Hirohito

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Loser 2.JPG

Hirohito já morreu!!!

Não era presente, mas empacotou!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno.


Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Hirohito.
Japão durante o reinado de Hirohito.

Cquote1.png Eu gostava mais do Mussolini Cquote2.png
Adolf Hitler sobre Hirohito
Cquote1.png Porra Hihi-chan, eu te ajudei mais do que aquele macarrãozento do mussolini, porque você não me dá o devido reconhecimento T-T!!!! Cquote2.png
Hirohito sobre Hitler
Cquote1.png Você traiu o movimento imperial japonês, véio Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Hirohito
Cquote1.png Ele é um deus Cquote2.png
Japonês sobre Hirohito
Cquote1.png O que!? Cquote2.png
O mesmo japonês da citação anterior depois de ouvir o imperador se rendendo
Cquote1.png Ele é uma vergonha para nosso país. Como pode deixar que as pessoas possam olhá-lo diretamente? Cquote2.png
Imperador antigo sobre Hirohito
Cquote1.png Companhêro japa, tudo iƒƒo é muito legal, eƒtamoƒ feliveƒ com ƒua presenƒa, maiƒ ƒi quebrô vai tê qui pagá ou tá achano que iƒƒo daqui é a Cava da Mãe Juana? Cquote2.png
Lula confundindo Hirohito com seu neto Naruhito

昭天皇和天皇裕 ou Grandíssimo Imperador Showa ou Hirohito para quem não é japonês foi o 666º imperador do Japão. Ele governou seu país por mais de 80 ânus anos, sem precisar ser reeleito, já que ele era imperador e mandava em tudo (ou quase tudo), sendo que para determinar o período em que ele ficou sentado no trono imperial ocupa um era inteira e um pedaço de outro período da História do Japão.

O imperador demonstrando seu mau bom gosto por roupas.

Seu governo foi marcado por muitas coisas boas, como a explosão de bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki e a perda da Segunda Guerra Mundial. Mesmo assim, os japoneses continuaram gostando de Hirohito, já que a culpa por tudo isso caiu sobre os ministros[1]. Hirohito, diferente dos outros imperadores japoneses, deixava que as pessoas pudessem vê-lo, o que aumentou sua popularidade.

Tabela de conteúdo

[editar] Nascimento e infância

De cada 10 fotos de Hirohito, em 11 ele está sério, inclusive com a esposa.

Hirohito era um garoto de muita sorte. Ele foi o primeiro filho do príncipe que iria ocupar o trono com a princesa que era esposa dele. Portanto, ele seria o futuro reino japonês, e nada poderia tirar isso dele. Assim, ele não precisaria trabalhar duro em pastelarias no exterior ou como um típico nerd, já que sua vida estava garantida. Desde pequeno Hirohito era príncipe, e precisou apenas nascer para conseguir o título.

Seus primeiros anos de vida foram baseados em brincar no Palácio Imperial, fazer porra nenhuma, ser cercado de brinquedos e babás. Resumindo: Ele foi criado a leite com pera, a ovomaltino, a pão com mortadela. Não enfrentado nenhuma dificuldade na vida, Hirohito estava no caminho de se tornar um vagabundo. Ainda na infância, ele entrou em uma escola especial dedicada aos filhos dos imperadores.

[editar] Juventude

Nesse colégio, diferente dos outros, os alunos eram tratados como se fossem celebridades, afinal, eles eram filhos do imperador e qualquer erro os professores eram demitidos, quando não eram enforcados. Na escola, Hirohito aprendeu lições valiosas para imperadores, como evitar paparazzis, fazer cara séria mesmo quando alguém está contando uma piada engraçada, usar roupas chiquérrimas, etc.

Se você reparar bem, verá que todas as fotos antigas dele são em preto em branco[2]. E por que ele nunca sorri? Será que é porque ninguém cumprimentava ele?????

Mas o cara era um péssimo aluno, e pouco se importava com as lições que eram ensinadas a ele. Tanto é que quando o garoto virar imperador, ele vai se expor para o público a ponto de ser alvo fácil de bandidos e terroristas. Depois de passar nas provas finais, Hirohito foi recompensado com uma viagem à Europa. Ele saiu do Japão e visitou os países europeus, passando as férias no exterior.

