Helsingin Jalkapalloklubi

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Helsingin Jalkapalloklubi
Escudo do HJK.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Gelsenkirgen Jalkapalloklubi
Origem Bandeira da Finlândia Finlândia - Helsinki
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Soneira
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador Nuvola apps core.png
Melhor Jogador Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Finlandês
Divisão Veikkausliiga
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Helsingin Jalkapalloklubi, ou, muitíssimo melhor pra falar, apenas HJK é o único time de futebol existente lá da Finlândia, aquele país estranho de gente estranha deprimida. A qualidade do time não ajuda a sanar os problemas psicólogos de depressão do povo de Helsinki, mas ajuda os adversários há 10 anos nas fases preliminares da Liga dos Campeões.

História[editar]

Fundação[editar]

A equipe foi criado em 1907 ainda como time de trenó, esporte que na época era a mania nacional na Finlândia. As cores adotadas pela equipe foram o azul e o branco para simbolizar o apoio da agremiação pelo Movimento Feno Man, uma revolução cultural que defendia que os finlandeses deveriam se orgulhar de sua falta de cultura e que deveriam aceitar viver eternamente no tédio e na falta do que fazer (por isso o "feno"). O HJK foi um grande clube que incentivou este movimento nacionalista, porque o time sempre foi sem brilho e sem graça como toda a cultura finlandesa.

Como há de se esperar, na Finlândia impera o tédio total. Em seus primeiros anos o HJK criou equipes de hóquei no gelo, curling, limpeza de neve do quintal, corridas de montaria de renas, handebol e até uma equipe de arremesso de bolas de neve. Todos estes outros esportes viriam a falir, e atualmente o time compete apenas no futebol, porque é o único esporte onde pode jogar sozinho e ganhar quase sempre.

Segunda Guerra Mundial[editar]

Durante a Segunda Guerra Mundial, 22 atletas do HJK foram convocados a ir lutar na guerra, afinal a população de 5000 finlandeses não poderia se dar ao luxo de desperdiçar atletas tão vigorosos e supostamente vitoriosos. Obviamente (lembre-se que são da equipe do HJK) todos 22 jogadores morreram em batalha, e por isso ninguém fala da Finlândia e sua inutilidade durante a guerra.

Anos 60[editar]

A partir da década de 60 o HJK começa a despontar no futebol finlandês, pois até 1963 estava na segunda divisão da Finlândia, ninguém sabe explicar como, porque esse país mal tem times na primeira divisão, não faz sentido existir uma segunda.

Logo em sua estreia na Primeira Divisão da Finlândia em 1964 o HJK viria a conquistar o seu 20º campeonato finlandês, alegando já possuir outras 19 taças inventadas que ninguém tem saco ou se importa de ir lá contestar, e neste ano iria participar sua primeira de muitas participações irrelevantes na Liga dos Campeões, onde no placar agregado perderia de apenas 9x2 para o Manchester United.

Só em 1966 ganhou sua primeira Copa da Finlândia, o público de 7000 pagantes é até hoje o maior da história do futebol finlandês. O time não decepcionou e goleou o poderoso e temido KTP.

Liga dos Campeões de 1998–99[editar]

Dentre tantas participações desprezíveis em competições europeias, a melhor delas foi em 98-99 pela Champions League. Nesta edição fez milagre e não foi eliminado na fase preliminar, onde venceu o FC Whatever da Armênia e depois o Merdz da França.

Apesar da lanterna que conquistou na fase de grupos, pelo menos hoje o HJK pode se orgulhar de ser um dos 789 times do mundo que já venceram o SL Benfica, de quem ganhou de 2x0, única vitória antes da eliminação precoce após derrotas para PSV e Kaiserslautern.

Domínio finlandês[editar]

A partir dos anos 2000 os demais times finlandeses foram falindo na medida que Papai Noel precisava escravizar cada vez mais atletas e comprava todos jogadores de futebol do país. Como os atletas do HJK são sempre péssimos, eles nunca foram chamados e permaneceram. Portanto chegou a se tornar hexa-campeão finlandês mesmo sendo tão péssimo assim, fato observado toda vez que foi ir ser humilhado numa fase preliminar de Liga dos Campeões.

Liga dos Campeões Europa de 2014–15[editar]

Após a conquista de mais um sem graça título finlandês foi se aventurar em sua décima figuração numa Liga dos Campeões. Dessa vez cometeu uma raridade de passar a primeira fase preliminar ao derrotar o Bobotinik da Macedônia, mas logo em seguida não foi páreo para o mero APOEL.

A equipe foi então rebaixada para a Série B da Europa, quando na cagada eliminou o Rapid Wien, um time austríaco que se proibiu de vencer qualquer competição. Na fase de grupos foi tão sem graça a participação desse time que é até difícil comentar qualquer coisa, apenas que teve uma acirradíssima disputa com o FC Copenhague para descobrir quem era mais sem graça.

Títulos[editar]

  • Campeonato finlandês: 27 vezes (1911, 1912, 1917, 1918, 1919, 1923, 1925, 1936, 1938, 1964, 1973, 1978, 1981, 1985, 1987, 1988, 1990, 1992, 1997, 2002, 2003, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014)