Henrique de Borgonha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FrancesAutentico.jpg ALLONS EN₣ANTS DE LA PUTARIE!!

Este artigo è ₣rancês! Ele não toma banho, come camembert e faz biquinho. O autor já mendigou na Avenue Champs-Elysèes e è xenofòbico.

Cuidado! A qualquer momento um alemão pode invadi-lo!

PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um ishtränho vinho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Cuidado: Ä qualquêr mumento, Napolião podə quirer-tə invədir

Cquote1.png Excuse-moi. Est ici la Terre Sainte? Cquote2.png
Henrique de Borgonha chegando em Portugal

Cquote1.png Oh, merde!!!! Cquote2.png
Henrique de Borgonha descobrindo que estava em Portugal

Henrique e seu primo traíra Raimundo rumo as Cruzadas
Henrique II de Borgonha era filho de Henrique I de Borgonha (oh!) e neto de Roberto I de Borgonha. Como o próprio nome já diz, ele era um nobre da Borgonha, na França.

Porém Henrique era um jovem irriquieto e não estava satisfeito por ser o número 12854º da lista sucessória da Borgonha (Ele tinha realmente muitos primos). Estava lá deprimido e cabisbaixo bebendo vinhos quando o arcanjo Gabriel desceu dos céus e anunciou que Henrique teria a santa missão de participar das Cruzadas.

Henrique achou ótimo, já que seria uma boa ideia para ver se conquistava alguma terra ou dinheiro para si, porque a situação estava difícil mesmo na Borgonha.

Como era um nobre muito pobre, a passagem de Henrique só deu para chegar até Portugal, não até a Palestina como ele queria. Lá ele foi falar com o dono da boca local, o rei de Leão. Era uma época muito distante, não havia nem Portugal nem Espanha, só uns reininhos de nome engraçados como Leão, Castela, Astúrias, Galícia...

Justamente na época o rei de Leão, Afonso IV estava bastante puto com seu colega, o rei da Galícia. Quando Henrique chegou lá, eles fizeram um acordo. Deixariam temporariamente de lado os mouros e as cruzadas e dariam um pau nos galegos. Como Henrique era francês, rapidamente aceitou dar um pau em quer que fosse.

Juntos, eles deram um cacete na Galícia e a conquistaram para Leão. Mas Henrique não tinha vindo da Borgonha sozinho, tinha trazido seu primo chato, Raimundo da Borgonha, aquele que pensou que era vasto o mundo. Raimundo deu uma bajulada em Afonso e ganhou a Galícia para si.

Henrique enfrentou os galegos, mas é seu primo traíra que levará o reino
Mas Raimundo era um traíra. Depois da trairagem com o primo Henrique, ele também traiu o rei de Leão se aliando ao rei de Castela, que era inimigo de Leão. E pior, Raimundo estava doidinho para tomar algumas terras dos mouros ao sul para criar um império galego.

Afonso, só de birra, tinha umas terras vazias criando mato que ele tinha pego dos mouros lá na Lusitânia, em volta da cidade do Porto. Ele deu estas terras de presente a Henrique que virou então Conde de Portucale. E fizeram um acordo: O que Henrique conseguisse retomar dos mouros era dele. Com apenas uma condição, que não deixasse o maldito do Raimundo conquistar um palmo de terra qualquer que fosse.

E foi assim que Henrique virou o pai da grande nação portuguesa. Só para foder melhor os galegos!!! Mais tarde, o filho de Henrique, D. Afonso I, decretou a independência de Portugal dos leoneses para provar que não se deve mesmo criar cobras.


Precedido por
Tinhoso
Bacalhau.jpg
Conde de Portucale

1089 - 1139
Sucedido por
D. Afonso I