Hidrante de Incêndio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png É um 'baguio' até maneiro, 'dize' que serve pra 'ajudá' os bombeiro Cquote2.png
Mano Brow sobre Hidrante de Incêndio

Cquote1.png Na União Soviética, o incêndio usa o hidrante para apagar Você! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Hidrante de Incêndio

O Hidrante de Incêndio (1996-2004) teve uma vida de pouca significância, e não causou impacto em particular na vida de alguém. Em toda a sua vida nunca teve a ambição de alcançar algo. Teve suas próprias experiências para compartilhar, bons e maus momentos, mas nada digno de nota.


O solitário Hidrante.

Tabela de conteúdo

[editar] Mania de promoção

Em seus primeiros anos de vida, o Hidrante mostrou grande interesse em participar de variadas promoções em shows de TV e em revistas. A grande maioria eram concursos em que você entra apenas mandando cartas ou sorteios, que são muito mais fáceis do que os concursos que exigem criatividade ou inteligência.

Uma exceção foi o concurso para a cerveja Itaipava, que estava aceitando novos slogans para seus comerciais. O Hidrante de Incêndio concorreu com a genial: “Itaipava: É tão saborosa, que você sabe que gosta dela”. É claro que a frase do Hidrante não ganhou, deixando-o desencorajado de entrar em um concurso como este outra vez.

Hidrante de Incêndio fez pelo menos duas inscrições por dia em concursos durante 6 meses, com prêmios valendo um ano de Doritos grátis, um Playstation com 3 jogos, e R$10.000 em dinheiro. Ele jamais ganhou nenhuma dessas promoções.

[editar] “Dia da Caminhada”

Inspirado num artigo que leu na revista Boa Forma, o Hidrante de Incêndio decidiu que praticaria caminhada. Depois de conseguir equipamentos de ecoturismo a preços razoáveis em lojas de esporte na internet e pesquisar sobre as trilhas mais populares, o Hidrante decidiu que todo sábado seria “o dia da caminhada” a partir de agora.

Entretanto, eu seu primeiro “dia da caminhada” ele ficou de saco cheio depois de 45 minutos caminhando, comeu o sanduíche (iche) e as maçãs que tinha trazido na mochila, e foi direto pra casa. Aquele sábado seria o primeiro e o último "dia da caminhada" para o Hidrante de Incêndio.

Hidrante do Incêndio, servindo de alvo fácil para os passarinhos

[editar] A moça de saia preta

Convidado para uma festa por um rapaz Latino que vivia correndo e com quem conversava ocasionalmente na lavanderia, Hidrante de Incêndio ficou ansioso por uma semana diante da chace de participar de algo social que não fosse um evento online. No dia da festa, o Hidrante ficou uma hora procurando pelo homem que o convidou, mas não podia perguntar para ninguém onde ele estava, pois não se lembrava de seu nome.

Durante este inútil espaço de tempo, o Hidrante notou uma mulher de saia preta bebendo cerveja em uma taça, e a achou bonitinha. Decidiu que tomaria coragem para falar com a ela, e uma vez que descobriu onde ficava a lavanderia, entraram lá. Mas quando finalmente encontrou o homem, estava no meio de uma conversa empolgada, e o Hidrante de Incêndio não encontrou um momento oportuno para cortar a conversa e dizer "oi".

Depois de 10 minutos, o Hidrante de Incêndio não encontrou mais o homem, então achou melhor desistir e ir ver o que a moça de saia preta estava fazendo. Entretando, ele não a viu mais, provavelmente ela já tinha ido embora. O Hidrante ficou por mais uma hora, e depois foi pra casa.

[editar] Fumando

Hidrante de incêndio.

Um dia o Hidrante de Incêndio achou que seria mais charmoso se fumasse uns cigarros. Ele nunca tinha tido essa ideia antes, e isso também podia fazer mal à saúde. Mas era algo novo a experimentar, então ele foi até uma lojinha e encontrou uma grande variedade de cigarros. Ele resolveu começar com o popular Marlboro Lights, que ele poderia comprar em qualquer padaria de esquina, em vez de ter que ir até uma loja especializada em tabaco.


Após voltar pra casa, o Hidrante de Incêndio esperou até de noite, depois do jantar, e decidiu começar o aprendizado da arte de fumar. Só acender o cigarro já se mostrou mais desafiador do que ele esperava, mas ele acabou pegando a manha e deu sua primeira tragada. Ele tossiu e não achou aquilo particularmente gostoso ou legal. Mas depois de uma semana consumindo 3 cigarros por dia, o fumo passou a representar algum divertimento pro Hidrante de Incêndio, e desde então ele adquiriu o hábito de fumar 4-5 cigarros por dia.

[editar] Cinema Indiano

Jamais estacione ao lado de um hidrante

Estando cansado dos filmes de Hollywood que sempre alugava toda terça-feira (numa locadora perto de sua casa!), o Hidrante de Incêndio decidiu que iria alugar um filme indiano pra variar. Ele ouviu dizer que a India tinha uma das indústrias cinematográficas mais produtivas do mundo, e ficava pensando em como esses filmes deveriam ser.

Uma vez que não tinha filmes indianos em sua locadorazinha, o Hidrante decidiu baixar um da internet ao acaso. Não demorou muito pra que encontrasse, e dentro de 3 horas ele estava pronto para assistir um filme indiano. No entanto, Hidrante não entendeu nada do que se passava na história, e aquilo não o entreteve muito. O Hidrante de Incêndio perdeu seu interesse por filmes indianos, e voltou a assistir os velhos filmes na terça-feira seguinte.

[editar] Morte

Hidrante de Incêndio morreu em 14 de Outubro de 2004. Ele não tinha nenhum parente vivo. Tudo porque era só uma porra de um hidrante.

Hidrante de Incêndio. RIP - Descanse em Paz

[editar] External links

ReaperlogoDare.gif

Hidrante de Incêndio já morreu!!!

Como se alguém fosse sentir falta dele(a)...

<option> Ele foi explodido, cortado em pedacinhos etc...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas