Hideo Kojima

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

COLONEL: Alright Snake. This is Hideo Kojima, the creator of all existence, you don't have a chance. Just run away from here.

SNAKE: Hmmm... Sounds like he is a God...

MEI LING: Yep! In a metaphorical and metalinguistic aspect , we can call him God. Remember, Snake, it’s as Confucius said: everything has beauty, except ugly things. Ugly things can go die in a never ending hole of pain and despair...

SNAKE: Wow Mei Ling, thanks for the advice. I wouldn't have ever been able to beat the Game without that helpful piece of information.... Thanks...

COLONEL: Snake... If you really plan to beat Kojima try to sell Konami and all the rights of Metal Gear to some soviet oligopoly like the Microsoft for a example.

SNAKE: ... ...Better not.

obs: Caso não tenha entendido nada do que está escrito acima, faça como você faz quando joga Metal Gear e também não entende droga nenhuma: clique aqui


Hideo Kojima é o aclamado criador da série Metal Gear Solid um homem expulso da Konami e renomado nerd que tem até a empresa Kojima Productions com seu nome exclusivo para fazer jogos artísticos bissexuais, como Death Stranding Conhecido como "Carinha do TWD com o Hannibal e Guilhermo Del Toro"

Carreira[editar]

Autorretrato de Hideo Kojima inserido num dos personagens de Metal Gear Solid 4.

Hideo Kojima é o responsável pelo primeiro jogo de ação em estilo "Stealth" que já foi lançado, o Metal Gear para MSX. Os motivos dessa inovação em nada tem a ver com criatividade mas apenas com as limitações gráficas do MSX, pois produzir embates seria inviável de se fazer, foi então que Kojima teve a genial ideia de produzir um jogo onde o objetivo era justamente evitar o embate e a ação. É claro que as vendas foram um fiasco e o jogo muito sem graça.

Porém, ficou famoso após a produção do Metal Gear Solid para o PlayStation quando virou celebridade e recebeu elogios da crítica pela jogabilidade inovadora, o tom cinematográfico, os diálogos redundantes e maçantes, conversas longas de codec, e outras coisas que interrompem e desviam a atenção do jogador do jogo. O tom dramático é outra marca de Hideo Kojima, pois lida magistralmente com delicados temas como a natureza da guerra, a condição humana, e a TPM das mulheres.

Já consagrado e cheio da grana, Hideo Kojima pode trabalhar tranquilamente no lançamento das sequências. A primeira sequência Metal Gear Solid 2 embora tenha agradado, decepcionou muita gente ao apresentar o boiola do Raiden. Outra marca de Kojima seria seus personagens bissexuais.

Redimiu-se lançando Metal Gear Solid 3 que abusa de todo poder gráfico do PlayStation 2 e em seguida Metal Gear Solid 4 que na verdade não é um jogo mas sim um filme, tamanha quantidade de cutscenes de mais de meia-hora, jogo em que Kojima extravasou sua decepção em não ser diretor de cinema.

No momento Kojima está fazendo um jogo surrealista bissexual, com bebês e hentai. O nome do jogo é "Carinha TWD e Hannibal". Ninguém entende nada mas paga de cult e fala que manja




!


ALERT

… ……… …… … … ……………… …… ……… …… … ……… …… … … ……………… …… ……… …… … ……… …… … … ……………… …… ……… …… … ……… …… … … ……………… …… ……… …… … ………


psr-r-r-r-rt!

EEEAAARRRGGGHHH! Eeeaaarrrggghhh!

eeeaaarrrggghhh!

Snake? SNAKE!?

SNAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAKKKKKKKKKE!!!!!!!!!!!!!


GAME OVER


CONTINUE? YES / NO

BA-BA-BAAAANGGG

poucos sabem, mas Otacon é um autorretrato de Hideo Kojima.

Jogos desenvolvidos por Kojima[editar]

  1. Metal Gear
  2. Metal Gear
  3. Metal Gear
  4. Metal Gear
  5. Metal Gear
  6. Metal Gear


 
v d e h
v d e h

Aquele povo que aparece nos créditos finais dos jogos


v d e h
Metal Gear Logo.PNG