Hay-on-Wye

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
DescicloWales.png ESTE ARTIGO É GALÊS!

Ele pertence a uma insignificante porção de terra do Reino Unido, usa nomes complicados para suas cidades, adora dragões e provavelmente possui uma conta na Celwyddoniadur.

Gelli Gandryll
Kingdom of Hay-on-Wye
Hey-ou-Uai!
Bandeira
Brasão
Bandeira Brasão
Lema: No meio do caminho tinha uma pedra
Hino nacional: Melô do ABC

Localização de Hey-ou-Uai!

Capital Livraria Hay-on-Wye
Cidade mais populosa País das Maravilhas
Língua inglês, galês e o que mais tiver nos livros
Religião oficial antirrealismo
Governo reino absolutista literário
 - Bibliotecário Richard I
Heróis Nacionais George Orwell, Monteiro Lobato
Área  
 - Total do tamanho da sua imaginação km² 
 - Água (%) 5
Analfabetismo
População 1865 
PIB per Capita O que der pra vender 
 
Moeda Livros


Hay-on-Wye é uma localidade quase nada turística que devido ao seu desolamento absoluto no País de Gales, dedica sua existência à venda de livros de sobrevivencialismo. Se fosse só isso ninguém se importava até que o bibliotecário local Richard Booth, cansado do tédio do emprego naquele meio do nada, declarou Hay-on-Wye um reino dentro do Reino Unido onde 100% dos habitantes (ou seja, ele) tem acesso a leitura principalmente da Desciclopédia. Tornando assim Richard o primeiro monarca descíclope do mundo.

História[editar]

Roda de livros em Hay-on-Wye, muito usada como instrumento de tortura na Idade Média

Uma das micronações mais antigas do mundo, estima-se que Hay-on-Wye tenha sido fundada em 1070 pelo rei normando William Fitz OzzyOsborn, 1º Conde de BlackSabbath. Depois de derrotar três reis galeses num campeonato de xadrez para principiantes, o rei William edificou dois castelos na área que passaram de mão mais de 8000 vezes entre ingleses, franceses, liechtensteinienses até meados do século XIX, quando o Castelo Hay foi apropriado pelo Reino Koopa servindo de cenário para o enredo de Super Mario 64.

Com a subsequente derrota do tirano Bowser a cidade foi liberada e ficou décadas sem ter relevância nenhuma, banida ao mais esquecido dos esquecimentos do País de Gales, sustentando sua economia com a venda de manuais de sobrevivência na selva e como agir em contato com dragões. Até que no dia 1 de abril de 1977, no golpe de estado menos noticiado do mundo, o bibliotecário Richard Booth, cansado do marasmo de só ter as conversas com traças e baratas dos livros como único hobby interessante da cidade, tomou o poder em Hay-on-Wye. O único gato de rua morador da aldeia nem se importou, e o novo rei assumiu o título Richard I, o Nerd, instituindo um regime onde todos são obrigados a ler aqueles livros chatos da escola todo dia.

Política[editar]

Atualmente uma monarquia absolutista bibliotecária, Hay-on-Wye é governada com mão de ferro pelo rei Richard I há mais de 40 anos, mas devido à insatisfação pública com sua gestão ele cogita a possibilidade de instituir uma forma de república, onde os governantes são escolhidos em um concurso de soletrar.

Cultura[editar]

A cultura hay-on-wyense é 100% baseada na venda de livros, a cidade toda é uma imensa livraria onde os habitantes usam livro até pra higienizar o rabo, porém com o passar do tempo a visitação foi caindo, a concorrência turística aumentando e os turistas todos indo pra Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch e devido a isso a secretaria de cultura teve que diversificar o apelo, abrindo o reino para a realização de toda sorte de festivais hippies.

O mais famoso é o Uai Festival, o principal evento do ano, onde todo ano meia dúzia de escritores fracassados se reúnem pra ganhar um trocado em cima dos 80 mil hipsters que visitam durante os dez dias de festividades. O festival é muito procurado pelos hipsters pela paisagem acolhedora de Hay-on-Wye onde é possível tomar LSD sem perturbação na companhia singela da fauna local, incluindo o querido Dragão-Serpente Branco de Crina Verde-Piscina, símbolo nacional que aparece intrépido na bandeira de Gales.

Sealand fortress.jpg
Micronações do mundo
v d e h

Aeterna Lucina | Aramoana | Celestia | Domínio de Melchizedek | Elleore | EnenKio | Flórida Ocidental Britânica | Forvik | Frestonia | Grão-Ducado de Avram | Hay-on-Wye | Hutt River | Ilha Rosa | Império Aericano | Império Atlantium | Império Copeman | Império Romanov | Kugelmugel | Ladonia | Liberland | Marlborough | Minerva | Molossia | Navio Atlantis | Nova Utopia | País Global da Paz Mundial | Perloja | Rainbow Creek | Redonda | Reino do Amor | Reino Gay e Lésbico das Ilhas do Mar de Coral | Reino da Humanidade | Reino de Outro Mundo | República da Concha | República de Morac-Songhrati-Meads | República Socialista de Bjorn | Reunião | Rockall | Saugeais | Sealand | Seborga | Sudão do Norte | Talossa | Vaticano | Vikesland | Westarctica | Whangamomona