Ou melhor, não só as férias, como o ano inteiro. Ele aproveitou esse período para desobedecer as regras da família real, entrando na farra e ficando todas as noites nas boates. Quando não aguentava mais essa rotina, ele voltou ao Japão. Seu pai, ao saber das travessuras do moleque no exterior, tem um infarto e quase morre. Assim, Hirohito volta ao Japão para substituir o pai enquanto ele se recupera.

[editar] Chegada ao poder

Mensagem dos norte-americanos para Hirohito quando jogaram a bomba em Hiroshima.

Quando chegou ao poder, Hirohito, que era fã de War e Counter-Strike; fez uma aliança com os exércitos dos EUA e do Reino Unido para destruir os exércitos vermelhos da Rússia. Mas como ele não sabia jogar direito, o Japão perde a disputa. Para piorar, no mesmo ano sua mãe, numa visita ao país, resove pular corda, provocando um dos maiores terremotos da história. Ele não era uma pessoa sortuda.

Mas seus problemas só estavam começando. Seu pai não resiste ao infarto e morre. Portanto, Hirohito se torna o imperador japonês, Agora ele seria um deus para os japoneses, podendo mandar a tudo e ser feliz. Aparentemente é algo muito bom, mas junto com o cargo vem um monte de puxas-sacos interesseiros, além de vários compromissos sociais, cerimônias e outras coisas extremamente entediantes.

[editar] Guerras

Para descontar o stress acumulado no dia-a-dia, Hirohito gostava de fazer guerras. Quando adolescente, ele joagava pelo computador com seus amiguinhos de infância Hitler e Mussolini partidas de CS. Agora que ele tinha um país inteiro nas mãos, por que não aumentar um pouco o nível das partidas? Pensando assim que o imperador decidiu brincar de War com seus vizinhos.

O primeiro país a ser desafiado foi a China, pois os produtos Made in China davam prejuízos às indústrias japonesas. Como os soldados chineses também usavam armas feitas com qualidade dos produtos piratas chineses, os japoneses ganharam facilmente a batalha. O problema era que a guerra foi muito fácil, e Hirohito não se divertu. Era o início do envolvimento do Japão na Segunda Guerra Mundial.

A Liga das Nações, formada por uma panelinha aliança entre países, discordava dos métodos cruéis de tortura usados pelos japoneses, como o método do Cabo Arara[3]. Mas ele não estava nem aí, e junto com seus colegas de infância (Hitler e Mussolini), formou uma panelinha e deu início à Segunda Guerra.

Jsponês ao saber que Hirohito não é um deus, depois de décadas sendo enganado.

No início, como toda história sobre lutas entre mocinhos e bandidos, o Japão ganhava todas as batalhas. Desse jeito, a partida estava sem graça alguma. Para tornar o jogo mais emocionante, os países que se enfrentavam combinaram em deixar os Aliados ganharem. Nas batalhas seguintes, como o acordo previa, os Estados Unidos ganharam, e o Japão estava praticamente fadado a perder a guerra.

Porém, Hirohito, que tinha visto uma propaganda na TV do governo brasileiro, pensou o segunte: "Eu sou brasileiro japonês e não desisto nunca". Então, o imperador não desistiu, pensando que aconteceria a mesma coisa que ocorre nos animes e demais desenhos animados, onde o herói apanha, apanha e apanha, mas no final vence de maneira milagrosa. Mas esqueceram de falar para o rapaz que a vida real não é um desenho.

[editar] Fim das batalhas

Os nerds norte-americanos, a mando pedido do governo, fizeram a bomba atômica. O presidente, para testar o negócio, queria jogá-la no Oriente Médio, mas devido ao risco da explosão queimar o petróleo, ele decidiu jogá-la no Japão, que continuava achando que poderia virar a guerra como os personagens dos desenhos. Assim, a bomba nuclear caiu em Hroshima e Nagasaki, deixando um buraco no local da queda.

