinha aos montes). Com a permissão da Deusa Athena, ele recebeu um alvará grego para criar a creche dentro de sua casa, levando para lá uma porrada de crianças, vítimas de maus-tratos, que foram abandonadas, que perderam os pais e, preferencialmente, aquelas que vieram ao mundo por um erro de má fabricação da camisinha no momento do coito, sendo que os pais não puderam cuidar da criança. Agora sim Hasgard estava feliz.

A mais difícil luta de Hasgard, contra Kagaho de Benu.

Entre os seus mais queridos lolicons estavam Salo, Teone e Selinsa (a única mulher, pelo menos biologicamente falando), que ele acolheu quando os moleques perderam os pais e não os acharam mais. Porém, a Guerra Santa começou e Hasgard tornou um Cavaleiro de Ouro, ficando com a Armadura de Touro, pois todo mundo já sabia do seu passado tão chifrudo quanto do El Cid de Capricórnio. Por esse motivo, ele não poderia mais ficar indo a sua casa, tendo que se restringir à Casa de Touro (onde ele dificilmente para). Para não ficar longe de seu amado mestre, os três decidiram se tornar Cavaleiros, sendo que Hasgard é que deveria treiná-los. Apesar de já estar com o saco um pouco cheio de um bando de pirralhos, o (agora) Cavaleiro de Touro aceitou a proposta, mas contando que nenhum deles mais o chamassem de Hasgard (pois lembrava o filler que se passou em Asgard, que ele odiava). A partir daquele momento, ele seria conhecido como Aldebaran de Touro para se parecer ainda mais com o seu sucessor do futuro.

A Guerra Santa[editar]

Hasgard a Kagaho ensinando como se cumprimenta alguém.

Durante a luta que começou no anime, Hasgard apareceu primeiramente junto com Dohko de Libra, ambos fofocando sobre o loiroso Asmita de Virgem e o de como é que um Cavaleiro de Ouro conseguia manter as unhas tão bem cuidadas sendo um lutador. Depois desse episódio, Hasgard reaparece somente após a morte do cara de quem eles fuxicavam, sendo que ele fala que bem que gostaria de poder ser miguxo dele (é, ele só pensa nisso depois do cara morrer! ¬¬). Depois disso, o Touro enfrenta cinco Espectros de Hades, onde consegue derrotá-los com os braços cruzados (literalmente falando), lançando somente um "Grande Chifre" (não, ele não lança um chifre nos caras, esse é o nome do golpe). Depois ele encontra de novo com o seu fiel companheiro de fofocas Dohko, onde começam a trocar mais figurinhas sobre os Cavaleiros que já partiram para o Inferno, como o Albafica de Peixes. Como dár-se para perceber, nenhum dos protetores das Casas Zodiacais estavam nos seus devidos lugares quando deveriam, já que estavam em guerra, mas quem se importa com isso?

O Grande Chifre de Hasgard (bem melhor do que o do Aldebaran).

Depois de ownar os cinco Espectros que viviam ressuscitando pelo poder do Imperador Hades, Hasgard retorna ao Santuário, quando é supreendido por Cagado Kagaho de Benu, a Estrela Celestre da Violência (que medo!). Este veio para o Santuário para dar uns sopapos em Dohko de Libra, que tinha tido a ousadia de mandar o Imperador Hades tomar Noku com gelo, ferindo-o. Ele chega botando quente com o Touro, mandando-o dizer onde estava o outro. Hasgard, que não suporta gente mal educada (ainda mais emos), fala para ele que primeiro a pessoa deve se apresentar e depois começar a fazer perguntas para um desconhecido. Dizendo isso, Hasgard fala que o ensinaria (tal qual um professor de etiquetas) a como falar com os outros, ensinando-o, primeiramente, a abaixar a cabeça, puxando-o pelo pescoço e o jogando-o de cara no chão (essa sena cena foi tudo). Não gostando nenhum pouco da ideia de beijar a Terra, Kagaho começa uma luta com Hasgard, que facilmente aceita a bronca com ele.

Hasgard depois de ser ownado por Kagaho na Crucificação Ansata.

A luta entre os Cavaleiros que mais correm pra caralho foi aberta. Kagaho utiliza-se de um fogo preto, muito comum em Naruto (sendo que lá eles chamam de Amaterasu), que, apesar das queimadas que provoca, não é capaz sequer de arranhar a armadura dourada. Mesmo sendo rápido, o Grande Chifre de Aldebaran não funciona, sendo que ele percebe facilmente que aquele ato de cruzar os braços era somente pose do Touro que colaborava para a rapidez de seus golpes. Já cansado de ficar brincando de toureiro, Kagaho finaliza com o seu Crucificação Ansata, que conseguiu deixar Hasgard cegueta de um olho. Dohko aparece e os moleques paga-paus de Hasgard também, mas ele não deixa que ninguém intervenha, pois ele mesmo acabaria com Kagaho. Mesmo todo queimado e caolho, Aldebaran sobrevive ao Explosão da Coroa do Sol, contra-atacando com o Supernova Titânica, vencendo Kagaho e só não o matou de uma vez por dizer que ele ainda tinha "amor no coração". Kagaho vai embora, todo esfolado e Aldebaran cai no chão, mas somente para descançar um pouco.

Olé, Touro[editar]

A Supernova Titânica de Hasgard de Touro.

Voltando para o Santuário de Athena, Hasgard se dirige caolhamente para o Templo de Athena, o último edifício no final das Doze Casas. Lá ele se encontra intimamente com o Grande Mestre Chuck Norris Sage, que fica arrasado surpreso ao ver que ele estava mais esfolado do que mulher de malandro em final de semana quando o marido bebe. Nesse momento, ambos são supereendidos pela aparição, atrás das cortinas (não me pergunte o que ele estava fazendo lá), de Se Fudeu Sísifo de Sagitário, que, como todos os outros Cavaleiros de Ouro, estava em todos os lugares possíveis, menos na Casa Zodiacal que deveria proteger. Ao ver Aldebaran naquele estado, Sísifo pede um relatório sobre o Espectro que o havia atacado. Aldebaran, humildemente, diz que o cara era mais fraco do que um haitiano com fome, mas que bem que poderia ser tão mal quando um dos Titãs infernais. Nesse momento, um grande estrondo é escultado, pois o Imperador Hades destruiu a barreira protetora de Athena que envolvia o Santuário e foi fazer uma visita a sua sobrinha velha amiga.

O estado em que fica alguém que recebe o Supernova Titânica, isso se a pessoa for boa de coração.

Sísifo e Aldebaran vão em direção do lugar onde Sasha, a filha de Xuxa Athena deveria estar, chegando ao topo são surpreendidos pelo poder do Imperador do Submundo, que os paralisa com uma gravidade tão pesada quando a do Planeta do Senhor Kaioh de Dragon Ball. Não foram porém somente eles que ficam no chão com o poder do Imperador, TODOS os Cavaleiros de Ouro tiveram que beijar a Terra juntos, para que Hades pudesse se sentir mais foderoso ainda. Apesar de todo o seu tamanho, Aldebaran foi um total inútil, não ajudando em nada e ainda perdendo para Sísifo, que conseguiu se levantar e ainda disparar uma flecha dourada contra o Hades, mesmo que ele tenha revidado e a jogado contra o seu peito (se ele tivesse ficado quieto, no chão, nada disso teria acontecido). Porém, Tenma de Pégasus retorno do Jamil e Uma Noites e começa a fazer Hades relembrar do seu passado feliz e emo, sendo que Pandora aparece para quebrar o clima e trazer dois Espectros para a batalha. Com a retirada de Hades do local, Tenma e Aldebaran tem de lutar, já que Sísifo se fudeu estava caído.

Hasgard não morreu, só está descançando (ou não).

Kiew de Durahan e Wimber de Morcego são invocados pela hentai do submundo. Como o bom perdedor que é, Tenma não consegue vencer nenhum dos caras, sendo que tudo sobra para Aldebaran, que já não estava muito bem desde a sua luta contra Kagaho (sem falar que ele estava caolho). Mesmo conseguindo vencer Wimber de Morcego, ele não tinha mais forças o suficiente para vencer Kiew de Durahan, sendo que ele resolveu apelar para o seu mais foderoso golpe. Com a Supernova Titânica, Hasgarg consegue vencer Kiew, porém tal golpe kamikaze levou junto a sua vida. Zelos de Sapo (um inútil que também aparece na Saga de Hades) aparece mais tarde para ceifar o corpo do pobre coitado, retalhando-o, sendo que aparece Kagaho para pagar a sua dívida e enterrar o corpo do grandão, derrotando Zelos facilmente e recolhendo Aldebaran do local. E assim mais um Cavaleiro de Ouro se vai no anime, sobrando agora somente Nove dos doze (O RLY? Aprendeu a contar isso sozinho? Que legal, hein, campeão?).

Golpes[editar]

Alguns azarados que levarão o Grande Chifre de Hasgard (aonde, eu não sei).
  • Grande Chifre: Neste ataque o Touro mantém a sua posição favorita do Kama Sutra, a de braços cruzados, então, quando o adversário fica distraído, ele projeta o seu golpe com uma velocidade mais foderosa do que o comum, destrocando o inimigo na parede mais próxima;
  • Supernova Titânica: Neste golpe o Touro cria um terremoto de 9,0º na Escala Richter, que levanta blocos de pedra tão grande capazes de esmagar os seus oponentes (foi o que aconteceu com Kagaho). Pena que usar isso muitas vezes mata o seu usuário (bom, nada é perfeito afinal).

Ver também[editar]

PoR-Death.gif
Hasgard de Touro já morreu!

Virou comida de minhoca!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cavaleirospredef2.jpg