Hirohito percebeu que a vida não era um anime que tinha um final feliz, e teve que se render. Os japoneses, que achavam que seu imperador era a mesma coisa que Chuck Norris é para s americanos e Capitão Nascimento é para os brasileiros, entraram em estado de choque. Muitos se suicidaram cometendo seppuku ou fazendo a mesma coisa que a Al Qaeda fez no World Trade Center. Acredita-se que um terço da população se matou.

[editar] Se livrando das acusações

Lula dando uns conselhos para Hirohito. Foi nesse encontro que o imperador japonês aprendeu a técnica do "Eu não sabia de nada".

Como o que aconteceu com Adolf Hitler e Benito Mussolini, provavelmente Hirohito iria ser morto, no mínimo ficaria preso para sempre numa cadeia. Mas ele, seguindo os conselhos dados por seu companheiro Lula, disse que não sabia de nada; e que tudo foi uma armação feita contra ele pelos seus ministros que cobiçavam o poder do imperador. Incrivelmente, todo mundo acreditou nessa desculpa história e os ministros que foram punidos.

Curiosos de plantão bolaram várias hipóteses para explicar o ocorrido. Uma delas é que o governo japonês fez um acordo com o governo norte-americano. Nesse acordo, foi determinado um cartel entre os animes japoneses e os desenhos norte-americanos, impedindo a competição e firmando uma aliança duradoura, com a divisão do mercado internacional de animações entre os produtores dos dois países.

Outra hipótese muito esquisita diz que os japoneses, em troca da vida e da liberdade de Hirohito, venderam nerds do seu país para os Estados DesUnidos, onde eles trabalhariam na Área 51 pesquisando tecnologia alienígina e desenvolvendo aeronaves secretas para a aeronáutica dos EUA. Nenhuma dessas teorias foram confirmadas.

[editar] E depois?

Hirohito, depois de escapar das acusações com a maestria de um político brasileiro, continua exercendo o cargo. Para descontar o estresse, como o imperador não poderia fazer mais guerras, ele entra num curso de biologia. Incrivelmente, isso não aumentava o estresse, mas o dimunuia. Especialistas não possuem uma explicação decente para explicar esse fato. Provavelmene ele não é uma pessoa normal.

Hirohito (o nanico) com sua família. Observe sua felicidade em estar do lado da sogra.

Porém, os estudos exagerados faziam mal ao homem. Ele morreu nos anos seguintes, vítima de atividade cerebral excessiva [4] por causa das pesquisas sobre biologia. Seu cadáver é enterrado em um cemitério luxuoso, porque apesar de não ser mais considerado deus, ele era um imperador, e os imperadores devem ser enterrados em cemitérios VIP.

[editar] Filhos

Hirohito era casado com sua prima, e com ela teve alguns filhos. Os médicos não detectaram nenhum problema genético no corpo deles[5], comum em casos de sexo entre parentes. Talvez ele tenha chifrado a mulher, mas nada foi comprovado. Mesmo se compravarem a traição, o imperador pode tudo, inclusive botar um par de chifres na imperatriz. Os filhos dele são:

  • Atsuko: É mulher, e como as leis japonesas são machistas, ela não pode governar.
  • Akihito: Ele é o filho mais velho de Hirohito, e imperador.
  • Takako: É a irmã mais nova, o que reduz bastante as chances dela poder governar o Japão. Ela não trama nada para tomar a cadeira do imperador, pois sabe que mesmo tendo um plano infalível, ela nunca poderá governar o país.

[editar] Notas

  1. Acho que já ouvi falar dessa história antes
  2. Por que será?
  3. Em alguns casos como o seu, esse método de tortura pode até ser prazeroso
  4. Doença que afeita muitos alunos e é um dos maiores problemas de saúde mundial
  5. Pênis minúsculo não é considerado problema genético, mas sim hereditário

[editar] Ver também

Precedido por
Imperador Taishō
Hirohito.jpg
Imperador Japonês

1926 - 1989
Sucedido por
Imperador Heisei (Akihito)
Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas